Maioria da Fed apoia redução do ritmo da subida dos juros

24/11/2022 00:15:00

“Maioria substancial” da Fed apoia abrandamento da subida das taxas de juro

“Maioria substancial” da Fed apoia abrandamento da subida das taxas de juro

Atas da mais recente reunião do banco central dos EUA indicam que maioria 'substancial' dos funcionários vê com bons olhos a desaceleração 'em breve' das taxas de juro.

banco central norte-americano decidiu aumentar a taxa de juro de referência em 75 pontos base , fixando-se no intervalo 3,75% – 4%, os funcionários da Fed estão largamente satisfeitos por poderem desacelerar os aumentos das taxas e avançar em passos menores e mais deliberados para tentar estancar a inflação nos EUA — em outubro abrandou para 7,7%, mas ainda está longe da meta de 2%.Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A maioria dos responsáveis da Fed concluiu, na última reunião de política monetária, que em breve poderá ser adequado começar a desacelerar o ritmo de subida dos juros diretores.Jorge Nascimento Rodrigues Jornalista Depois da unanimidade em aumentar pela quarta vez a taxa diretora da Reserva Federal norte-americana (Fed) em 75 pontos-base na reunião de 1 e 2 de novembro, uma “substancial maioria” de banqueiros centrais apoia a redução “em breve” da dimensão da subida dos juros, revelam as atas publicadas esta quarta-feira..

“ Um ritmo mais lento (…) permitiria melhor ao FOMC avaliar o progresso para os seus objetivos de máximo emprego e estabilidade de preços “, lê-se nas atas publicadas esta quarta-feira.“Os desfasamentos e magnitudes incertos associados aos efeitos das ações de política monetária sobre a atividade económica e a inflação estiveram entre as razões citadas”.Na altura, a Fed decidiu subir a taxa de fundos federais em mais 75 pontos base (o quarto aumento consecutivo) para tentar travar a escalada da inflação e elevou o intervalo para entre 3,75% e 4%.As atas mostraram ainda um debate emergente no seio da Fed sobre os riscos que o rápido endurecimento da política monetária poderiam representar para o crescimento económico e a estabilidade financeira , mesmo com os decisores políticos a reconhecerem que houve poucos progressos no desacelerar da inflação e que as taxas ainda precisam de subir.Louis.Enquanto “alguns participantes” defendem que um aumento mais lento das taxas poderia reduzir os riscos para o sistema financeiro, “outros participantes” argumentam que qualquer abrandamento deveria aguardar por “sinais mais concretos de que as pressões inflacionistas estão a recuar significativamente”.Tudo aponta agora para que na reunião de dezembro acabe por ser decidida uma subida mais leve dos juros, na ordem dos 50 pontos base.Copiar Assine o ECO Premium No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.Uma discrepância semelhante foi encontrada na sondagem quando se trata do Partido Democrata e do atual Presidente, Joe Biden: 68% de todos os eleitores não querem que Biden concorra à reeleição, face aos 51% dos Democratas que o querem como candidato.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.As bolsas norte-americanas ganharam terreno e o dólar caiu assim que foi divulgado este tom mais"dovish" da Fed.Os banqueiros centrais norte-americanos acham ser prudente reduzir o aperto para poderem avaliar os impactos na economia e na inflação das subidas de juros, tendo em conta que reina a “incerteza” sobre a “demora” dos efeitos da política monetária.Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas.A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível..A Fed iniciou o ciclo de subida dos juros em março, com um aumento de 25 pontos-base, a que se seguiu, em maio, uma subida de 50 pontos-base.

Consulte Mais informação:
ECO »
Loading news...
Failed to load news.

Maioria da Fed a favor de redução do ritmo de subida dos jurosA maioria dos responsáveis do banco central dos EUA aponta para uma política monetária menos restritiva devido à melhoria da inflação.

Maioria dos banqueiros da Fed quer reduzir o ritmo de subida dos juros, revelam as atas da reunião de novembroUma substancial maioria de banqueiros centrais da Reserva Federal norte-americana apoia uma redução “em breve” do ritmo de subida dos juros, referem as atas da reunião de novembro, publicadas esta quarta-feira. Futuros da taxa diretora apontam para um aumento de apenas meio ponto percentual na reunião de dezembro

Maioria dos norte-americanos contra possível regresso de Trump à Casa Branca57% dos norte-americanos não querem ver Trump voltar à Casa Branca, mas quase metade dos inquiridos acredita que é provável um segundo mandato do Republicano

Maioria dos norte-americanos contra regresso de Trump à Casa BrancaQuase metade dos inquiridos acredita que é provável um segundo mandato do Republicano. Hahaha vocês são demais, jasus.

Maioria dos norte-americanos contra possível regresso de Trump à Casa BrancaCerca de 60% dos norte-americanos não querem ver o antigo Presidente de volta à Casa Branca, mas quase metade acredita que esse cenário é provável. hahahhahahahahaa Aleluia, acordaram!!! 👍👏👏👏 Só mostra o desespero do Biden e o resto dos democratas, estão a fazer tudo mais alguma coisa para o Trump não se recandidatar😂😂😂😂😂😂 estão com medo hã! façam jogo limpo e deixem o tio Trump em paz🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Maioria dos eleitores americanos contra possível regresso de Trump à Casa Branca - RenascençaInqu&233;rito da Quinniapac University, do estado do Connecticut, conclui que os eleitores n&227;o est&227;o particularmente entusiasmados com nenhum dos potenciais candidatos, a dois anos da pr&243;xima elei&231;&227;o presidencial.