Lucros do banco polaco do BCP afundam 70% no terceiro trimestre

27/10/2020 11:51:00

Lucros do banco polaco do BCP afundam 70%

O banco realizou provisões relacionadas com os riscos da Covid-19 de 15,7 milhões de euros.Os lucros do Bank Millenium recuaram 70% no terceiro trimestre para 60 milhões de zlótis (13,6 milhões de euros) face a período homólogo.

Professores querem ser vacinados a seguir aos profissionais de saúde Modelo Continente, Pingo Doce, Auchan e Active Brands acusados de concertação de preços Vacina contra a covid-19. APRe! critica discriminação na proposta para os grupos prioritários

Segundo o banco detido em 50,1% pelo BCP, excluindo itens não habituais, o resultado líquido atingiu 189 milhões de zlótis (42,8 milhões de euros) no terceiro trimestre, menos 7%.Olhando para os resultados dos primeiros nove meses, os lucros desceram 75% para 132 milhões de zlótis (29,8 milhões de euros). Excluindo tens não habituais, os lucros desceram 10% até setembro para 583 milhões de zlótis (131,8 milhões de euros).

O banco polaco do BCP anunciou que realizou provisões extraordinárias de 297,7 milhões de zlótis (67,3 milhões de euros) de “provisões relacionadas com riscos legais associados a empréstimos concedidos em moeda estrangeira, 69,3 milhões de zlótis (15,7 milhões de euros) de provisões relacionadas com os riscos da Covid-19 e 60,5 milhões de zlótis (13,7 milhões de euros) de provisões relacionadas com o reembolso antecipado de crédito pessoal”.

O banco anunciou custos de integração e provisões relacionadas com o Euro Bank no valor de 52,6 milhões de zlótis (11,9 milhões de euros), e 110,4 milhões de zlótis (25,0 milhões de euros) de “sinergias apropriadas com a fusão do Euro Bank, confortavelmente acima dos custos de integração”.

Analisando o retalho, o Bank Millennium registou o “nível mais elevado de sempre na nova produção de créditos hipotecários, 1,8 mil milhões de zlótis (391 milhões de euros) no 3T 2020, 4,7 mil milhões de zlótis (1,0 mil milhões de euros) nos primeiros nove meses de 2020, um aumento de 49%, em termos homólogos. O que resulta num crescimento de 19%, em termos homólogos, da carteira de crédito hipotecário, excluindo crédito hipotecário concedido em moeda estrangeira”.

Ao nível de novos créditos pessoais, estes atingiram 3,6 mil milhões de zlótis (793 milhões de euros) até setembro, menos 7%.O banco registou uma quota de mercado de 14,5% ma nova produção de créditos hipotecários nos primeiros nove meses do ano.

O Millennium regista rácios de “Capital Total (TCR) e CET1 do grupo em 20,0% e 17,0%, respetivamente, confortavelmente acima dos requisitos regulamentares (15,4% e 12,2%, respetivamente)”.O banco conta com 2,64 milhões de clientes ativos, mais 30% face a período homólogo. Os depósitos cresceram 2%, e o crédito cresceu 7%, atingindo os 12% se for excluído o crédito hipotecário concedido em moeda estrangeira.

Preço dos passes vão manter-se em 2021 “Idosos serão uma prioridade neste primeiro período de vacinação”, garante secretário de Estado da Saúde AdC volta a acusar Continente, Pingo Doce e Auchan de alinharem preços Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Galp passa de 101 milh\u00f5es de lucros para 23 milh\u00f5es de preju\u00edzos no terceiro trimestre

CaixaBank BPI antecipa queda de 61% no lucro da Navigator no terceiro trimestreOs analistas do banco de investimento estão a antecipar uma queda homóloga no lucro do terceiro trimestre, mas uma recuperação em termos trimestrais.

Galp passa de 101 milh\u00f5es de lucros para 23 milh\u00f5es de preju\u00edzos no terceiro trimestre

Galp Energia continua com prejuízos no terceiro trimestreResultados ficaram abaixo do esperado pelos analistas, que contavam com um regresso aos lucros no terceiro trimestre

Eletricidade: oferta mais barata permite poupar até 287 euros por ano e é da Muon ElectricNos vários perfis de consumo de eletricidade foi a Muon, do grupo suíço Smartenergy, o fornecedor mais competitivo do terceiro trimestre em Portugal, segundo o regulador da energia Podiam parar de extorquir o povo português com o roubo feito pela RTP, a receber de todas as faturas do país 2,78 euros.

Mais de três dezenas de bancos da UE utilizam paraísos fiscais, segundo estudoDocumento revela que bancos podem estar a transferir os seus lucros para reduzir a fatura fiscal.