Saúde, Vacinas, Covid-19, Coronavírus, Vacinação

Saúde, Vacinas

Lisboa abre mais um centro de vacinação. Agendamento para pessoas entre os 20 e 29 anos começa em Julho

Coronavírus: Lisboa abre mais um centro de vacinação. Agendamento para pessoas entre os 20 e 29 anos começa em Julho

21/06/2021 00:56:00

Coronavírus : Lisboa abre mais um centro de vacinação . Agendamento para pessoas entre os 20 e 29 anos começa em Julho

O objectivo é aumentar em mais 12 mil as pessoas vacinadas por semana em Lisboa. As equipas deste centro de vacinação serão “predominantemente militares”. Terão 30 militares na área médica e 11 elementos da área não médica.

e, caso os números não sofram uma melhoria, arrisca-se a recuar no desconfinamento. As equipas deste centro de vacinação serão “predominantemente militares”, mas contarão também com o apoio de recursos humanos da área da Saúde. Terão “30 militares na área médica – médicos e enfermeiros - e mais 11 da área não médica – auxiliares e secretariado”.

Brasil regista mais de 15 mil casos e aproxima-se da marca de 20 milhões de infetados Fernando Pimenta na final de K1 1000 com recorde olímpico Nelson Évora à beira das lágrimas no adeus a Tóquio'2020

A abertura deste novo centro foi anunciada por Marques Mendes no seu comentário na SIC. O político explicou que uma das intenções é colocar a região de Lisboa e Vale do Tejo ao nível das restantes no que diz respeito à

e que a mesma medida poderá ser tomada no Porto.Pessoas com 20 ou mais anos podem agendar vacina em JulhoA nível nacional, a vacinação vai acelerar com a antecipação do agendamento para pessoas entre os 20 e 29 anos, que deverá acontecer “na segunda semana de Julho” - a estimativa inicial era que fosse em Agosto. A regra usada pela headtopics.com

task forceaté à faixa etária dos 50-59 anos era a de avançar para o agendamento da seguinte quando 60% das pessoas tivesse uma dose da vacina. Para impor mais ritmo e aumentar o número de pessoas imunizadas, a regra passou a ser a de avançar para a faixa etária seguinte assim que 40% estivesse vacinado. É o que vai acontecer já esta segunda-feira, com a

abertura do agendamento entre os 39 e os 35 anos, já que perto de 40% das pessoas entre os 40 e os 49 anos já têm uma dose da vacina.Quanto às pessoas com mais de 60 anos que aguardam pela segunda dose da vacina da AstraZeneca – Marques Mendes adiantou que são cerca de 700 mil -, o

processo está a ser revistode forma a que sejam remarcadas para uma nova data. Recentemente, a Direcção-Geral da Saúde reviu o tempo de intervalo entre as duas doses, encurtando-o de 12 para oito semanas. Consulte Mais informação: Público »

_jesusandre_ olha secalhar ainda vais a tempo

Protesto contra Bolsonaro junta uma centena de pessoas em Lisboa a gritar 'Fora, genocida''Bolsonaro é muito perigoso par a democracia brasileira, que está completamente em risco', disse brasileira a residir em Lisboa. Um bando de retardados q vivem com dinheiro dos impostos pagos pelos pobres brasileiros. Em plena pandemia os brasileiros fazem manifestação em Portugal? Vão fazer manifestações para o Brasil! certamente eram imigrantes brasileiros em Portugal. Os portugueses não gostam de ofender o presidente de um país amigo

Um claustro do século XXI para a Faculdade Clássica de Lisboa

Prevalência da variante Delta em Lisboa e Vale do Tejo já é superior a 60%Na região de Lisboa, a prevalência da variante Delta já é superior a 60%, sendo inferior a 15% no Norte, indicam os mais recentes dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA). ...

Variante Delta a subir em LisboaDados do Instituto Ricardo Jorge apontam para uma prevalência de 60%. Se a vacinação subisse a mesma velocidade não estaríamos preocupados Que vergonha. Vocês só divulgam fake news sobre o Brasil. Bolsonaro é o melhor Presidente que esse país já teve. Isso que vocês fazem é JORNAZISMO. Canalhas.

Variante Delta com prevalência superior a 60% em Lisboa e Vale do TejoSegundo dados do Instituto Ricardo Jorge, a variante Delta (associada à Índia) encontra-se mais em Lisboa e Vale do Tejo, estando o Norte ainda a registar mais casos da variante Alfa (associada ao Reino Unido).

Militares vão dar vacinas em LisboaA necessidade de equilibrar as taxas de vacinação na região de Lisboa e Vale do Tejo, principalmente na capital, devido à densidade populacional e ao aumento de casos de covid-19, vão levar a um aumento no número de inoculações dadas que serão administradas por militares. Se for preciso, o modelo será replicado no Porto Entreguem de novo, durante o tempo q for necessário, a governação do País aos militares. Os actuais políticos q se formaram nas jotas são de uma incompetência atroz. A maioria nunca soube o q é trabalhar. Vão arruinar o Pais.