Legislativas: IL acusa António Costa de 'dramatizar' e propõe antibiótico contra PS - SIC Notícias

Legislativas: IL acusa António Costa de “dramatizar” e propõe antibiótico contra PS

17/01/2022 23:53:00

Legislativas: IL acusa António Costa de “dramatizar” e propõe antibiótico contra PS

João Cotrim Figueiredo sublinha que 'instrumentalização do medo parece inaceitável'.

”.“Tem feito um apelo ao voto útil e uma dramatização e instrumentalização do medo que me parece inaceitável”.Cotrim de Figueiredo afirma quePortugal precisa de um antibiótico contra o estatismo e o socialismo e frisa que a IL é a solução contra o PS.

Na ótica do líder da IL, António Costatem de dizer “exatamente” o que planeia fazer num cenário de não ter maioria absoluta e num cenário de não ser o partido mais votado.“A geringonça está morta”, sublinha Cotrim de Figueiredo, fazendo

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Dramatizar? O IL que desvalorizou a emergência climática em que vivemos, em prol do crescimento económico... Vivemos em contos de fadas. IL acusa António Costa de “dramatizar” e propõe antibiótico contra PS, e eu que sou um pobre proponho um Supositório ao IL

Legislativas: IL diz que apelo ao voto útil é a 'maldição' dos partidos pequenos - RenascençaO presidente da Iniciativa Liberal (IL) disse hoje que o apelo ao voto útil é possivelmente a 'maldição' dos partidos pequenos, porque a utilidade do mesmo não se prende só com ganhar as eleições, mas como influenciar políticas.

IL diz que Portugal precisa de um antibiótico contra o socialismoPara o presidente do partido, João Cotrim Figueiredo, é inadmissível que António Costa, secretário-geral do PS, ande a dizer às pessoas que se não for o PS a governar vai ser uma desgraça. Tem de ir falar com as farmacêuticas.

IL centra-se na economia e PAN na defesa do ambienteA Iniciativa Liberal acusou António Costa de ser seletivo nos dados quando fala de crescimento económico. Já o PAN espera que as manifestações de aproximação ao partido não sejam mera propaganda e que possam resultar em acordos em matéria ambiental.

IL considera ter ″misto de irreverência e preparação″ que faz falta ao paísO presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, disse este domingo que o partido tem 'um misto de irreverência e preparação' que faz falta para 'arejar' o país, reafirmando o objetivo de obter 4,5% da votação nacional.

Legislativas: Rio diz que tweet sobre voto antecipado de Costa foi brincadeira - SIC NotíciasO líder do PSD quer uma campanha alegre e com piada, mas aos adversários pede uma campanha séria, sem mentiras e distorções. Olha a SIC a dar tudo pelo sponsor número 1, António Costa Em vez de se limitar a dar a notícia como deveria ser um órgão informativo isento, não, tem de opinião, e sempre a favor do mesmo, O Sponsor n1 “O líder do PSD quer uma campanha alegre e com piada, mas aos adversários pede uma campanha séria, sem mentiras e distorções”

eleições ”.Ver mais Na sua opinião, as escolhas das pessoas devem ser tão claras e pessoais quanto possível.e receba as informações em primeira mão.por RTP.

“Tem feito um apelo ao voto útil e uma dramatização e instrumentalização do medo que me parece inaceitável”. Cotrim de Figueiredo afirma que Portugal precisa de um antibiótico contra o estatismo e o socialismo e frisa que a IL é a solução contra o PS. "Quero que as pessoas percebam que muitos anos a votar em coisas só porque isso é que assegura uma governabilidade, estabilidade ou outra coisa qualquer, que não tem a ver com as políticas concretas que os partidos estão a propor, tem-se traduzido neste marasmo e mistura de políticas e de opiniões", sublinhou. Na ótica do líder da IL, António Costa tem de dizer “exatamente” o que planeia fazer num cenário de não ter maioria absoluta e num cenário de não ser o partido mais votado. Se a estratégia do PS é dramatizar e gerar medo nas pessoas prova que está completamente"vazio de ideias", afiançou. “A geringonça está morta”, sublinha Cotrim de Figueiredo, fazendo alusão ao Orçamento de Estado chumbado, apresentado pelo Governo e que o PS pondera voltar a apresentar se ganhar as eleições. E, questionado sobre o porquê, o liberal apressou-se a responder que as propostas que a IL põe em cima da mesa mais ninguém põe, nomeadamente a"vontade de mudar sem medo". SAIBA MAIS .