Líder do PAN recusa fazer oposição de terra queimada a futuro governo

22/01/2022 16:41:00

Durante uma visita ao mercado de Pirescoxe, em Santa Iria da Azoia, Inês Sousa Real garantiu que estará indisponível para apoiar quem 'viole os princípios' do partido

Durante uma visita ao mercado de Pirescoxe, em Santa Iria da Azoia, Inês Sousa Real garantiu que estará indisponível para apoiar quem 'viole os princípios' do partido

Durante uma visita ao mercado de Pirescoxe, em Santa Iria da Azoia, Inês Sousa Real garantiu que estará indisponível para apoiar quem 'viole os princípios' do partido.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteA porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, recusou este sábado fazer uma"oposição de terra queimada" a um futuro governo, após as próximas legislativas, mas vincou estar indisponível para apoiar quem"viole os princípios" do partido.

"Não podemos ter o país a atravessar esta crise social e económica e uma crise climática e escudar-nos numa oposição de terra queimada, que não constrói pontes e que não apresenta soluções para o país", afirmou.

Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Legislativas: Líder do PAN recusa fazeroposição de terra queimada a futuro governo

EUA acusam quatro bielorrussos de desvio de avião da Ryanair para deter jornalistaO Departamento de Justiça dos Estados Unidos acusou esta quinta-feira quatro funcionários governamentais bielorrussos do desvio de um avião da Ryanair para deter um jornalista da oposição.

O Futuro é dos Fazedores e o país tem de apoiá-losSão portugueses, ainda não chegaram aos 30 anos e já têm no currículo inovações capazes de mudar o mundo. Podem não ter chegado (ainda) ao estatuto de unicórnios - fasquia conquistada por quatro empresas de ADN português no último ano, mais que duplicando a nossa representação no mais alto nível de empreendedorismo em plena pandemia -, mas as histórias dos cinco empreendedores que o Dinheiro Vivo levou ao palco do Estúdio Time Out Mercado da Ribeira são um exemplo do que de melhor se faz por cá. Uma prova do imenso talento português, que Inês, Francisco, Dário, Luís e Tiago representam, mas que vai muito além deles, multiplicando-se em valor e chegando já às estruturas das maiores empresas, que estão cada vez mais atentas à necessidade de inovar e de integrar os criadores, mais do que as suas criações.

Legislativas: líder do PAN insultada por grupo ligado à tauromaquia em Beja - SIC NotíciasLegislativas: líder do PAN insultada por grupo ligado à tauromaquia em Beja QUE A VOZ NÃO LHES DOA. BEJA DESPENSA VISITAS DESTA LAIA. Uma grupeta que representam uma gota perante o mar de pessoal que querem o fim desta prática de tortura animal! Quem com ferros mata, com ferros morre

Líder do PAN insultada por grupo ligado à tauromaquia em BejaO grupo de cerca de 30 pessoas, incluindo elementos dos Forcados Amadores de Beja e, pelo menos, uma apoiante do partido Chega, começou a juntar-se ainda Inês Sousa Real não tinha chegado ao local. E muito bem!!!!

'Profundamente lamentável': líder do PAN recebida no aeroporto de Beja com insultos e um chocalhoCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Lamentável é a tourada que se passa nos tribunais. Na realidade é lamentável esta coisa de confusão de genero , deveria ter sido ' eh , vaca' . Eh eh eh… nao sou apreciador de touradas, mas ainda menos de líderes políticos hipocritas e mentirosos.

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, recusou este sábado fazer uma"oposição de terra queimada" a um futuro governo, após as próximas legislativas, mas vincou estar indisponível para apoiar quem"viole os princípios" do partido.Legislativas: Líder do PAN recusa fazer"oposição de terra queimada" a futuro governo O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores.Protestos na Bielorrússia após eleição de Lukashenko para o sexto mandato consecutivo | EPA/Tatyana Zenkovich/Lusa O Departamento de Justiça dos Estados Unidos acusou esta quinta-feira quatro funcionários governamentais bielorrussos do desvio de um avião da Ryanair, em 2021, para deter um jornalista da oposição que estava a bordo.Portugal precisa de ser empreendedor, de recuperar o ímpeto que nos Descobrimentos o levou aos quatro cantos do mundo e de cada um trouxe algum elemento novo para acrescentar riqueza ao que é ser português.

"Não podemos ter o país a atravessar esta crise social e económica e uma crise climática e escudar-nos numa oposição de terra queimada, que não constrói pontes e que não apresenta soluções para o país", afirmou. Inês Sousa Real, que falava aos jornalistas durante uma visita ao mercado de Pirescoxe, em Santa Iria da Azoia, no concelho de Loures, distrito de Lisboa, frisou que, após as eleições do dia 30, o PAN vai estar a defender as suas propostas. Leia Também Inês Sousa Real: Só Governo "mais comprometido" com ambiente terá apoio do PAN Numa ação de campanha neste mercado, a líder do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) foi felicitada por um feirante, que considerou que Inês Sousa Real tem"coragem ao dizer que tanto governa com o PS como com o PSD". Em comunicado, o procurador Damian Williams disse que os arguidos violaram os padrões seguidos internacionalmente para manter seguros os voos comerciais. "Pelo menos, dá uma demonstração de que é portuguesa", afirmou Joaquim Henriques, com a porta-voz do PAN a responder que é preciso é"estar, em primeiro lugar, comprometidos com o país e com as respostas para as pessoas". Apesar do elogio à líder do PAN, este feirante, que comercializa roupa de cama e que está neste mercado há 50 anos, avisou que vota"sempre PSD" e que"não é fácil mudar" a orientação do voto. A crise de talento de que cada vez mais ouvimos falar não se resolve com debates políticos ocos ou discussões sobre salários miseráveis.

Joaquim Henriques notou, porém, que o PAN tem propostas com as quais não concorda, como é o caso das touradas, que disse não assistir, justificando que"as pessoas têm que ser livres para escolher". A crença generalizada de que a eleição foi roubada desencadeou protestos em massa na Bielorrússia, que levaram ao aumento da repressão do regime de Lukashenko contra manifestantes, dissidentes e imprensa independente. "O proibir para mim está mal e é a única coisa que não estou muito de acordo consigo", sublinhou, assinalando que, apesar de nunca ter ido a uma tourada, não é contra as pessoas que vão. Já a também deputada e cabeça de lista do PAN por Lisboa, que andou a distribuir panfletos, sacos de pano e marcadores com receitas vegetarianas, advertiu que o partido não é"contra as pessoas", mas sim"contra o sofrimento do animal". Manifestando-se contra o primeiro-ministro dizer que,"se não ganhar, não governa com ninguém", o comerciante, de 72 anos, despediu-se de Inês Sousa Real ao dizer que espera vê-la"no Governo do PSD". Nas declarações aos jornalistas, a porta-voz do PAN indicou que o partido que lidera vai ter"sempre presente" a sua"componente identitária", no caso de existirem negociações com o futuro governo. Fechar Subscreva a nossa newsletter e tenha as notícias no seu e-mail todos os dias Subscrever Muito obrigado pelo seu registo.

"É evidente que o PAN não vai apoiar um governo que quer promover a tauromaquia no nosso país. O PAN nunca disse que estava disponível para integrar um governo que viole os seus princípios", salientou. Durante a visita ao mercado de Pirescoxe, Inês Sousa Real foi ainda interpelada por um outro feirante que propôs uma aplicação para telemóveis para"as pessoas irem votar" em tempos de pandemia de covid-19. "Então, os infetados vão votar? São pessoas como as outras, têm direito, mas, se há tanta aplicação para tanta coisa, porque não criar uma aplicação", propôs, avisando logo que a dica era"de graça" e sem"direitos de autor". A líder do PAN disse ao feirante acompanhar a"preocupação" da votação de eleitores em isolamento, devido à covid-19, e notou que o partido propôs a realização de"um estudo para o voto eletrónico", mas a medida"foi rejeitada". Agora é preciso que todo o país entre neste barco sem reservas, que os decisores públicos não levantem barreiras à inovação e ao empreendedorismo, que o imensamente pesado Estado não os ofusque e esmague pelo medo e pela incapacidade de abrir lugar para os integrar (num momento em que temos quase pleno emprego, soubemos ontem que há 36 157 jovens desempregados.

Sousa Real deslocou-se ainda a Amadora para distribuição de propaganda política e contacto com a população, seguindo, depois, de comboio, para Lisboa. SM // JPS .