Gil Vicente, Luz, Sporting

Gil Vicente, Luz

Jorge Jesus: «Vamos ter de ser perfeitos como até aqui»

Benfica - Jorge Jesus: «Vamos ter de ser perfeitos como até aqui»

17/04/2021 05:17:00

Benfica - Jorge Jesus: «Vamos ter de ser perfeitos como até aqui»

Técnico garante que a equipa ainda “tem muito para crescer” mas vê tempo de trabalho para “aumentar a qualidade” de jogo nesta reta final

...Jorge Jesus sublinha o atual registo de sete jogos consecutivos sem sofrer golos no campeonato, mas declara que"o primeiro grande objetivo é somar os três pontos"."Sabemos que, não sofrendo golos, estamos mais perto de poder ganhar o jogo. É nisso em que acreditamos. Vamos tentar ser perfeitos como temos vindo a ser do ponto de vista ofensivo e defensivo. Às vezes não se sofre golos por sorte, outras vezes é porque o adversário não tem possibilidades para criar ações de finalização. Queremos ser uma equipa com muita organização defensiva, que não dê possibilidades ao adversário de ter situações de finalização, com remates à baliza", começa por analisar o técnico do Benfica, de 66 anos, antecipando o embate de hoje diante do Gil Vicente, ao qual deixa elogios.

▶ Vídeo: Campanha da APAF apela ao respeito pelos árbitros Reservas nos voos da TAP entre Portugal e Reino Unido ″mais do que duplicam″ Sondagens: Ventura quer reunir-se com Rui Rio para “perceber se a ideia é continuar a permitir este estado de coisas”

"É uma equipa bem organizada, com uma intensidade de jogo alta e um jogo agressivo no bom sentido. Não é fácil bater o Gil fora de portas ou em casa. Amanhã [hoje] vamos ter um jogo difícil, como temos tido na Luz. Penso que temos capacidade e obrigação de somar mais uma vitória. O nosso caminho é esse. Não há outro", perspetiva o treinador português.

Questionado sobre se vê a equipa"no ponto", Jorge Jesus garante que ainda há espaço para progredir até ao término da temporada."Acredito sempre que as equipas, e neste caso os jogadores, melhorem. Se os jogadores melhorarem individualmente, vão acabar por melhorar coletivamente. Sei que ainda faltam oito jornadas e o Benfica ainda tem muito para crescer, mas isso é normal. Os anos de trabalho dos treinadores vão melhorando as equipas. O Benfica ainda tem muito para crescer porque o tempo de trabalho aumenta a qualidade às equipas, neste caso ao Benfica, e aumenta a qualidade individual dos jogadores", sublinhou o amadorense. headtopics.com

Apesar das seis vitórias seguidas, Jorge Jesus não quis responder se o Benfica é a melhor equipa da Liga, neste momento."Há alturas em que as equipas têm momentos melhores e piores durante a época, mas a melhor é aquela que chega ao fim e ganha: o primeiro classificado. Ao longo do percurso e da soma dos 34 jogos, foi aquela que mais pontos fez. O Benfica, nos últimos jogos, fez cinco a seis jogos interessantes, mas na soma de todos não foi melhor. O melhor foi o Sporting porque está à frente", sustentou o timoneiro do emblema da Luz.

Técnico mantém plano A e BO treinador do Benfica foi confrontado com a possibilidade de voltar a jogar no 4x4x2 que mais vezes adotou esta época, ao contrário do 3x4x3 em que apostou na vitória em Paços de Ferreira (5-0), mas optou por não revelar o que irá suceder ante o Gil Vicente.

"No último terço do campeonato temos feito algumas alterações no aspeto tático da equipa. Acredito que a evolução do futebol passa por isso. Estamos a trabalhar, pelo menos no plano A [4x4x2] e no B [com três defesas-centrais]. É isso que temos feito, estamos a sair-nos bem tanto num sistema como no outro", sublinhou Jorge Jesus, esclarecendo que o seu processo de decisão entre os esquemas"tem a ver com o melhor momento dos jogadores".

Sporting tem"responsabilidade" de ser campeãoOs dois empates seguidos do Sporting e o facto de a desvantagem pontual para o Benfica ter encurtado para nove pontos não altera a"recuperação jogo a jogo e em relação aos adversários que estão à frente", segundo Jorge Jesus."Para chegarmos ao primeiro lugar temos de alcançar o segundo, e depois há uma vantagem e uma desvantagem. Para chegarmos ao segundo, dependemos de nós; para chegarmos ao primeiro, dependemos dos outros e não só de nós. O resto… é o adversário que vai à nossa frente [Sporting] que tem essa responsabilidade [de ser campeão] e sabemos que estamos dependentes deles", constatou o técnico dos encarnados. headtopics.com

Turismo britânico regressa em força ao Algarve Covid-19. Laboratório francês Sanofi pode ter vacina até ao final do ano EUA. Democratas questionam acordo de venda de armas de 735 mil dólares a Israel

Por Flávio Miguel Silva Consulte Mais informação: Diário Record »