João Manso Neto, presidente da Greenvolt: “A próxima aquisição é em Espanha”

João Manso Neto, presidente da Greenvolt: “A próxima aquisição é em Espanha”

18/09/2021 13:10:00

João Manso Neto, presidente da Greenvolt: “A próxima aquisição é em Espanha”

Manso Neto abre um novo capítulo na empresa de renováveis que segunda-feira se estreia no PSI-20

FotojornalistaDepois de em julho se ter estreado em Bolsa, a Greenvolt sobe já na próxima semana ao índice PSI-20. O presidente executivo da empresa de energias renováveis, João Manso Neto, falou aoExpressodos planos que tem, mas também da conjuntura de preços recorde na eletricidade e no gás. E do processo do Ministério Público em que é arguido.

Toda a herança de João Rendeiro foi para o amigo taxista Países Baixos vão reduzir impostos para compensar faturas da luz e gás Vacinação simultânea contra gripe e Covid-19 arranca na segunda-feira

Artigo Exclusivo para assinantesNo Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente Consulte Mais informação: Expresso »

João Manso Neto sobre o caso EDP: “Sei como agi. Nenhum de nós fez nada ilegítimo”João Manso Neto diz ter gostado muito dos 17 anos de trabalho na EDP e considera “um desperdício” que António Mexia, “um dos melhores gestores portugueses”, não esteja no ativo

Francisco Neto: «Saímos daqui com um amargo de deixarmos dois pontos»Análise do selecionador nacional ao empate na Turquia, no arranque do apuramento para o Mundial

João Manso Neto sobre o caso EDP: “Sei como agi. Nenhum de nós fez nada ilegítimo”João Manso Neto diz ter gostado muito dos 17 anos de trabalho na EDP e considera “um desperdício” que António Mexia, “um dos melhores gestores portugueses”, não esteja no ativo

Wall Street está de novo com medoAs bolsas do outro lado do Atlântico fecharam em baixa, com os investidores em 'modo espera', preferindo a prudência enquanto aguardam pelas decisões da reunião da Fed na próxima semana.

“David” de Riachos compra “Golias” espanhol a frioA portuguesa Zolve, empresa de logística em temperatura controlada, adquiriu a madrilena Logifrio, que se apresenta como líder em Espanha e fatura quase o dobro da agora empresa-mãe.

Milhares de voluntários vão limpar praias portuguesasEste é o terceiro ano da iniciativa, que surgiu em 2019.