Jerónimo contra ″truques″ do bloco central que fazem PS resvalar para a direita

Jerónimo contra 'truques' do bloco central que fazem PS resvalar para a direita

Eleições Legislativas 2022, Partido Comunista

27/01/2022 15:33:00

Jerónimo contra 'truques' do bloco central que fazem PS resvalar para a direita

O secretário-geral do PCP afirmou que 'os grandes senhores do dinheiro têm medo' do seu partido, argumentando que os grandes grupos económicos apenas querem 'cercar o povo português dentro do bloco central'.

Subscrever"O reforço da CDU é uma questão fundamental para impedir o resvalamento do PS, repetindo o que muitas vezes repetiu ao longo da história da nossa democracia, de que é necessário é derrotar a política de direita e não fazer arranjinhos", completou.

O líder comunista acrescentou que"os grandes senhores do dinheiro têm medo" da CDU, argumentando que os grandes grupos económicos apenas querem"cercar o povo português dentro do bloco central".No penúltimo dia de campanha para as eleições legislativas de domingo, Jerónimo de Sousa integrou a parte final de um cortejo da CDU que começou na Câmara Municipal do Barreiro, de executivo socialista, e acabou no Parque Catarina Eufémia.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Tracking Poll: PS aumenta vantagem para o PSD, Chega sobe, IL volta a descerCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Líder do CDS-PP diz que PS já está a virar a página do 'Costismo' - RenascençaO líder centrista discursava num jantar-comício num pavilhão desportivo em Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro, iniciativa no âmbito da campanha para as eleições legislativas de domingo.

Cotrim Figueiredo espera que INE não tenha fontes a “alimentar” o PSCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Esta campanha é so ridicula, so a atacar uns e outros. Por isso a abstenção cada dia ira ser maior.

Rui Rio responde que o grande beneficiado pelo crescimento do Chega é o PSEstá xexé 🤣🤮🤣🤮🤣🤮🤣 Aqui está mais uma calinada da imprensa, quer dizer dos mediam : Rio pode recusar estar dependente do Ventura e P.S.D. recusar estar dependente do Chega ! Mete profissionais na difusão de notícias e que profissionais... ...É preciso ter lata.

Pedro Nuno Santos ignora António Costa e centra discurso nas raízes do PSNum discurso repetidamente interrompido por prolongados aplausos, Pedro Nuno Santos foi o único socialista a subir ao palco nesta campanha sem falar de António Costa. De fora do discurso ficaram também os antigos parceiros da “geringonça” (BE e PCP) A foto desmente o título, mas ok. Ignora!............ patético

Rio acusa PS de fazer “campanha negra” após ataque de CostaAs sondagens sugerem uma disputa renhida entre PS e PSD e o discurso agrava-se na reta final da campanha. O PS acusa o PSD de ficar dependente do Chega. O PSD acusa o PS de fazer 'campanha negra'. Menos, sff. Já o maduro costa ficou pendente da extrema esquerda, e agora? 🤡 Costa está enganado, o PSD ficará dependente do PS, mesmo que ele não queira. Será preciso recorda-lo do governo PS de Guterres viabilizado pelo PSD de Marcelo? Costa devia ser um pouco mais decente e honesto.

e receba as informações em primeira mão. Subscrever "O reforço da CDU é uma questão fundamental para impedir o resvalamento do PS, repetindo o que muitas vezes repetiu ao longo da história da nossa democracia, de que é necessário é derrotar a política de direita e não fazer arranjinhos", completou. O líder comunista acrescentou que"os grandes senhores do dinheiro têm medo" da CDU, argumentando que os grandes grupos económicos apenas querem"cercar o povo português dentro do bloco central". No penúltimo dia de campanha para as eleições legislativas de domingo, Jerónimo de Sousa integrou a parte final de um cortejo da CDU que começou na Câmara Municipal do Barreiro, de executivo socialista, e acabou no Parque Catarina Eufémia. "Assim não pode ser, trabalhar e empobrecer", e"precariedade em Portugal é vergonha nacional" foram as principais palavras de ordem do desfile com várias dezenas de apoiantes da Coligação Democrática Unitária. Nos metros finais, uma pequena comitiva do PS com cerca de dez pessoas, optou por interromper a ação de campanha em curso e caminhar pelo passeio. No final, Jerónimo de Sousa referiu que"aqueles que votaram na CDU" há dois anos"pelo menos" ficaram com a garantia de que o voto foi honrado. Partilhar