Inverno poderá piorar a situação humanitária no Afeganistão

Alerta é do Alto Comissário da ONU para os Refugiados.

17/09/2021 02:26:00

Inverno poderá piorar a situação humanitária no Afeganistão

Alerta é do Alto Comissário da ONU para os Refugiados.

Afeganistão, num momento em que o país enfrenta divergências políticas.Numa economia à beira do colapso, em que a larga maioria dos cidadãos não tem sequer dinheiro para garantir refeições, há dois negócios que à primeira vista prosperam no Afeganistão: o das

Baixa do Porto vai ter câmaras de videovigilância de combate ao crime Filipa Martins conseguiu melhor classificação de sempre da ginástica artística portuguesa Pescadores estão a gastar o dobro para encher depósitos das embarcações

bandeiras do Emirado islâmico, que os talibã impuseram após a chegada ao poder, e acomercialização de antenas parabólicas e recetores de satélite.Com programas de entretenimento e informação entretanto proibídos, quem tem 2 mil afghanis, equivalente a cerca de 23 dólares americanos, tenta sintonizar canais estrangeiros.

Com cargos ainda por distribuir,o governo de transição estará a enfrentar violentas divisões internas, ao ponto de o número dois do regime ter sido dado como morto.Com paradeiro desconhecido desde a altura em que foi nomeado vice-primeiro-ministro, corriam rumores de que o mulá Abdul Ghani Baradar, co-fundador do movimento talibã, teria sido assassinado no palácio presidencial. headtopics.com

O desmentido chegou pela voz do próprio."Eu estava a viajar de Cabul, então não tive acesso à media para rejeitar esta notícia.Asseguramos à nação do Afeganistão, aos mujahadeen, aos anciãos e à juventude, que não se preocupem e que não há razão para se preocupar

", disse o vice-primeiro-ministro do Afeganistão, Abdul Ghani Baradar.A luta pelo poder, entre os talibã alegadamente mais moderados e a linha dura que tenta impor um regresso ao passado, revela, segundo alguns analistas, umacrise de liderança e lealdades

, que a morte do fundador do movimento desencadeou.Um mês depois de os radicais terem reconquistado o país,as empresas estão à beira do colapso, os bancos não têm dinheiro, e a comunidade internacional enfrenta um dilema.

“É importante que o país não seja completamente estrangulado. Deve haver maneiras de injetar algum dinheiro na economia afegã. Não questiono, é claro, as medidas que foram tomadas pela comunidade internacional, masdeve haver maneiras de injetar algum dinheiro na economia afegã para que a economia não entre em colapso e para que as pessoas não fiquem numa situação dramática, obrigando provavelmente milhões a fugir, o que seria um desastre terrível para a região headtopics.com

Coreia do Sul lança foguetão espacial mas não consegue colocar carga em órbita Filipa Martins conquista um inédito 7.º lugar no concurso completo dos Mundiais de ginástica artística Condutores buzinaram contra aumento do preço dos combustíveis

”, diz o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres.A conduta, mais do que a palavra, foi desde logo a condição imposta para a ajuda da comunidade internacional ao Afeganistão, masas disputas internas dos últimos dias ainda aumentam mais a desconfiança face aos talibã

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

'É uma fantasia' pensar que a ONU consegue resolver situação no Afeganistão, diz GuterresAs Nações Unidas assumem que farão tudo o que puderem por um país que Guterres diz estar 'à beira de um dramático desastre humanitário' e decidiu envolver os Talibãs para ajudar cerca de 36 milhões de pessoas no Afeganistão. Qualquer organização que não seja incompetente não teria Guterres a liderá-la. A sociedade das nações riu se

Afeganistão: China pede a Washington para libertar fundos afegãos nos EUAZhao Lijan, porta-voz do Ministério dos Negócios Estranjeiros chinês, pediu aos Estados Unidos para libertarem ativos monetários, alegando que 'pertencem aos afegãos'

Trippier abandonou mais cedo o treino do Atlético antes do jogo com o FC PortoLateral inglês saiu com algumas queixas e poderá ser baixa nos colchoneros para o encontro desta quarta-feira

UE anuncia apoio de 100 milhões para o AfeganistãoFome e pobreza afetam cerca de 14 milhões de pessoas no Afeganistão. Não vai resolver o problema! Esperemos que sejam 100M em produtos alimentares europeus... 100 milhões de euros pra ajudar a financiar o terrorismo talibã e o abuso e opressão de mulheres e crianças. Enquanto isso, a Europa quer vacinar seu povo à força e enfrenta desemprego e crise migratória.

União Europeia anuncia apoio de 100 milhões de euros ao AfeganistãoCm ao Minuto - União Europeia anuncia apoio de 100 milhões de euros ao Afeganistão

Equipa de futebol juvenil feminina do Afeganistão foge para o PaquistãoJogadoras da seleção nacional júnior de futebol do Afeganistão atravessaram a fronteira para o Paquistão. Vão ficar em Lahore sob rigorosa segurança durante 30 dias antes de solicitarem asilo a países terceiros