Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigas

Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigas

20/09/2021 11:20:00

Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigas

A possibilidade de extensão do período transitório do Novo Regime de Arrendamento Urbano (NRAU) dos contratos habitacionais anteriores a 1990, foi avançada no final de agosto pela secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves, ao Diário de Notícias e ao Jornal de Notícias, defendendo a AIL que

A Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) defende o prolongamento por mais cinco anos do período transitório para contratos de arrendamento anteriores a 1990, sendo esta uma das medidas que quer ver incluída no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Transportes públicos gratuitos será uma das primeiras medidas de Carlos Moedas Marcelo alerta para “problema enorme” de pobreza ″Devem inquietar-nos os números dos mortos cujos corpos ninguém reclama″

tal extensão deverá ser por mais cinco anos.Recorde-se que este período transitório, criado aquando da entrada em vigor na nova lei das rendas (também chamada de ‘Lei Cristas’), foi inicialmente definido em cinco anos, tendo depois sido aumentado para oito anos e posteriormente para 10 anos.

Entre as medidas que considera que devem integrar o próximo OE, o presidente da AIL, Romão Lavadinho, inclui a redução da taxa do Imposto Municipal sobre os Imóveis (IMI) para “os proprietários que tenham o seu património ao serviço das populações sem qualquer caráter especulativo” ou a criação de um subsídio para famílias, que por terem perdido os seus rendimentos devido à atual crise social e económica causada pela pandemia, não consigam pagar a renda. headtopics.com

Em resposta à Lusa, a AIL coloca ainda no leque de medidas que devem constar do OE2022 o reforço da dotação do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) e soluções que permitam colocar ao serviço das populações o património público e “o que sendo particular esteja degradado ou desabitado”.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Orçamento do Estado. Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigasExtensão do período transitório já tinha sido posta em cima da mesa pela secretária de Estado da Habitação. Este período, criado aquando da entrada em vigor da nova lei das rendas, foi inicialmente definido em cinco anos, tendo depois sido aumentado para oito anos e depois para 10 anos

Concluídas obras de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame em ParisEmmanuel Macron prometeu que reconstrução ficaria pronta dentro de cinco anos, mas o projeto não estará concluído dentro deste período.

Tailândia seduz estrangeiros abastados com vistos de 10 anosTailândia espera atrair um milhão de estrangeiros ricos num prazo de cinco anos para alavancar a economia.

Paulinho sofreu penálti e Porro não falhou: foi assim que o Sporting abriu o marcador na AmoreiraVídeos - Paulinho sofreu penálti e Porro não falhou: foi assim que o Sporting abriu o marcador na Amoreira

O retrato das empresas centenárias portuguesas em seis gráficosPortugal tem 402 empresas com mais de 100 anos de existência. A mais antiga em atividade no país foi criada em 1670.

Governo prevê crescimento da economia acima de 4,5% em 2021'Contamos rever em alta as perspetivas de crescimento económico para este ano e para o próximo ano', diz o ministro das Finanças.