IL apela ao voto porque 'futuro de Portugal depende da escolha de cada português' - SIC Notícias

21/01/2022 21:53:00

IL apela ao voto porque “futuro de Portugal depende da escolha de cada português”

IL apela ao voto porque “futuro de Portugal depende da escolha de cada português”

João Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar. João Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar.

de 30 de janeiro porque o próximo governo está nas “suas mãos”.“Apelo a que todos, todos votem, porque é na mão dos portugueses que está a solução e desenho da próxima solução governativa”, afirmou Cotrim de Figueiredo.

À saída de uma reunião com a Associação da Indústria da Península de Setúbal, o liberal, dirigindo-se ao eleitorado em geral pediu para que se informe bem, escolha e, depois, vote.“Votem na Iniciativa Liberal ou não, mas vão votar”, insistiu.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

Legislativas. João Cotrim Figueiredo diz que PSD 'precisa das ideias novas' da ILChegado ao Parlamento em 2019, a Iniciativa Liberal pretende continuar a crescer. O partido tem a meta de aumentar o grupo parlamentar de um para cinco e atingir a votação de 4,5 por cento a nível nacional. Em 2019, a votação ficou em cerca de um por cento.

IL não discute cargos mas pisca o olho às pastas de Economia e Saúde

Rio admite dar pasta da Defesa ao CDS e outra à ILMaravilha ! Antes das eleições ficamos a saber que tachos o PSD( se tiver hipoteses de formar governo ) tem para a troca ... Estou esclarecido. Por mim as eleições, podem ser jhole !

Francisco Rodrigues dos Santos quer ir a zoo com o PAN. E prefere Livre no Parlamento (a ler programa da IL) - RenascençaO presidente do CDS esteve a responder às perguntas dos mais jovens. Líder dos centristas confessa ser fã de Harry Potter, bom na cozinha e amante de Londres.

Legislativas. IL não discute cargos, mas diz-se forte na saúde e economia

eleições legislativas de 30 de janeiro porque o próximo governo está nas “suas mãos”.VER MAIS A RTP falou com João Cotrim Figueiredo, para quem o"ímpeto reformista que o PSD em tempos já teve, hoje não tem", pelo que"precisa da determinação, das ideias novas e da coragem da Iniciativa Liberal para voltar a ser capaz de executar as reformas de que o país precisa para crescer".PSD O presidente da Iniciativa Liberal (IL) considerou que a discussão de cargos ou pastas num futuro Governo é uma "preocupação secundária".Iniciativa Liberal O presidente do PSD admitiu esta quinta-feira que, num eventual Governo de centro-direita saído das próximas eleições legislativas, no dia 30, a pasta da Defesa possa ser atribuída ao CDS-PP, como defendeu Francisco Rodrigues dos Santos, e não exclui a Iniciativa Liberal das negociações.

“Apelo a que todos, todos votem, porque é na mão dos portugueses que está a solução e desenho da próxima solução governativa”, afirmou Cotrim de Figueiredo. À saída de uma reunião com a Associação da Indústria da Península de Setúbal, o liberal, dirigindo-se ao eleitorado em geral pediu para que se informe bem, escolha e, depois, vote. pub. “Votem na Iniciativa Liberal ou não, mas vão votar”, insistiu. O liberal adiantou, porém, ter muitas pessoas no partido com muitas competências em muitas áreas, nomeadamente na Economia, Saúde, Administração Interna e Modernização Administrativa. “O futuro de Portugal depende da escolha de cada português, portanto, é importante que cada um exerça esse seu direito de voto, sobretudo agora”, considerou. Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar..

Voto antecipado Já sobre o total de 315. E questionou: "Vocês já nos viram discutir ou exigir cargos para alguma coisa?".785 eleitores que se inscreveram para votar antecipadamente em mobilidade no domingo nas eleições legislativas, segundo dados do Ministério da Administração Interna (MAI) hoje divulgados, o liberal espera que esse número não seja “sinal de abstenção”. “Não é, de facto, um bom sinal, mas espero que não seja um indicador direto que vai haver menos afluência às urnas”, sublinhou. Na quarta-feira, o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna considerou que o número de eleitores inscritos para votarem antecipadamente em mobilidade a 23 de janeiro está “muito aquém das estimativas da administração eleitoral”. Cotrim Figueiredo mostrou-se satisfeito com esta posição, considerando que a mesma demonstra que o PSD reconhece o trabalho e o crescimento da IL. Nas anteriores legislativas, em 2019, mais de 50.

000 eleitores votaram antecipadamente, uma semana antes das eleições, enquanto nas presidenciais de 2021, já durante a pandemia de covid-19, 197.903 portugueses exerceram o seu direito uma semana antes da data do ato eleitoral. Mais de 10 milhões de eleitores residentes em Portugal e no estrangeiro constam dos cadernos eleitorais para a escolha dos 230 deputados à Assembleia da República. Saiba mais: .