Serviço Nacional De Saúde, Saúde, Hospitais, Ministério Da Saúde, Médicos, Ordem Dos Médicos, Castelo Branco

Serviço Nacional De Saúde, Saúde

Hospital de Castelo Branco tem 92 médicos. Precisa de mais 44 para funcionar adequadamente, diz Ordem

Serviço Nacional de Saúde: Hospital de Castelo Branco tem 92 médicos. Precisa de mais 44 para funcionar adequadamente, diz Ordem

27/10/2021 18:42:00

Serviço Nacional de Saúde: Hospital de Castelo Branco tem 92 médicos . Precisa de mais 44 para funcionar adequadamente, diz Ordem

A idade média dos clínicos é de 51 anos, o que significa que uma parte destes profissionais pode, por lei, pedir dispensa de realizar uma parte ou a totalidade das urgências.

Manuel RobertoO Hospital Amato Lusitano em Castelo Branco tem actualmente 36 médicos tarefeiros no serviço de urgência e precisa de mais 44 médicos para “funcionar adequadamente”, alertou esta quarta-feira o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), após uma reunião com o conselho de administração, direcção clínica e directores dos serviços de urgência, pediatria e medicina interna. A unidade tem 92 clínicos, com uma média de idades de 51 anos. A lei permite que a partir dos 50 anos os médicos possam pedir dispensa de realizar urgências nocturnas e a partir dos 55 todo o tipo de urgências.

Ómicron expande-se Boris pede desculpa por vídeo polémico, mas nega festa em Downing Street Gonzalo Plata sofre acidente de madrugada e acusa o dobro do permitido no teste de álcool

“Nós percebemos nesta reunião que, efectivamente, havia grandes dificuldades, que têm sobretudo a ver com os recursos humanos médicos. E foi-nos dado aqui um número que é preocupante. Para o hospital seriam necessários 44 médicos para funcionar adequadamente, para suprir algumas das suas dificuldades, não todas as suas dificuldades.

Este é um número mínimo para o funcionamentodeste hospital”, afirmou o presidente da SRCOM. Carlos Cortes avançou ainda que o serviço de urgência “tem à volta de 36 prestadores de serviço”.Em resposta ao PÚBLICO, a um pedido de retrato do Hospital Amato Lusitano, que está integrado na Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, a administração adiantou, em resposta por escrito, que “conta com 92 médicos”, dos quais 45 são homens e 47 mulheres. No que respeita aos horários, 89 destes profissionais trabalham em tempo integral, estando três em horário parcial. “A média geral de idades dos clínicos é de 51 anos, sendo que as médicas se situam no grupo etário médio de 47 anos e os médicos nos 56 anos”, o que significa que uma parte destes profissionais pode, por lei, pedir dispensa de realizar uma parte ou a totalidade das urgências. headtopics.com

Já no que diz respeito à enfermagem, o hospital “conta com 413 profissionais, sendo 322 mulheres e 91 homens”, respondeu a administração. “Do total de enfermeiros, 402 (88 homens e 314 mulheres) estão em regime de tempo integral e 11 (3 homens e 8 mulheres) têm o regime de tempo parcial. A média geral de idades dos enfermeiros é de 44 anos, sendo que entre as enfermeiras essa média é de 44 anos e a do género masculino de 43 anos.”

Questionada sobre as necessidades de profissionais e quais as especialidades mais deficitárias, a administração disse que “o número de médicos e enfermeiros, incluindo os prestadores de serviços, ainda que com o necessário empenho e esforço dos profissionais, consegue dar resposta às necessidades, não descurando nunca a segurança e o bem-estar dos utentes”. “Das especialidades que têm obrigatoriedade de fazer serviço de urgência, em presença física, sente-se maior dificuldade em medicina interna, ginecologia/obstetrícia, pediatria, anestesiologia e ortopedia”, acrescentou.

Novas visitas ao hospitalEstas são algumas das especialidades que vão ser alvo de novas visitas da Ordem dos Médicos. “Detectámos aqui algumas dificuldades em alguns serviços: na medicina interna, pediatria, na ginecologia obstetrícia e serão todos serviços que serão objecto de uma visita mais aprofundada da Ordem dos Médicos, inclusivamente com a presença dos colégios da especialidade”, frisou

Carlos Cortes, referindo que o objectivo das visitas será avaliar as condições da prestação dos cuidados de saúde à população e a capacidade formativa do hospital.“Devo dizer que este hospital é paradigmático daquilo que o Ministério da Saúde está a fazer de errado no Serviço Nacional de Saúde”, acusou o presidente da SRCOM, adiantando que o hospital tem 12 assistentes graduados seniores (topo da carreira médica). “Num diploma recente do Ministério da Saúde, em que abriram 250 vagas de assistente graduado sénior para todo o país, este hospital solicitou a abertura de 12 vagas. Destas 12, o Ministério da Saúde atribuiu zero. Isto diz muito, infelizmente, das intenções em resolver os problemas dos hospitais que têm dificuldades”, sustentou. headtopics.com

Vacinação das crianças deve começar pelos de 11 anos e ser descendente, diz Costa Covid-19. ACNUR defende que vacinação forçada é inaceitável, mas quer multas para quem recusar 'Vale a pena vacinar as crianças entre os cinco e os 11 anos' Consulte Mais informação: Público »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

COP26. Rainha Isabel II cancela presença devido a conselho médicoRainha voltou a trabalhar na segunda-feira, realizando audiências virtuais no Castelo de Windsor pela primeira vez após pernoitar uma noite no hospital e receber conselho médico para descansar

PSP apreendeu 13 quilos de haxixe e deteve dois homens em Castelo BrancoA PSP apreendeu 13 quilos de haxixe, cinco quilos de liamba, além de outras quantidades e tipos de estupefacientes, e deteve dois homens, em Castelo Branco .

PSP apreende 13 quilos de haxixe e detém dois homens em Castelo BrancoComando Distrital da polícia refere que foi a 'maior apreensão de droga' que fizeram.

Mais de metade dos chefes de equipa da urgência do Hospital de Braga demite-seMédicos demitiram-se “para exigir melhores condições de assistência e para evitar o colapso do serviço de urgência”, de acordo com o Sindicato Independente dos Médicos, que defende que sejam apresentadas “soluções” e criadas “alternativas”. Hospital garante que serviço de urgência “mantém o normal funcionamento”

Portugal tem mais de 8,8 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19A região Norte continua a liderar no processo de vacinação contra o vírus SARS-CoV-2, uma vez que conta com 88% da população inoculada, de acordo com o relatório semanal da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta terça-feira.

Siza Vieira distinguido com o prémio ″Personalidade do Norte″Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte diz que arquiteto tem um percurso de valor excecional.