Caso Maddie

Caso Maddie

Homem preso na Alemanha é novo suspeito no caso de Madeleine McCann

Caso Maddie: Homem preso na Alemanha é novo suspeito no caso de Madeleine McCann

03/06/2020 21:26:00

Caso Maddie : Homem preso na Alemanha é novo suspeito no caso de Madeleine McCann

Recluso de 43 anos é agora o foco da investigação da Scotland Yard. Maddie desapareceu há 13 anos.

A polícia britânica, em simultâneo com a polícia alemã, lançou esta quarta-feira um apelo público de informação sobre este homem, suspeito de envolvimento no desaparecimento da criança inglesa em Portugal em 2007.

Mortos e pessoas inventadas. Justiça só ainda aceitou 3,2% das assinaturas para o partido de Bolsonaro Autoridades confirmam que corpo encontrado em lago é da atriz Naya Rivera Governo e parceiros sociais debatem apoios à retoma

O homem, actualmente a cumprir pena de prisão na Alemanha (por motivos não revelados), terá vivido no Algarve durante períodos entre 1995 e 2007 e registos telefónicos colocam-no na área da Praia da Luz no dia em que a criança inglesa desapareceu. 

A Metropolitan Police, que está a investigar o desaparecimento numa investigação designada porOperação Grange, identificou uma carrinha caravana branca de marca Volkswagen que o suspeito, que não foi identificado, usou para viver e também um automóvel Jaguar ao qual teria acesso. O suspeito transferiu a carrinha para o nome de outra pessoa no dia seguinte ao desaparecimento de Maddie, noticia a BBC.

A polícia identificou também dois números de telemóvel, um usado pelo suspeito e que terá recebido uma chamada entre as 19h32 e 20h02 de 3 de Maio na zona da Praia da Luz, e outro que iniciou o telefonema e que poderá ser uma “testemunha altamente significativa”. 

A polícia Bundeskriminalamt (BKA) também vai emitir um apelo público na estação de televisão ZDF.O subcomissário Adjunto da Metropolitan Police, Stuart Cundy, disse esta quarta-feira que o suspeito passou a interessar aos investigadores na sequência de um apelo público em 2017, no âmbito do 10.º aniversário do desaparecimento. 

“O nome deste homem era conhecido da nossa investigação. Não vou dar detalhes sobre como era conhecido, mas já era conhecido antes de recebermos informação nova em 2017. Desde então temos continuado a trabalhar de forma muito próxima com colegas em Portugal e na Alemanha”, afirmou. 

Este homem é a actual linha de investigação da polícia britânica, que chegou a identificar 600 “pessoas de interesse” e outros quatro suspeitos, que foram descartados após serem interrogados buscas realizadas em terrenos em Portugal. 

Graffiti do movimento Black Lives Matter em frente à Torre Trump foi vandalizado Benfica angaria 50 milhões de euros em empréstimo obrigacionista Assinaturas de mortos e de eleitores fictícios na formação do novo partido de Bolsonaro

“Temos boas relações com os colegas em ambos os países. E sei que estamos todos determinados em saber o que aconteceu e ver se este homem esteve envolvido no desaparecimento da Madeleine ou não”, vincou. O melhor do Público no email

Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.Subscrever×Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer 4 anos, em 3 de Maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora despendido perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros). 

A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria-Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat. 

Consulte Mais informação: Público »

Se isto for verdadeiro. Temos uma falha brutal na investigação por parte da PJ. Um criminoso estrangeiro, pelos vistos pedófilo, completamente à vontade no Algarve. Os traf. do norte europeu passeiam-se à vontade no sul de Espanha e Portugal por esta submissão às cabeças loiras Os pais são culpados, deixaram 3 (três) bebés ao abandono. Não entendo levaram todo o jantar a ir e vir. Mentirosos

Pais assassinos e polícia de Portugal incompetente. Acabou-se o guito... Há que retomar a novela. Melhor arranjar um suspeito qualquer antes que Anonymous vazem que ela foi sacrificada pelos satanistas da Op Death eaters. Não adianta. A verdade vai aparecer. thenewmariana corre aqui smellingyardley Deus ajude a encontrá-la🙏🏼🙌🏼

Camon Maddie reveal yourself abcarolinda let_iev maanselmo_ _tsn_eto ja a miuda ta com os ossos em pó e estes pais atrasados mentais andam a querer meter mais 1 milhao ou 2 nos bolsos e foram eles que a mataram 🤦🤦🤦 Grande treta Para os Ingleses são todos suspeitos menos os pais... Não podem dar o braço a torcer...

Isso é a polícia alemã e a PJ a quererem meter mais algum no bolso !continuo a dizer que foram os pais que mataram a miúda ! Finalmente já encrontaram o suspeito Wtf ainda está a dar essa moça Isso já aconteceu a MT tempo em Portugal jaccguerreiro comenta 🙏🏻 2020 ❤️ Deixem a alma da miuda em paz.Já sabemos o que aconteceu.

Venha la mais um milhão de libras para o casalinho....

Homem detido em Penafiel por agredir mulher e filha adolescenteA GNR de Penafiel informou ter detido um homem de 48 anos, naquele concelho do distrito do Porto, por agredir a mulher e uma filha adolescente.

Mulher esfaqueia homem após passarem noite juntos em SetúbalPortugal - ALERTA CM | Mulher esfaqueia homem após passarem noite juntos em Setúbal. Vítima em estado grave

Polícia de Seattle detém homem e populares gritam desesperados: «Tira o joelho do pescoço dele!»Vídeos - Polícia de Seattle detém homem e populares gritam desesperados: «Tira o joelho do pescoço dele!»

Homem ferido com gravidade em acidente de trabalho em SinesAcidente ocorreu na sequência de uma queda da caixa de carga de uma carrinha.

Homem de 65 anos morre atropelado por comboio no BombarralVítima estava a atravessar a linha quando foi colhida pela composição. Linha do Oeste cortada.

Homem condenado a 24 anos de prisão por crimes sexuais agravados nos AçoresEntre os crimes estão o de violação agravada, um crime de ofensa à integridade física qualificada e um de perseguição.