Hino dos dragões perdeu a voz: faleceu Maria Amélia Canossa (FC Porto)

26/01/2022 03:54:00

Bola, Benfica

A BOLA , toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.

RedaçãoO hino e marcha do FC Porto perdeu a sua voz. Maria Amélia Canossa faleceu esta terça-feira contava 89 anos, com o clube a deixar uma mensagem de pesar nas suas redes sociais: «A voz de todos nós vai ouvir-se eternamente. Estamos muito mais pobres, mas seguiremos a cantar: Porto! Porto! Porto! Porto! Até sempre, Maria Amélia Canossa! A voz de todos os Dragões.»

Nascida em 1933, no Porto, cidade onde viveu grande parte da sua vida, a cantora cedo se ligou ao emblema da cidade, gravando a 31 de março de 1952, no Teatro S. João, de madrugada, o disco intitulado ‘Maria Amélia Canossa - Hino e Marcha do Futebol Clube do Porto’, em que a artista é acompanhada pela Orquestra Ligeira da Emissora Nacional e pelo Sexteto Vocal Masculino, dirigidos por José Calvário, e no qual interpreta as canções que foram decretadas como os hinos oficiais do FC Porto. O mais conhecido é da autoria de António Figueiredo e Melo, com letra de Heitor de Campos Monteiro.

Consulte Mais informação:
A BOLA »

Morreu Maria Amélia Canossa, a voz do hino do FC Porto - RenascençaA cantora encontrava-se a viver num lar de repouso, em Mafra. Em comunicado, o FC Porto dá 'as mais sentidas condolências' a familiares e amigos.

Faleceu Maria Amélia Canossa, intérprete do hino do FC PortoA cantora natural da cidade do Porto faleceu aos 88 anos, tendo passado os últimos tempos da sua vida numa casa de repouso em Mafra.

Uma voz que será eterna no Dragão: morreu Maria Amélia Canossa, intérprete do hino do FC PortoNasceu no Porto , chegou a praticar ginástica e natação nos dragões, tornou-se conhecida entre os azuis e brancos sobretudo depois da interpretação do hino e da marcha do clube. Tinha 88 anos.

Morreu a voz do hino e da marcha do F. C. PortoA cantora Maria Amélia Canossa morreu esta terça-feira, aos 88 anos. A artista notabilizou-se como intérprete do hino e da marcha do F. C. Porto . stvrngabyss

Cláudio Ramos explica motivo da ausência de Maria Cerqueira Gomes no 'Dois às 10'Claudio Ramos apresentou a solo o matutino da TVI de hoje. Maria Botelho Moniz continua em isolamento profilático após o namorado ter testado positivo à

Luísa Castel-Branco faz Maria Cerqueira Gomes passar por momento embaraçoso em diretoLuísa Castel-Branco faz Maria Cerqueira Gomes passar por momento embaraçoso em direto TVI Doisàs10 LuísaCastelBranco MariaCerqueiraGomes

Por Redação O hino e marcha do FC Porto perdeu a sua voz.A cantora Maria Amélia Canossa, conhecida por cantar o hino do FC Porto, faleceu esta terça-feira, aos 88 anos, segundo anunciou o clube azul e branco, em comunicado oficial.+ O FC Porto está de luto com o falecimento de Maria Amélia Canossa, intérprete do seu hino oficial.Fábio Poço Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Maria Amélia Canossa faleceu esta terça-feira contava 89 anos, com o clube a deixar uma mensagem de pesar nas suas redes sociais: «A voz de todos nós vai ouvir-se eternamente. Estamos muito mais pobres, mas seguiremos a cantar: Porto! Porto! Porto! Porto! Até sempre, Maria Amélia Canossa! A voz de todos os Dragões. Nascida em outubro de 1933, Maria Amélia Canossa teve uma carreira musical com muitos êxitos entre os anos 40 e os anos 60.» Nascida em 1933, no Porto, cidade onde viveu grande parte da sua vida, a cantora cedo se ligou ao emblema da cidade, gravando a 31 de março de 1952, no Teatro S. O FC Porto sempre fez parte da sua vida e foram muitas as vezes que marcou presença em momentos importantes do clube, sempre muito acarinhada por Pinto da Costa e pela generalidade dos adeptos do FC Porto. João, de madrugada, o disco intitulado ‘Maria Amélia Canossa - Hino e Marcha do Futebol Clube do Porto’, em que a artista é acompanhada pela Orquestra Ligeira da Emissora Nacional e pelo Sexteto Vocal Masculino, dirigidos por José Calvário, e no qual interpreta as canções que foram decretadas como os hinos oficiais do FC Porto. A cantora"deu a cara e a voz nos espetáculos de angariação de fundos para a construção do Estádio das Antas, que tiveram lugar na nave central do Palácio de Cristal, e foi aí que germinou a Marcha do FC Porto, de que também é intérprete", conta o FC Porto, em comunicado. O mais conhecido é da autoria de António Figueiredo e Melo, com letra de Heitor de Campos Monteiro. Porque esse, nas Antas ou no Dragão, está lá sempre.

«Queria um hino que, aos primeiros acordes, fosse um hino vencedor. Tópicos. Que até os jogadores, ao entrarem em campo, sentissem um impulso que lhes desse força e um hino que transbordasse poder», disse Maria Amélia Canossa sobre o tema, numa entrevista em 2009. A voz de todos nós vai ouvir-se eternamente. Estamos muito mais pobres, mas seguiremos a cantar: Porto! Porto! Porto! Porto! Até sempre, Maria Amélia Canossa! A voz de todos os Dragões. . Tinha 88 anos.