Há quase 20 anos que as famílias não gastavam tanto em carros, mobília, computadores e telemóveis

Há quase 20 anos que as famílias não gastavam tanto em carros, mobília, computadores e telemóveis

30/11/2020 20:15:00

Há quase 20 anos que as famílias não gastavam tanto em carros, mobília, computadores e telemóveis

No terceiro trimestre, as despesa de consumo final das famílias residentes em Portugal em bens duradouros atingiu 3182,6 milhões de euros, o valor mais elevado desde o final do ano 2000. Consumo privado foi um dos pilares da recuperação da economia portuguesa durante o Verão

JornalistaDepois de semanas fechadas em casa, em março e abril, por causa da pandemia de covid-19, o desconfinamento de muitas famílias portuguesas durante o Verão ficou marcado pela aquisição de bens duradouros, como automóveis, mobília, computadores ou telemóveis. É isso que indicam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a evolução da economia portuguesa no terceiro trimestre do ano, publicados esta segunda-feira.

Sara Sampaio atacada no Twitter por criticar André Ventura Covid-19. Costa revela que há 13 escolas encerradas devido a surtos ''Por favor, ajudem-nos todos!''. O apelo da ministra da Saúde

Artigo Exclusivo para assinantesNo Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente Consulte Mais informação: Expresso »

Compraram carros porque têm mais tempo para os adorar na garagem. Os milagres do socialismo, viver do consumo e de dívida