Há 4 meses que Portugal não registava tantos casos de covid-19 num só dia

24/11/2021 17:18:00

O último balanço da DGS.

Portugal com mais 17 mortes e 3.773 novos casos de covid-19 em 24 horas

O último balanço da DGS.

O boletim da DGS revela que, mais 12 em relação a terça-feira., fazendo subir para 1.063.689 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020., mais 2.296 relativamente ao dia anterior.

A vacinação contra a covid-19 de crianças menores de 12 anos, sobre a qual a Agência Europeia do Medicamento deverá pronunciar-se na quinta-feira, continua a dividir as opiniões médicas e científicas.(298 casos por cem mil habitantes),

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

Portugal, had the advantage of being able to avoid a lockdown, because the outbreak is slower than most other countries, thanks to vax,giving time to prepare necessary curbs to upend the deterioration of its epidemiological status. However, Portugal has been slacking off. Pity.

Portugal regista mais de três mil casos de covid-19 esta quarta-feira

Portugal é o sétimo país da UE com menos novos casos e mortes por covid-19Portugal é o sétimo país da União Europeia com o menor número de mortes e de novos casos diários de infeção por SARS-CoV-2 por milhão de habitantes, segundo o site estatístico Our World in Data.

Portugal soma 1.475 casos de covid-19 e 18 mortes nas últimas 24 horasPortugal soma soma 1.475 casos de covid-19 e 18 mortes nas últimas 24 horas, revela o boletim diário da DGS.

Covid-19 provocou mais 18 vítimas mortais em Portugal, o valor mais elevado desde agosto

Bloco de Esquerda quer SNS reforçado para poder responder ao aumento de casos de Covid-19Catarina Martins expressou grande preocupação face às atuais condições do SNS. No entender da líder bloquista 'é preciso um reforço claro dos meios das condições dos profissionais do SNS para que respondam a esta onda de crescimento de casos' de Covid-19. Estiveste 6 anos no governo e nada fizeste Mas não foi o BE que não possibilitou isso, ao chumbar o OE?... Ignorância ou hipocrisia?...

França ultrapassa os 30 mil casos diários de covid-19França ultrapassou esta terça-feira, pela primeira vez desde agosto, 30 mil casos diários de infeção por covid-19, indicaram as autoridades de saúde do país, na véspera de o Governo reunir um comité ministerial para avaliar se são necessárias novas medidas. PassSanitairedelahonte JORNALIXO a justificar a sua parasitagem!!!!

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 18.Ministério da Saúde A ministra da Saúde, Marta Temido, revelou que Portugal registou esta quarta-feira mais de três mil casos de covid-19 e alertou que o país tem pela frente “mais um inverno com lutas e desafios”: "Portugal tem hoje mais de 3 mil novos casos de infeção como brevemente será conhecido", afirmou na audição da Comissão de Saúde sobre o Centro Hospitalar de Setúbal.Desde a semana passada, a situação epidemiológica piorou ligeiramente e o país apresenta agora uma média diária de 208 casos, contra a anterior de 140 casos, passando de sexto para sétimo país da UE com menos novos casos.Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante Portugal regista mais 1.

370 mortes e 1.130. "A resposta do SNS é aquilo que nos une", sublinhou.091 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando ativos 48. Estes estados-membros encabeçam também a lista dos cinco países com maior média de novos casos diários na última semana no mundo, situando-se a média mundial nos 69 casos.032 casos, 2.203 casos.262 em relação a terça-feira.  Lisboa e Vale do Tejo concentra o maior número de infeções (497), seguido pela região Norte (470).

O boletim da DGS revela que estão internados 681 doentes cuidados intensivos estão 105 doentes , mais 12 em relação a terça-feira. PUB Na ponta oposta, a lista de países com maior número de mortes diárias é liderada pela Bulgária (20,18), seguida da Croácia (14,77), Letónia (14,39), Roménia (14,39), e Hungria (13,54) A média europeia deste indicador é 3,67 e a mundial é 0,91. Os dados indicam ainda que mais 1.494 doentes foram dados como recuperados , fazendo subir para 1.063.689 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020. Estes dois indicadores registaram uma nova subida.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 49.654 contactos , mais 2.296 relativamente ao dia anterior. Em atualização Covid-19: vacinação de crianças menores de 12 anos continua a dividir opiniões A vacinação contra a covid-19 de crianças menores de 12 anos, sobre a qual a Agência Europeia do Medicamento deverá pronunciar-se na quinta-feira, continua a dividir as opiniões médicas e científicas. Segundo o último relatório de monitorização das linhas vermelhas para a covid-19, do Instituto Nacional de Saúde Dr.  (notícia atualizada às 15h26).

Ricardo Jorge, "o grupo etário com incidência cumulativa a 14 dias mais elevada" são as crianças com menos de 10 anos (298 casos por cem mil habitantes), que"não são elegíveis para vacinação" . Perante o aumento do número de casos, volta o debate sobre o alargamento da vacinação às crianças com menos de 12 anos (entre 11% e 12% da população nacional). Até agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) tem assinalado que "não adianta vacinar crianças quando há profissionais de saúde, idosos e pessoas de alto risco no mundo que ainda estão à espera da primeira dose" . De visita a Lisboa, a 19 de outubro, o diretor regional para a Europa da OMS, Hans P. Klüge, admitia que a decisão de vacinar as crianças abaixo dos 12 anos demoraria"um pouco" , dado que"as evidências ainda não são robustas o suficiente".

Entre os especialistas portugueses, as opiniões dividem-se : de um lado, profissionais como o epidemiologista Henrique Barros ou o perito em saúde pública Francisco George defendem a vacinação das crianças com menos de 12 anos, mal a segurança e a eficácia da vacina estejam comprovadas cientificamente , como"medida fundamental de proteção". , Jorge Amil Dias, presidente do Colégio da Especialidade de Pediatria da Ordem dos Médicos, tem manifestado reservas ao alargamento da vacinação , considerando que"ainda não há evidência que [o] justifique". Canva A Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) anunciou a 18 de outubro que começaria a avaliar a administração da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer/BioNTech (atualmente autorizada em pessoas com 12 ou mais anos), em crianças entre os 5 e os 11 anos . Outras duas vacinas para crianças abaixo dos 12 anos estão já a gerar dados : Spikevax (Moderna) e Vaxzevria (AstraZeneca). O parecer da EMA deve ser conhecido na quinta-feira e será depois transmitido à Comissão Europeia , que emitirá uma decisão final.

Saiba mais: .