António Guterres, Onu, Nova Iorque, Marcelo Rebelo De Sousa, Assembleia Geral Das Nações Unidas, Conselho De Segurança Das Nações Unidas, Estados-Membros, Organizações İnternacionais

António Guterres, Onu

Guterres é hoje empossado para segundo mandato à frente da ONU com presença de Marcelo

Sociedade - Guterres é hoje empossado para segundo mandato à frente da ONU com presença de Marcelo

18/06/2021 09:13:00

Sociedade - Guterres é hoje empossado para segundo mandato à frente da ONU com presença de Marcelo

Final do segundo mandato assinalará 10 anos desde que António Guterres tomou posse como secretário-geral da ONU , em dezembro de 2016.

António GuterresFOTO: ReutersO secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, presta esta sexta-feira juramento e toma posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

PR no Brasil. Marcelo encontrou-se com Lula da Silva, mas não revelou teor da conversa Em Moura, chamaram “fascista” e “racista” a André Ventura. “Há um Partido Socialista que fica a sorrir”, reagiu o líder do Chega Políticos mantêm férias ″cá dentro″, do Algarve a Viana do Castelo

Desta forma, a Assembleia Geral, onde o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa fará também uma intervenção, aprova a recomendação do Conselho de Segurança, definida e adotada a 08 deste mês por unanimidade, para a recondução de António Guterres, numa sessão marcada para as 09:00 locais (14:00 em Lisboa).

"Está previsto que [Marcelo Rebelo de Sousa] profira uma intervenção na sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas que confirmará a designação do secretário-geral português para um segundo mandato à frente da ONU", indicou a Presidência da República numa nota publicada quarta-feira no seu site oficial. headtopics.com

Segundo a mesma nota, durante a estada de um dia em Nova Iorque, o Presidente português manterá vários encontros bilaterais, incluindo com o secretário-geral, António Guterres, e com o presidente da 75.ª Sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, o turco Volkan Bozkir.

Depois de a Assembleia Geral proceder à aprovação e confirmação formal da escolha, António Guterres vai tomar posse como secretário-geral pela segunda vez, para um mandato até final de 2026.O final do segundo mandato assinalará 10 anos desde que António Guterres tomou posse como secretário-geral da ONU, em dezembro de 2016.

A 08 deste mês, o Conselho de Segurança das Nações Unidas, com 15 Estados-membros, aprovou por unanimidade um documento que seguiu para a Assembleia Geral, de 193 Estados-membros, para recomendar a recondução de António Guterres no cargo de secretário-geral.

A recandidatura de António Guterres, para que o antigo primeiro-ministro português e antigo alto-comissário da ONU para os Refugiados se disponibilizou no início deste ano, foi oficialmente anunciada pelo Governo português a 24 de fevereiro, com uma carta assinada pelo atual chefe de Governo, António Costa, e endereçada aos dois órgãos da ONU. headtopics.com

Quantos patos vê? O enigma que se está a tornar viral na Internet Vacinados podem ter a mesma quantidade de vírus que os não vacinados Fábrica de carros de Mangualde cresce na pandemia

Em março, António Guterres divulgou a sua visão para um segundo mandato e, a 07 de maio, apresentou-se para uma sessão de diálogo informal na Assembleia Geral, onde respondeu a perguntas dos Estados-membros e sociedade civil sobre como pretende dirigir as Nações Unidas nos próximos cinco anos e onde ouviu elogios vindos de representantes dos mais variados países pelo seu primeiro mandato.

Na altura, o secretário-geral propôs-se continuar no cargo como"construtor de pontes" e"intermediário honesto", com o objetivo de enfrentar"riscos existenciais", como a crise climática, degradação ambiental, desigualdades, ciberataques, proliferação nuclear, ou violações de direitos humanos.

"O secretário-geral sozinho não tem todas as respostas, nem procura impor seus pontos de vista", afirmou António Guterres em maio, defendendo o apoio mútuo entre a ONU e os 193 Estados-membros, posicionando-se como"convocador, um mediador, um construtor de pontes e um intermediário honesto" para ajudar a encontrar"soluções que beneficiem a todos".

Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

Somos os maiores... Banana. O fantoche da esquerda rançosa e dos regimes ditatoriais Que fez Guterres alem d apoiar os globalistas? Afinal, q fez Guterres além d apaparicar os grandes? Gostaria que Marcelo tivesse uma “boa” conversa com Guterres sobre o 25 de Abril, e o que eso significou para todos os portugueses, e o exemplo que foi para o mundo. É assim relembraram aqueles dias, o que cada um fez pela causa da liberdade E só, isso que le pido. 🇵🇹🌟🌟🌟’s⚡️🐍

António Guterres é reconduzido como secretário-Geral da ONU na sexta-feira

A seca pode vir a ser a “próxima pandemia”, alerta a ONURelatório das Nações Unidas lança o aviso: a seca e a escassez de água estão na iminência de afectar o globo de forma sistémica. Entre 1998 e 2017, pelo menos 1,5 mil milhões de pessoas foram afectadas directamente pela seca.

António Guterres é reconduzido como secretário-Geral da ONU na sexta-feira

Aos 100 dias do segundo mandato, o “activismo presidencial” está a aumentarOs “casos” dos últimos três meses podem fazer crer que o Presidente da República já está a ter outra atitude com o Governo, mas Marcelo não mudou de estilo. A conjuntura é que se alterou, analisam cientistas políticos.

Marcelo faz intervenção nas Nações Unidas no dia da posse de GuterresEstá previsto que o Presidente da República profira uma intervenção na sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas. Um português inútil. Ou dois? 😂😂😂😂😂😂😂😂

Autárquicas: Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do PortoSegundo os liberais, o executivo liderado por Rui Moreira nos últimos dois mandatos 'demonstrou estar verdadeiramente interessado nas preocupações dos munícipes, com uma visão dinâmica, inovadora e liberal para o Porto'.