Grandes aceleram para segurar craques em fim de contrato

03/12/2022 14:56:00

Grandes aceleram para segurar craques em fim de contrato

Grandes aceleram para segurar craques em fim de contrato

Benfica e F. C. Porto têm mais casos pendentes. Jogadores podem decidir o próprio futuro a partir de janeiro.

Dezembro afigura-se como o derradeiro mês em que as sociedades desportivas poderão encetar a renovação de contrato com futebolistas em final de contrato, sem correrem o risco de os visados escolherem o próprio futuro.@maisfutebol O Óquei de Barcelos é o novo líder do campeonato nacional de hóquei em patins, depois de vencer o Benfica, que liderava a prova, em casa por 3-2.@maisfutebol A equipa do FC Porto prosseguiu esta sexta-feira, no Olival, a preparação para a deslocação a Chaves para o jogo da segunda jornada do Grupo A da Taça da Liga que está marcado para a próxima quinta-feira (19h00).Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante No jogo de cartaz da 7.

A partir de janeiro, quem expirar o vínculo no fim de junho passa a ser livre de assinar por outro clube.Relacionados.Lucas Ordoñez voltou a empatar o jogo para o Benfica, mas aos 38m Luís Querido bisou e deu o triunfo à equipa da casa.

Consulte Mais informação:
Jornal de Notícias »
Loading news...
Failed to load news.

Óquei Barcelos vence Benfica e é o novo líder, FC Porto também ganhaMinhotos roubam a liderança ao às águias

FC Porto: Conceição «reforça» grupo com quatro jogadores da equipa BRoko Runje, Vasco Sousa, Abraham Marcus e Wendel Silva integrados na preparação para a deslocação a Chaves

OC Barcelos bate Benfica e sobe à liderançaHóquei em Patins - OC Barcelos bate Benfica e sobe à liderança

0:59 — Quais são as seleções do Mundial com mais jogadores nascidos no estrangeiro?

Futsal: Silvestre desfalca Benfica por lesão nos próximos temposInternacional português sofreu rotura do menisco externo

Vertonghen: «Tenho saudades do Benfica»Central belga diz que os encarnados «estão a ter uma grande época» e considera que Schmidt foi «a escolha certa»