Montepio, Banca, Banco, Dinheiro, Dinheiro Vivo

Montepio, Banca

Governo em silêncio sobre o Montepio

Governo em silêncio sobre o Montepio

30/09/2020 09:03:00

Governo em silêncio sobre o Montepio

Plano agressivo de despedimentos e eventual impacto de notícia sobre fusão do Montepio com o BCP passa ao lado da tutela. Mutualista garante que subscrição de produtos de poupança não está a ser afetada.

SubscreverA Mutualista é também supervisionada pela ASF - Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões. Ontem, em audição no Parlamento, a presidente da ASF, Margarida Corrêa de Aguiar, indicou que já está a analisar o plano de convergência que a Mutualista entregou ao regulador com vista à integração com o regime da atividade seguradora, que só acontecerá em 2030.

Covid-19. Morreu um dos voluntários de experiências com nova vacina Cancelo: «Critério do árbitro não foi igual, à mínima falta levávamos logo amarelo» João Almeida segura liderança da Volta a Itália em bicicleta

Entretanto, a Mutualista realiza nesta quarta-feira a sua assembleia geral extraordinária para aprovação das contas de 2019 e alteração do regulamento dos benefícios dos associados. Se a reunião não tiver quórum, os associados voltarão a reunir-se no dia 15 de outubro. Em 2019, a Mutualista fechou o ano com prejuízos históricos de cerca de 400 milhões de euros.

Exposição à criseO Montepio é visto como um dos bancos portugueses mais expostos aos setores mais afetados pela crise provocada pelas medidas adotadas pelo Governo no âmbito da pandemia. Em julho, a agência deratingDBRS baixou a notação da dívida de longo prazo do Montepio para B, o que corresponde a uma revisão em baixa de três níveis. No dia 6 de outubro, o banco vai apresentar aos trabalhadores o seu plano, que passa pelo encerramento de dezenas de balcões e pelo despedimento de até 900 trabalhadores.

O objetivo é cortar os custos em 20%. No primeiro semestre deste ano, o banco registou prejuízos de 51,3 milhões de euros, que comparam com um lucro líquido de 3,6 milhões de euros em igual período de 2019.Questionado sobre se está preocupado com a situação em torno do Montepio, o Banco de Portugal não respondeu às questões do DN/Dinheiro Vivo (até à hora de fecho desta edição).

Quanto à Mutualista, garante que o banco está sólido."O Banco Montepio dispõe de soluções de capital ajustadas às suas necessidades. Estas soluções passam pela otimização do capital existente no contexto regulatório, que também permite a sua adequação às circunstâncias", apontou em resposta a questões do DN/Dinheiro Vivo.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Governo de Bolsonaro extingue regras que protegiam áreas de preservação ambientalConama foi praticamente desmontado em maio do ano passado pelo governo do presidente brasileiro.

BCP n\u00e3o est\u00e1 a analisar qualquer fus\u00e3o com o Montepio

Francisco José Viegas: 'O Presidente continua na sua cruzada samaritana para que todos andemos de mãos dadas'Vídeos - Francisco José Viegas: 'O Presidente continua na sua cruzada samaritana para que todos andemos de... Vão votar em mim, quando forem grandes!

Mutualista diz que fus\u00e3o do Montepio com BCP colide com os interesses dos associados

''Há um silêncio preocupante em relação aos lares''Luís Marques Mendes considera prioritário encontrar uma solução para os idosos nos lares devido à pandemia de covid-19. E encontrar uma solução para a miséria imposta aos portugueses pelos teus compinvhas ? E essa solução de mais de uma década de mais slaariis precariedade ,fodavse estes comentadores de merda do regime , e a geração que nunca viveu ? E que tal itens vós matar todos ?! É uma frase bonita, ele que a tatue nas costas. Já cansa este difusor ,,, não sabes nada, trocadilho_cavaco,,, Daí não teres dito nenhuma solução

Rui Moreira não foi contactado pelo Governo sobre nova ponte no DouroMinistro Matos Fernandes garantiu que concurso internacional para nova ponte do metro sobre o Douro avançaria já em 2021. Rui Moreira desconhece avanços e duvida que haja dinheiro para tudo. Entendimento entre municípios pode ser um problema, avisa