Futuro da UE. 66% dos portugueses diz que saúde é principal desafio - Renascença

26/01/2022 19:01:00

Futuro da UE. 66% dos portugueses diz que saúde é principal desafio

Futuro da UE. 66% dos portugueses diz que saúde é principal desafio

Alterações climáticas, migração forçada e deslocalizações são outros desafios para a União Europeia, revela Eurobarómetro.

Foto: Olivier Hoslet/EPA A maioria dos portugueses (66%) considera que as questões da saúde são o principal desafio global para o futuro da União Europeia (UE), seguindo-se as alterações climáticas (56%), segundo um inquérito Eurobarómetro divulgado esta quarta-feira.Comentar A quinta geração da rede móvel (5G) já está disponível na esmagadora maioria dos 27 países da União Europeia (UE).por RTP.Por Carlos Vara O SC Braga assegurou a contratação do médio defensivo ítalo-americano Eugenio Pizzuto, que na passada semana acordara a rescisão com o Lille.

De acordo com o estudo realizado no âmbito da Conferência sobre o Futuro da Europa, 66% dos portugueses consideram que os riscos relacionados com a saúde são o principal desafio para o futuro, acima dos 34% da UE.Por outro lado, quase um em cada dois europeus (49%) considera que as alterações climáticas são o principal desafio global para o futuro da UE, sendo este o segundo maior desafio identificado pelos inquiridos em Portugal (56%).Por isso, diz que é"preciso uma dose de reforço".A migração forçada e as deslocalizações preocupam 30% dos portugueses e 24% dos europeus.Ainda segundo o inquérito, 96% dos portugueses concordam que as vozes dos cidadãos da UE devem ser mais ouvidas nas decisões relativas ao futuro da Europa (UE 90%) e 93% (UE 89%) defendem haver necessidade de reforçar a democracia europeia.Por isso, o TCE apela"a que a UE dê um novo impulso para reforçar o lançamento da tecnologia 5G, a nova norma mundial de comunicações sem fios para as redes móveis".Num horizonte a dez anos, quase metade dos portugueses (46%) considera que haverá mais decisões tomadas a nível europeu do que atualmente (UE 39%), contra 32% (UE 36%) que responderam que tudo ficará na mesma.

Encomendado conjuntamente pelo Parlamento Europeu e pela Comissão, o inquérito foi realizado entre 16 de setembro e 17 de outubro de 2021 nos 27 Estados-membros da UE.Segundo Annemie Turtelboom, membro do TCE responsável pelo relatório, os 27 países da UE deverão gastar"400 mil milhões de euros no desenvolvimento de redes 5G", até 2025.Foi realizado presencialmente e completado com entrevistas em linha, sempre que necessário, tendo em conta a pandemia.No total, realizaram-se cerca de 26.Fechar Subscreva a nossa newsletter e tenha as notícias no seu e-mail todos os dias Subscrever Muito obrigado pelo seu registo.530 entrevistas.A Conferência sobre o Futuro da Europa iniciou-se em maio de 2021 decorrendo até à primavera de 2022, com a participação de todos os europeus."Estima-se que a tecnologia 5G poderá chegar a acrescentar 1 bilião de euros ao PIB europeu entre 2021 e 2025 e tem potencial para criar ou transformar até 20 milhões de empregos", anota o TCE.

.

Consulte Mais informação:
Renascença »
Loading news...
Failed to load news.

Tribunal de Contas Europeu alerta: ″5G na UE precisa de dose de reforço″Relatório do Tribunal de Contas Europeu apela a Bruxelas para dar ″novo impulso″ na adoção da cobertura plena de 5G na UE, sob pena da maioria dos 27 Estados-membros não conseguirem cumprir metas definidas até 2025.

Certificado digital passa a ser suficiente para viajar na UECom certificado digital estás habilitado a propagar o vírus à vontade! Se não tiveres já não podes passar o vírus, isso é propagação paralela e ilegal!

Mexicano Pizzuto é aposta para o futuro (SC Braga)A BOLA, toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.

Covid-19: aumento de infeções e de vacinados levam UE a admitir aliviar regras para viagensCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Aumento de infeções e de vacinados Covid-19 levam UE a admitir aliviar regras para viagensMinistros europeus debatem, esta terça-feira, novas medidas para evitar restrições como teste e quarentena.

Clima e seguro contra crises entre as propostas para mudar regras orçamentais da UECom o fim da suspensão das regras orçamentais europeias a aproximar-se, são várias as propostas de mudanças a serem discutidas por economistas e juristas. A decisão política, contudo, não parece fácil