″From Portugal, with love″. Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

01/04/2020 23:13:00
″From Portugal, with love″. Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

'From Portugal, with love'. Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

Ventiladores, #Projectopenair

'From Portugal , with love'. Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

O movimento #ProjectOpenAir anunciou que concluiu com sucesso a primeira fase do projeto. A patente foi registada em nome da Humanidade, 'para que nenhuma entidade possa retirar proveitos económicos'.

SubscreverA patente foi registada em nome da Humanidade,"para que nenhuma entidade possa retirar proveitos económicos desta inovação",refere a equipa.O projeto começou com um pedido de ajuda de João Nascimentlo, estudante em Harvard, no Twitter, a 11 de março.

"Estamos a trabalhar em ventiladoresopen sourcepara alcançar uma solução rápida e fácil que possa ser reproduzida e montada no local, em todo o mundo. Se tem competências que possam ajudar, junte-se a nós no projectopenair.org".

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

jonisborn well done!

Voluntários portugueses desenvolveram ventilador de código aberto e baixo custoUm aparelho 'muito pouco sofisticado' e que deve ser visto como uma 'solução de último recurso, quando não houver mais possibilidades'.

Governo quer duplicar capacidade de ventilação nos hospitais Portugal tem capacidade de ventilação de 1142 ventiladores.

Covid-19: portugueses em Bali elogiam o “inexcedível” trabalho da Embaixada de Portugal na IndonésiaNão falta comida nos supermercados e há alojamento para todos. Aos poucos, a ilha vai ficando deserta. “Os locais também não sabem bem o que fazer.”

Enfermeiro volta a emocionar o país com relato da alta de um doente“Um guerreiro que venceu a batalha do ventilador e o duelo com a pandemia”.

'Salvem os mais jovens': Mulher de 90 anos morre com coronavírus após prescindir de ventiladorMundo - 'Salvem os mais jovens': Mulher de 90 anos morre com coronavírus após prescindir de ventilador

''Se há um ventilador disponível temos de escolher a quem o vamos dar''O testemunho de uma enfermeira numa altura em que Espanha já regista mais de 100 mil casos de Covid-19.

e receba as informações em primeira mão.#ProjectOpenAir anunciou hoje que conseguiu construir um ventilador de emergência para cuidados intensivos que utiliza apenas materiais e componentes industriais comuns.187 mortos e 8., o grupo agitou-se.

Subscrever A patente foi registada em nome da Humanidade,"para que nenhuma entidade possa retirar proveitos económicos desta inovação", refere a equipa. O projeto começou com um pedido de ajuda de João Nascimentlo, estudante em Harvard, no Twitter, a 11 de março. O modelo construído, apesar de não possuir a sofisticação dos habituais ventiladores pulmonares,"pode ser muito útil nas atuais circunstâncias", disse em entrevista à agência Lusa Paulo Fonte, um dos mentores do projeto. "Estamos a trabalhar em ventiladores open source para alcançar uma solução rápida e fácil que possa ser reproduzida e montada no local, em todo o mundo. São mais 27 óbitos e 808 infetados em relação a ontem. Se tem competências que possam ajudar, junte-se a nós no projectopenair. O investigador diz que o grande problema que o mundo enfrenta no combate à pandemia Covid-19 é o facto de ser precisa uma quantidade extraordinária de ventiladores no prazo de poucas semanas, a que se junta um problema com a indústria e o comércio internacional na obtenção dos componentes necessários.org". "A maioria dos portugueses que nos foram contactando já saíram (não temos como saber de quem não nos contactou).

O projeto materializou-se com o contributo de várias personalidades e entidades, que incluem o LIP1 ( Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas), a FCT NOVA2, a NOVA Medical School, o ICNAS3, a Harvard University e dois engenheiros portugueses que trabalham para equipas de Fórmula 1. Sobre o aparelho, Paulo Fonte diz que é algo"muito pouco sofisticado" e que deve ser visto como uma"solução de último recurso, quando não houver mais possibilidades". A decisão será tomada até ao final do dia pelo Presidente da República. Esta quarta-feira, João Nascimento publicou um novo tweet , onde dá conta da conquista e sublinha que a proprietária da patente é a Humanidade. "From Portugal with Love", escreveu. É a última opção quando não houver mais alternativa para salvar a vida do doente. Partilhar .