França não permite que Djokovic participe no Roland Garros

França não permite que Djokovic participe no Roland Garros

Vacina Covid-19, Novak Djokovic

17/01/2022 12:50:00

França não permite que Djokovic participe no Roland Garros

O governo francês avançou, esta segunda-feira, que o sérvio Novak Djokovic , que foi expulso da Austrália , não poderá participar no torneio Roland Garros , na sequência da aprovação do projeto de lei que vai impor certificado de vacinação.

A retificação foi feita agora pela ministra do Desporto francesa, Roxana Maracineanu, horas depois de o Parlamento aprovar definitivamente o projeto de lei que vaiimpor um certificado de vacinaçãopara muitas atividades da vida social, que inclui assistir a eventos desportivos.

Numamensagem publicada na rede social Twitter, a governante confirmou que o passaporte sanitário foi adotado, pelo que"desde que a lei seja promulgada, será obrigatória a entrada em espaços já sujeitos ao certificado (estádios, teatros ou salas) a todos os espetadores, praticantes, profissionais, franceses ou estrangeiros".

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

Ultrapassados por bicicletas e trotinetes, buzinados no fim: fomos andar de carro a 30km/h com a vereadora de Lisboa que o propõe

CNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Consulte Mais informação >>

Estes franceses do Macron são um espanto de estupidez. Os australianos anularam um contrato de muitos milhões e continuam a apoiar os tipos. Só visto. I’love this game,para que restem dúvidas !!! Pandemia é para todos 😂😂😂 Que maravilhoso! Estas medidas são ridículas, isenção médicas para atletas de alta competição deviam ser norma.

Ele está colhendo sua arrogância. É o Midas, tudo que toca vira ouro e morre de fome, ou quem sabe o Narciso, se achava tão lindo que viveu só. O mundo girou. Bem feita, se não se quer vacinar com o produto da Pfizer tem de ser castigado.

«Sei que não vamos terminar nos lugares de descida, isso é uma não questão» | MAISFUTEBOLApós a derrota frente ao FC Porto, o treinador do Belenenses, Franclim Carvalho, mostrou-se confiante de que a equipa vai conseguir sair dos lugares de despromoção.

Topo da Agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semanaA semana arranca com os dados económicos vindos da China, onde se temeu que o ano de 2021 fechasse abaixo do crescimento esperado depois do ressurgimento da pandemia, e fecha com a intervenção de Christine Lagarde em mais um Fórum Económico Mundial em formato online.

Pergunte o que quiser sobre o Benfica-Moreirense: participe no fórumLiga Bwin - Pergunte o que quiser sobre o Benfica-Moreirense: participe no fórum

Pergunte o que quiser sobre o Vizela-Sporting: participe no fórumLiga Bwin - Pergunte o que quiser sobre o Vizela-Sporting: participe no fórum

Covid-19: França aprova passe vacinal e limita vida social de não vacinados - SIC NotíciasO passe vacinal irá impor grandes restrições sociais às pessoas que não querem ser vacinadas. Horrível

Pergunte o que quiser sobre o Belenenses SAD-FC Porto: participe no fórumLiga Bwin - Pergunte o que quiser sobre o Belenenses SAD-FC Porto: participe no fórum Quem é o padre? Não podemos jogar contra 9?se deu pro benfica devia dar pra todos

Há 12 dias o governo francês tinha indicado que o tenista sérvio poderia participar no torneio de Roland Garros mesmo sem estar vacinado. A retificação foi feita agora pela ministra do Desporto francesa, Roxana Maracineanu, horas depois de o Parlamento aprovar definitivamente o projeto de lei que vai impor um certificado de vacinação para muitas atividades da vida social, que inclui assistir a eventos desportivos. Numa mensagem publicada na rede social Twitter , a governante confirmou que o passaporte sanitário foi adotado, pelo que"desde que a lei seja promulgada, será obrigatória a entrada em espaços já sujeitos ao certificado (estádios, teatros ou salas) a todos os espetadores, praticantes, profissionais, franceses ou estrangeiros". Foi Roxana Maracineanu que em 7 de janeiro, no meio da disputa política e judicial na Austrália pela presença de Djokovic no Open apesar da sua recusa em ser vacinado, que tinha indicado que o sérvio poderia participar no Roland Garros, programado entre o final de maio e início de junho. Na altura, argumentou que França aplicaria uma exceção à obrigação do certificado de vacinação aos atletas em competições internacionais, para que os novos regulamentos franceses não se aplicassem a eles e pudessem competir mesmo sem estar vacinados. PUB O projeto de lei do certificado de vacinação deve entrar em vigor no final desta semana (ainda está pendente de recurso no Conselho Constitucional). O certificado de vacinação vai ser imposto para tomar uma bebida num bar ou restaurante, para ir o cinema, um espetáculo ou um estádio, mas também na utilização de transportes públicos de longa distância (autocarros, comboios, aviões ou barcos). O tenista número um do mundo, Novak Djokovic, expulso da Austrália após uma batalha legal sobre a vacinação, desembarcou no Dubai, dirigindo-se depois para a Sérvia. Djokovic chegou a Melbourne em 5 de janeiro, com uma isenção médica que lhe permitiria jogar no Open da Austrália sem estar vacinado contra a covid-19, mas o visto foi inicialmente cancelado pelas autoridades alfandegárias. O sérvio, vencedor por nove vezes o 'major' australiano (2008, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2019, 2020 e 2021), ficou detido até uma decisão judicial na segunda-feira ordenar a sua libertação, mas o Governo australiano voltou a cancelar o visto. Djokovic, que pretendia atingir o recorde de 21 títulos em torneios de Grand Slam, caso ganhasse o Open da Austrália, admitiu também durante esta semana ter prestado falsas declarações à entrada da Austrália. Três juízes do Tribunal Federal confirmaram no fim de semana uma decisão tomada na sexta-feira pelo ministro da Imigração de cancelar o visto do sérvio, que não está vacinado contra a covid-19, por motivos de interesse público. JN/Agências