França começa a aligeirar restrições a partir de fevereiro

França começa a aligeirar restrições a partir de fevereiro

21/01/2022 02:15:00

França começa a aligeirar restrições a partir de fevereiro

Fim do teletrabalho e das limitações à lotação de salas de espetáculo e outros locais públicos são algumas das medidas que entram em vigor a partir do início de fevereiro em França.

MOHAMMED BADRA/EPAa França atravessa “uma fase difícil”, assegurou Jean Castex, em conferência de imprensa.• CONTINUE A LER A SEGUIRe será novamente possível consumir de pé nos bares, anunciou ainda o Governo.que queiram frequentar espaços públicos.

Consulte Mais informação: Observador »

Finalmente !

OFICIAL: Mangala vai prosseguir a carreira em FrançaDefesa ex-FC Porto assinou pelo Saint-Étienne até ao final da época

Portugal e França celebram cultura: vem aí a Temporada Cruzada 2022Estão previstos mais de 500 eventos para a Temporada Cruzada Portugal-França 2022, que decorre de fevereiro a outubro. E se o mote leva oceano no nome, o objetivo mais amplo é dinamizar as relações e a cultura dos dois países.

MAS defende em Coimbra fim de propinas e habitação jovem acessívelO Movimento Alternativa Socialista defendeu o fim das propinas no ensino superior, estas que contribuem para a 'divisão social e segregação', não concedendo 'oportunidades aos mais desprotegidos'.

Movimento Alternativa Socialista defende em Coimbra fim de propinas e habitação jovem acessívelCandidata considerou 'alarmante' que, no ano letivo 2020/2021, 71% dos pedidos de bolsa tenham sido recusados.

«Momento não é bom mas no fim vamos sorrir» (Belenenses SAD)A BOLA, toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.

Compras com cartão ultrapassam níveis pré-pandemia durante fim de semana de saldos - RenascençaA 18 e 19 de janeiro, as compras com cartão de débito ou crédito aumentaram 17%, por comparação com os valores de 2020, antes da pandemia.

As medidas entram em vigor a partir de 2 de fevereiro MOHAMMED BADRA/EPA As medidas entram em vigor a partir de 2 de fevereiro MOHAMMED BADRA/EPA O Governo francês anunciou esta quinta-feira o fim de algumas restrições contra a Covid-19 a partir de fevereiro, como teletrabalho obrigatório ou lotação limitada de espaços fechados, com o passe vacinal a entrar em vigor segunda-feira. O primeiro-ministro francês, Jean Castex, defendeu esta quinta-feira que a França atravessa “uma fase difícil” devido à quinta vaga da Covid-19, mas que as características da variante Ómicron, menos severa do que a variante Delta, fazem com que seja possível acabar já em fevereiro com algumas restrições adotadas no fim de dezembro do ano passado. “Temos boas razões para esperar uma melhoria sanitária a médio prazo” , assegurou Jean Castex, em conferência de imprensa. Assim, a partir de 2 de fevereiro, deixa de ser obrigatório o teletrabalho, acabam as limitações à lotação de salas de espetáculo e outros locais públicos, deixando também de ser obrigatório utilizar a máscara no exterior. PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR Mais tarde, a 16 de fevereiro, voltarão a abrir as discotecas e será novamente possível consumir de pé nos bares, anunciou ainda o Governo. O fim destas restrições, segundo o primeiro-ministro, acontece porque vai entrar em vigor já na segunda-feira o passe vacinal, aprovado em difícil votação na Assembleia Nacional e no Senado, que na prática vai tornar a vacinação obrigatória para todas as pessoas com mais de 16 anos que queiram frequentar espaços públicos. O ministro da Saúde, Olivier Véran, que também participou na conferência de imprensa desta quinta-feira, assegurou que este passe vigorará no país “o tempo que for necessário”, mas “não mais do que isso”, dando a entender que também esta regra será eliminada caso a situação pandémica melhore. Apesar de a França estar a bater recordes de contaminações, com milhares de turmas sem aulas devido à Covid-19, o primeiro-ministro adiantou que no final de fevereiro o protocolo sanitário nas escolas será revisto e possivelmente aligeirado, se os dados continuarem a mostrar uma evolução positiva da pandemia. Esta quinta-feira foram registados em França 425 mil novos casos diários de Covid-19 , havendo quase 28 mil pessoas internadas nos hospitais. Morreram nas últimas 24 horas, 225 pessoas devido ao vírus. A covid-19 provocou 5.553.124 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse. Leia também: