Videoárbitro, Itália

Videoárbitro, Itália

Federação italiana quer testar sistema de VAR a pedido das equipas

Federação italiana quer testar sistema de VAR a pedido das equipas

13/02/2020 22:29:00

Federação italiana quer testar sistema de VAR a pedido das equipas

A ideia surge a partir daquilo que já acontece no ténis e no basquetebol e terá sempre em conta aquilo que forem as diretrizes do International Board.

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) quer testar um sistema de videoárbitro que permita às equipas pedirem aos árbitros a revisão de um lance no decorrer das partidas, à semelhança do que já acontece no ténis e no basquetebol.

Marcelo quer que restrições do Natal sejam divulgadas ″na próxima semana″ Com a ajuda de “The Queen’s Gambit”, o xadrez virou a nova moda da pandemia Análise ao sangue pode vir a detetar mais de 50 tipos de cancro de forma precoce

Esta ideia surgiu depois de nas últimas semanas a FIGC ter recebido pedidos de vários clubes para que, além do auxílio do VAR ao árbitro de campo, haja também a possibilidade de os clubes terem a possibilidade de fazer esse pedido (challenge), tendo sempre em conta as diretrizes definidas previamente pelo International Board, entidade responsável pela implementação das leis do futebol.

A FIGC faz esta sugestão por ter sido um dos primeiros clubes a adotar o VAR nas suas competições profissionais, acrescentando que o denominado"challenge" poderá aproximar mais os adeptos do jogo, mas deixa bem claro que o objetivo é"não prejudicar a autoridade do árbitro", mas apenas"oferecer-lhe ferramentas que o ajudem" a tomar decisões.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

VAR reverte decisão do árbitro e valida o terceiro golo ao FC PortoVídeos - VAR reverte decisão do árbitro e valida o terceiro golo ao FC Porto

Federação italiana propõe revisão de lances como no ténisActualmente, apenas o árbitro principal e o VAR podem decidir se um lance será revisto. Clubes italianos pedem alteração. No ténis são dois jogadores e não há contacto físico, não sei qual a comparação.

Papa quer mais missionários na Amazónia, não padres casadosBispos da Amazónia tinham pedido para casar, com o objetivo de remediar a escassez de sacerdotes.

Jovem de 17 anos desaparecido em ÓbidosEquipas de Bombeiros e GNR unem-se para encontrar João Pedro Inácio Gonçalves.

Inércia e impunidade favorecem abusos sexuais no AfeganistãoActivistas têm sido perseguidos por denunciarem casos de abuso sexual — um dos casos envolve dirigentes da Federação Afegã de Futebol e outro envolve professores e agentes da polícia.

Benfica alvo de processo disciplinar por pedir árbitros estrangeirosA decisão do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol teve origem numa denúncia da APAF.