Evolução na matriz de risco deixa de estar associada às medidas semanais

Evolução na matriz de risco deixa de estar associada às medidas semanais

29/07/2021 23:44:00

Evolução na matriz de risco deixa de estar associada às medidas semanais

'Vamos deixar de fazer a associação das medidas semanalmente adotadas em função da evolução da matriz, não se justifica nesta fase da taxa de vacinação', revelou António Costa, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, sublinhando, porém, que vão ser tidos em conta 'os diferentes aler

29 Julho 2021, 18:24“Vamos deixar de fazer a associação das medidas semanalmente adotadas em função da evolução da matriz, não se justifica nesta fase da taxa de vacinação”, revelou António Costa, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, sublinhando, porém, que vão ser tidos em conta “os diferentes alertas, seja a taxa de incidência, o ritmo de crescimento, a pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde ou a taxa de mortalidade”.

Nélson Veríssimo e o mercado: «A qualquer momento pode sair um jogador»

Tiago Petinga/LusaA matriz de risco utilizada pelo Governo para monitorizar a evolução da covid-19 vai deixar de estar associada às medidas adotadas semanalmente para controlo da pandemia, anunciou hoje o primeiro-ministro, justificando a alteração com a taxa de vacinação.

“Vamos deixar de fazer a associação das medidas semanalmente adotadas em função da evolução da matriz, não se justifica nesta fase da taxa de vacinação”, revelou António Costa, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, sublinhando, porém, que vão ser tidos em conta “os diferentes alertas, seja a taxa de incidência, o ritmo de crescimento, a pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde ou a taxa de mortalidade”. headtopics.com

Segundo o líder do executivo, a pandemia vai continuar a ser monitorizada, devido à “capacidade de mutação significativa” do vírus SARS-CoV-2, lembrando que essa capacidade “pode perturbar a evolução normal da pandemia”. Contudo, António Costa chamou a atenção para a efetividade da vacina na redução de novos casos, internamentos e óbitos em relação a anteriores vagas.

Tribunais e Ministério Público passam a poder aceder ao registo individual dos condutores - SIC Notícias

“Se as coisas não correrem bem, não deixaremos de parar ou mesmo recuar relativamente àquilo que é a trajetória que está definida. Se tudo correr bem, o ritmo da vacinação vai progredindo como está previsto – a um ritmo superior à involução da pandemia – e poderemos continuar a dar estes passos de forma tranquila e segura. Queremos retomar as atividades, mas garantindo a segurança de todas e de todos”, insistiu.

Já sobre a possibilidade de divulgação dos dados de vacinação em relação aos internamentos hospitalares e óbitos, sugerida na terça-feira pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, o primeiro-ministro não se comprometeu com uma posição e explicou, com recurso a um exemplo particular, que as mortes registadas em pessoas vacinadas se deveram essencialmente a outras patologias associadas.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Decisão 22: o confronto entre António Costa e André Ventura na íntegra - CNN Portugal

CNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

João Mário: «Se continuarmos assim vamos fazer grandes coisas esta época»FC Porto - João Mário: «Se continuarmos assim vamos fazer grandes coisas esta época» Vão pois..... principalmente se não forem com açaimes........

Portugal com 3.452 casos confirmados e 13 mortes por Covid-19. Risco de transmissibilidade recuaQuanto à matriz de risco, o risco de transmissibilidade, o famoso Rt, abrandou ligeiramente, situa-se hoje em 1,01 tanto a nível nacional como no continente.

Conselho de Ministros discute eventual alívio das medidas de restrição para conter a pandemiaEspecialistas sugerem a evolução das medidas de restrição de acordo com a taxa de vacinação contra a covid-19.

Governo recebe luz verde para levantar restriçõesEspecialistas e Presidente da República defendem ser altura de rever a matriz de risco e de agilizar o levantamento de muitas das restrições em vigor. Os peritos propuseram ainda que as restrições sejam adotadas ao nível nacional, acabando com medidas específicas por concelhos.

Nível de risco da matriz da Covid-19 passa para 480 casos por 100 mil habitantesMonitorização da evolução da pandemia continuará a ser feita com base nos indicadores de incidência e Rt.

Festas e romarias populares continuam proibidas este verãoEventos constituem fator de risco 'muito acrescido' de transmissão da Covid-19, disse o primeiro-ministro.