EUA. Teme-se mais de 100 mil mortos nas próximas semanas

01/04/2020 23:03:00
EUA. Teme-se mais de 100 mil mortos nas próximas semanas

Eua Washington Nova Iorque Saúde Epidemia Doenças

Os Estados Unidos ultrapassaram os 200 mil casos registados de covid-19, com mais de 4600 mortos – mais de 194 mil pessoas ainda estão a ser tratadas. É apenas o início da catástrofe nos EUA: o próprio Governo teme entre 100 mil a 240 mil mortes devido à pandemia nas próximas semanas, mesmo que as suas diretrizes de distanciamento social sejam seguidas. “Quero que cada americano esteja preparado para os dias duros que temos pela frente”, apelou o Presidente dos EUA, Donald Trump, que ainda recentemente prometia reabrir o país até à Páscoa. “Vamos enfrentar umas duas semanas muito duras”, avisou.

Consulte Mais informação: Jornal SOL »

Porta-aviões dos EUA com quatro mil militares a bordo tem 100 infectados com covid-19O navio USS Theodore Roosevelt está atracado na ilha de Guam, no Oceano Pacifico e comandante pede ajuda para isolar os militares

O concelho mais envelhecido do país teme a chegada do novo coronavírusNeste P24 ouvimos o presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Osvaldo Gonçalves. No concelho do nordeste algarvio ainda não há casos registados de Covid-19, mas a vila está praticamente parada.

China teme segunda onda de coronavírus à medida que número de casos volta a subirPaís registou 48 novos casos de covid-19 após quatro dias de diminuição no número de infetados.

Covid-19: EUA registam recorde diário de mortesTrump avisa que as próximas semanas serão difíceis.

Recorde diário de mortes por Covid-19 nos EUAOs Estados Unidos são o país com o maior número de casos registados.

EUA é o país com maior número de infetados com coronavírus em todo o mundo

EUA é o país com maior número de infetados com coronavírus em todo o mundoMedidas de isolamento social prolongadas até 30 de abril. Onde está o Brasil? Já que determinadas fontes e locais revelam que em Wuhan houveram 46500 vítimas mortais...

Doenças Os Estados Unidos ultrapassaram os 200 mil casos registados de covid-19, com mais de 4600 mortos – mais de 194 mil pessoas ainda estão a ser tratadas.The San Francisco Chronicle , o comandante Brett Crozier pede que sejam disponibilizadas casas em terra para colocar os militares de quarentena “quanto antes”.A informação é uma vacina contra o vírus O PÚBLICO decidiu disponibilizar, aberta e gratuitamente, toda a informação útil sobre a evolução do novo coronavírus.19:01 A China registou esta terça-feira 48 novos casos de coronavírus - todos eles importados - após quatro dias em que os números de infetados apresentavam um declínio animador.

É apenas o início da catástrofe nos EUA: o próprio Governo teme entre 100 mil a 240 mil mortes devido à pandemia nas próximas semanas, mesmo que as suas diretrizes de distanciamento social sejam seguidas. “Quero que cada americano esteja preparado para os dias duros que temos pela frente”, apelou o Presidente dos EUA, Donald Trump, que ainda recentemente prometia reabrir o país até à Páscoa. Tem de se actuar já para cumprir as recomendações da CDC [Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA] e evitar um resultado trágico”, escreve Crozier. “Vamos enfrentar umas duas semanas muito duras”, avisou. O PÚBLICO tem publicado vários artigos jornalísticos e de opinião desde o início do surto da covid-19, assim como quizz ou infografias, e vai continuar a acompanhar a sua evolução minuto a minuto. Trump  - que afirmou que o seu papel era ser “um cheque de claque para o país” – declarou que, afinal, a covid-19 é muito mais grave que uma gripe comum, apesar de já ter afirmado o contrário. “Devido à proximidade que se verifica num navio de guerra, o número de casos positivos entre todos os militares, independentemente do seu posto, devem ser considerados como pessoas em contacto directo com infectados, segundo as recomendações da CDC”, afirma. “É cruel”, lamentou o Presidente. De recordar que a China começa gradualmente a voltar ao"novo" normal e com isso também regressaram aos.

Contra a pandemia “não nenhuma bala mágica, como vacina ou tratamento. Subscrever × Parte dos militares já está em terra em Guam, mas entre as habitações disponibilizadas, apenas uma cumpre as recomendações para realizar quarentena. Pense bem, pense Público. Apenas o comportamento”, declarou Debbie Birx, uma das principais conselheiras de Trump, que finalmente parecem ter conseguido convencê-lo da necessidade prolongar o isolamento social, apesar das consequências económicas – as atuais restrições estão em vigor pelo menos até 30 de abril. Contudo, as medidas estão longe do desejado por muitos. “Manter mais de quatro mil jovens a bordo do Theodore Roosevelt é um risco desnecessário. Apesar da Administração Trump finalmente ter percebido a gravidade da situação, continua a deixar muito nas mãos dos estados: fica a seu critério ordenar aos cidadãos que fiquem em casa ou não. Só hoje já três estados – Florida, Nevada e Pennsylvania – colocaram ou ampliaram as suas restrições. Não têm de morrer marinheiros”, escreve ainda o comandante do porta-aviões.

Contudo, outros - como o Iowa, Nebraska e Georgia - continuam a não o fazer, forçando vários presidentes de câmara a impor restrições por si mesmos. Entretanto, o epicentro do surto norte-americano continua a ser o estado de Nova Iorque, com mais de 83 mil casos registados e quase duas mil mortes – o número de mortes mais que duplicou nas últimas 72 horas. “Temos estado a trabalhar para retirar os militares do navio. “As sirenas das ambulâncias nas ruas silenciosas da cidade tornaram-se a banda sonora devastadora da crise”, escreveu um repórter da Associated Press. . Estamos a tentar encontrar um hotel com espaço exterior onde se possa montar tendas”, afirmou Modly.