EUA: PIB cresce 6,5% no segundo trimestre, enquanto subsídios de desemprego caem menos do que esperado

EUA: PIB cresce 6,5% no segundo trimestre, enquanto subsídios de desemprego caem menos do que esperado

30/07/2021 02:24:00

EUA: PIB cresce 6,5% no segundo trimestre, enquanto subsídios de desemprego caem menos do que esperado

A economia norte-americana apresenta uma trajetória de crescimento claro, mas menos vigoroso do que inicialmente esperado, com os números do segundo trimestre a ficarem próximo do registado nos primeiros três meses do ano.

A economia norte-americana voltou a dar sinais menos animadores quanto à evolução da sua recuperação, ao registar 6,5% de crescimento anualizado do PIB no segundo trimestre do ano, bem abaixo das expectativas do mercado de 8,5%. Simultaneamente, os dados semanais do desemprego desta quinta-feira mostram uma descida em relação aos números da semana passada, mas os 400 mil pedidos de subsídio ficam acima do previsto.

Técnicos superiores perdem até 34% de salário no Estado ''Vulcão completamente furioso'': atividade explosiva está em nível extremo China proíbe criptomoedas e o mercado abana

Depois de registar 6,3% de crescimento anualizado no trimestre anterior, analistas e mercados apontavam a um aumento expressivo deste indicador, considerando os sinais animadores dados com a reabertura da economia. No entanto, os números do Departamento do Tesouro ficam bem abaixo da previsão de 8,5%, de acordo com o levantamento feito pelo portal TradingEconomics.

O aumento foi motivado sobretudo pela aceleração no consumo privado, que cresceu 11,8%. Também as exportações e gastos públicos, tanto a nível federal, como estatal, tiveram um impacto positivo no indicador. Ainda assim, esta última componente registou um abrandamento na sua taxa de crescimento, o que ajuda a explicar a performance menos forte do que esperada da maior economia do mundo. headtopics.com

Outros fatores com peso negativo no resultado conhecido esta quinta-feira foram o investimento bruto privado, que caiu 3,5%, bem como o aumento nas importações. Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Crescimento do PIB nos EUA anima investidores em Wall StreetPrevisões de crescimento de 6,5% do PIB norte-americano, no segundo trimestre deste ano, animaram o arranque das negociações em Nova Iorque.

Analistas lembram que PIB vai crescer face aos piores meses da pandemia'A leitura do segundo trimestre de 2021 acaba por comparar, quer em termos homólogos [mesmo período do ano passado], quer em cadeia [trimestre anterior], com os piores momentos da pandemia em Portugal, que foram o impacto inicial e aquela grande deterioração que sucedeu logo a seguir ao Natal, e que

Inglaterra isenta de isolamento viajantes dos EUA e UE vacinados

Sunisa Lee sucede a Simone Biles e confirma hegemonia dos EUA no “all-around”A vitória de Lee mantém o ouro olímpico no concurso feminino na posse dos Estados Unidos, que antes tinham vencido em Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016.

Retoma mais forte da aviação beneficia grandes companhias dos EUA, da China e lowcost europeiasMercados com elevadas taxas de vacinação, como os EUA ou a China, serão os primeiros a recuperar a rentabilidade e a beneficiar da retoma mais forte da aviação já este verão, seguindo-se as lowcost europeias. Companhias regionais em zonas onde a situação sanitária continua desfavorável terão mais di

Ataques talibãs duplicaram depois de acordo com EUAOs ataques dos talibãs contra o Governo afegão aumentaram desde a assinatura do acordo entre os Estados Unidos e os rebeldes, em fevereiro de 2020, indica um relatório oficial norte-americano.