Entrevista com Toni Nadal: “Fui duro com o Rafael porque queria o bem dele”

Entrevista com Toni Nadal: “Fui duro com o Rafael porque queria o bem dele”

05/12/2021 13:05:00

Entrevista com Toni Nadal: “Fui duro com o Rafael porque queria o bem dele”

Toni começou a treinar o seu sobrinho Rafael, como sempre o trata, quando este era um adolescente. No momento da separação, no final de 2017, a dupla havia conquistado 16 títulos do Grand Slam. Em Portugal para acompanhar o Vanguard Stars, um torneio de jovens, Toni - que hoje em dia faz parte da equipa técnica do canadiano Auger-Aliassime - senta-se no Centro de Alto Rendimento do Jamor para falar com a TribunaExpresso da única forma que consegue: com paixão

Costuma vir a Portugal?Já tinha estado umas quantas vezes por aqui, conheço o Algarve, Comporta e Lisboa. Lisboa parece-me sempre uma cidade fantástica, então estou encantado de voltar a estar aqui.Acha que torneios de jovens como este em que estamos são fundamentais para ajudar ao desenvolvimento do ténis em Portugal?

'Enorme ameaça à saúde global.' bactérias resistentes aos antibióticos matam 3.500 pessoas todos os dias

Este torneio parece-me especial, com uma organização muito boa. Este apoio ao ténis e às jovens promessas ajuda, certamente, ao desenvolvimento do ténis em Portugal e ajuda as crianças, que lembrar-se-ão destas experiências durante muitos anos.

Estamos num torneio de jovens e o Toni é diretor da Rafa Nadal Academy. A formação de atletas é, hoje, a sua principal área de interesse?Sempre me interessou mais a formação do que trabalhar com adultos. Desfrutei mais de treinar o Rafa quando ele era uma criança do que quando ganhava Roland Garros. O que uma pessoa mais gosta é de se sentir útil e julgo que um treinador é mais útil na formação, porque ela é fundamental para ter um bom desenvolvimento posterior e foi isso que tentei fazer com o Rafael: criar uma base sólida para que ele pudesse explorar ao máximo as suas capacidades. headtopics.com

Fala muito de como a tecnologia e um certo conjunto de facilidades que as novas gerações têm na vida prática podem tirar-lhes capacidade de resistência.Tudo o que facilita, debilita. No momento da formação, o que é bom para um profissional nem sempre é bom para um rapaz em formação. Eu tentei preparar o meu sobrinho para a dificuldade, tentando que as coisas não fossem demasiado fáceis para ele.

A noite em que Costa deixou a maioria absoluta

Consulte Mais informação: Expresso »

Calendário de Futsal - RTP Desporto

Dragão relaxa no Algarve com o topo bem seguroEquipa portista soma o oitavo triunfo consecutivo na Liga e aproveita resultado do dérbi de Lisboa. Autogolo, estreia a marcar de Vitinha e chapéu de Otávio como aperitivo para as decisões na Champions

O absurdo adorável de Margaret AtwoodQuatro contos absurdos escritos com a repetição de certas consoantes estão agora reunidos numa edição portuguesa. Sebastião Peixoto ilustrou-a muito bem.

Um terço dos concelhos sem acesso a farmácias com testes gratuitos (com áudio)A Associação Nacional de Farmácias (ANF) a par com a Associação de Farmácias de Portugal (AFP) admitem que em muitos casos as farmácias não têm equipas para dar resposta ao número de testes necessários, segundo o 'Jornal de Notícias'.

Justiça italiana avança com buscas na Juventus para investigar transferência de Cristiano Ronaldo (com áudio)Em agosto, a Juventus chegou a um acordo para vender o astro do futebol português ao Manchester United por 23 milhões de euros, incluindo oito milhões de euros vinculados ao cumprimento de objetivos de desempenho específicos.

Francisco Rodrigues dos Santos acusa Eduardo Cabrita da 'maior baixeza política'Líder do CDS-PP considera que nada melhorará com a sua substituição por Francisca Van Dunem. O Chicão chega sempre atrasado. Mental 🤦‍♂️🤦‍♂️

Pepa dirige-se aos ex-jogadores do P. Ferreira: «Sei que estão muito tristes»V. Guimarães - Pepa dirige-se aos ex-jogadores do P. Ferreira: «Sei que estão muito tristes»