Entrevista a Tyler Brûlé: “Nos últimos anos Lisboa tornou-se mais refinada”

Entrevista a Tyler Brûlé: “Nos últimos anos Lisboa tornou-se mais refinada”

16/10/2021 17:25:00

Entrevista a Tyler Brûlé: “Nos últimos anos Lisboa tornou-se mais refinada”

O fundador e diretor da “Monocle”, fiel defensor de jornais e revistas em papel, quer abrir em 2022 um escritório em Lisboa. A sua intenção é escrever mais sobre Portugal e África, mas também apostar na reedição de produtos portugueses e trabalhar com fabricantes nacionais

JornalistaÉ talvez a décima vez que Tyler Brûlé vem a Lisboa, sempre em trabalho e nunca de férias. Nascido no Canadá, o jornalista, fundador e diretor da “Monocle”, de 52 anos, vive atualmente em Zurique. Trabalhou na BBC e escreveu para diferentes jornais, incluindo o “Guardian”, até ter sido alvejado, em 1994, em Cabul, numa reportagem para a revista alemã “Focus”, perdendo parcialmente o uso da mão esquerda. Fundou uma primeira revista, a “Wallpaper”, em 1996, que vendeu um ano mais tarde, e em 2006 lançou a “Monocle”, que continua a ser publicada em papel e está fora das redes sociais. Durante a curta passagem por Lisboa esta semana explicou o que distingue Portugal e o que ambiciona para o futuro da revista.

Benfica igualou recorde com 57 anos Vergonha no Jamor. Onze contra nove e no final perdeu o futebol Sporting e Braga reagem: ″Assim, o futebol português nunca será levado a sério″

O que o traz agora a Lisboa?Viemos fazer o primeiro lançamento de um novo livro (“The Monocle Book of Entrepreneurs”), mas também andamos a ver oportunidades para expandir a nossa presença jornalística. Já há muito tempo que falamos de Lisboa como local para ter uma secção para África ou como trampolim para a América Latina, sobretudo Brasil. A situação tem vindo a mudar ultimamente, e nem é por causa da pandemia, mas por causa do ‘Brexit’, devido à migração de talento. Isso força-nos a reconsiderar onde é que queremos estar baseados.

Consulte Mais informação: Expresso »

Novo estudo sobre a origem da Covid-19 aponta para mercado de Wuhan

Monocle24 MonocleMag

Maratona e meia maratona põem 15 mil a correr em Lisboa, incluindo campeões da edição anteriorAs provas contam com 3500 estrangeiros inscritos e vão condicionar o trânsito de Cascais ao Parque das Nações na zona junto ao Tejo

Brasileiro que viajaria para Lisboa é hospitalizado após ingerir cápsulas com cocaínaVídeos - Brasileiro que viajaria para Lisboa é hospitalizado após ingerir cápsulas com cocaína

Futuro de 200 quilómetros de ciclovias em Lisboa em suspensoEspecialistas criticam promessas de estacionamento gratuito. Moedas mantém silêncio sobre o fim da ciclovia da Almirante Reis que prometeu durante a campanha às autárquicas

Lisboa tem Metro há 60 anos, Londres há 160É preciso ouvir os cidadãos para decidir o que é melhor para as cidades. Não basta ganhar.

PSD queria ter um “Ticão” no Porto e outro em Lisboa mas o PS recusouFusão com o Tribunal Central de Instrução Criminal entra em vigor a 4 de Janeiro. Socialistas também chumbaram reforço de competências do Ticão proposto pelo PSD.

Num mês foi apreendido mais de um milhão de euros em cocaína no aeroporto de LisboaDesde 16 de setembro foram levadas a cabo quatro operações, que resultaram na apreensão de 18 quilos de droga