Entre a glória europeia e o dérbi, o leão vai mantendo o sorriso

Entre a glória europeia e o dérbi, o leão vai mantendo o sorriso

28/11/2021 23:15:00

Entre a glória europeia e o dérbi, o leão vai mantendo o sorriso

O Sporting chegou à 11.ª vitória seguida, ao bater (2-0) o Tondela, com golos de Sarabia e Paulinho. A equipa de Amorim fez uma primeira parte cinzenta, mas entrou no segundo tempo cheia de energia e até desperdiçou oportunidades para ter um resultado mais confortável. Perante um conjunto beirão com algumas baixas devido à covid-19, a parte negativa do jogo foi, para o Sporting, a lesão de Palhinha, que a cinco dias do dérbi com o Benfica saiu do relvado em lágrimas

Link:De entre todos os aspetos louváveis da revolução que Rúben Amorim tem operado no Sporting, a sensação de rotina feliz, de monotonia agradável, é um dos mais notáveis e que mais contrastam com o passado recente do clube. Ao longo dos últimos (longos) meses, o técnico tem instalado os"leões" num período de alegria prolongada, praticamente ausente de sobressaltos ou tropeções tão típicos de outras épocas em Alvalade.

Sócrates deixa um conselho a Costa: não devia 'desmerecer a única maioria absoluta' que o PS teve

Entalada entre uma das noites europeias mais importantes da época moderna do Sporting e um sempre escaldante dérbi com o Benfica, a receção ao Tondela era o tipo de compromisso que poderia levar a relaxar e, consequentemente, ao deslize. Mas, na antevisão ao jogo, Amorim já avisara que"basta um empate para estragar tudo", e os seus futebolistas não quiseram destruir o que têm feito. O Sporting venceu por 2-0, chegando às 11 vitórias seguidas na temporada.

Gualter Fatia/GettyA equipa beirã viajou até Alvalade limitada pela covid-19, com o seu técnico, Pako Ayestarán, ausente e quatro futebolistas - Salvador Agra, Ricardo Alves, Manu Hernando e Babacar Niasse - também positivos.Com outras baixas, como o lesionado Jota ou Quaresma, cedido pelo Sporting, o Tondela só apresentou sete suplentes na ficha de jogo - e não os nove permitidos - e teve de adaptar Pedro Augusto ao eixo da defesa, tendo em conta que Modibo Sagnan era o único central de raiz disponível. Ainda assim, a imagem dos visitantes em casa do campeão nacional foi bem positiva, particularmente na primeira parte. headtopics.com

O Sporting até entrou autoritário no duelo, galvanizado por um público ainda com um sorriso nos lábios provocado pelas emoções do último jogo em Alvalade e embalado por um Matheus Nunes que, nos instantes iniciais, arrancou duas vezes pela esquerda com a sua passada larga, evitando Modibo Sagnan males maiores para os visitantes.

André Ventura promete auditoria aos gastos do Governo socialista se for Governo

O bom começo da equipa da casa foi premiado ao minuto 10. Após cruzamento de Esgaio da direita, Paulinho rematou contra Undabarrena, considerando o árbitro que a bola saiu de Khacef para os pés de Pablo Sarabia, inaugurando o espanhol o marcador. Foi o primeiro tento do futebolista cedido pelo PSG na I Liga e o prolongar da série dos “leões” a marcar em casa: há 33 partidas que o Sporting não sai de Alvalade em branco.

No entanto, após o 1-0 o guião da partida foi, gradualmente, mudando. Com o passar dos minutos, os campeões nacionais perderam fluidez, agressividade e precisão nas saídas para o ataque, acumulando erros técnicos e de decisão. O Tondela, em sentido contrário, foi-se sentindo cada vez mais confortável, tendo cada vez mais bola à medida que o futebol do Sporting mais se descaracterizava.

Gualter Fatia/GettyRafael Barbosa, com um remate defendido por Adán, Murillo, que se isolou mas viu Neto negar-lhe a finalização com um grande corte, e Dadashov, que quando também se podia isolar viu o lance ser impedido por Coates, deixaram sinais de aviso para os “leões”. headtopics.com

CDS-PP quer ser grande surpresa da noite eleitoral

A apatia do Sporting contagiava as bancadas e a cara de Rúben Amorim evidenciava desagrado com o que ia passando no relvado. Em contraste, o Tondela aproximava-se da área de Adán ao ritmo que a técnica suave de Tiago Dantas e Rafael Barbosa escondia a bola dos adversários.

PATRICIA DE MELO MOREIRA/GettyTalvez espicaçado pelas palavras de Amorim ao intervalo, o Sporting regressou dos balneários com um futebol bem diferente. Os primeiros minutos da etapa complementar foram de um jogo agressivo e veloz dos"leões", pressionando com acerto, roubando a bola com rapidez e atacando com critério.

O excelente recomeço de partida por parte dos campeões nacionais teve o prémio lógico aos 50': Trigueira ainda defendeu um primeiro remate de Sarabia, mas o ressalto foi para Pote que, frio, ofereceu o golo a Paulinho. O avançado não marcava na Liga há 10 jornadas e o seu remate saiu indeciso, como se a bola estivesse a pensar se havia de entrar ou não. Mas esta lá viajou para o fundo das redes, recuperando o internacional português o sorriso que os dianteiros só têm quando marcam. Paulinho era o único jogador dos"leões" em risco de falhar o dérbi caso visse amarelo e, ao evitar o cartão, foi uma noite perfeita para o ex-Sporting de Braga.

Nos instantes seguintes ao 2-0, o Sporting manteve o ritmo perante a incapacidade de resposta dos visitantes. Sarabia, Pote e Nuno Santos foram incapazes de bater um inspirado Trigueira, Paulinho falhou o alvo numa boa oportunidade e, após este fervor"leonino", veio a pior notícia da partida para Rúben Amorim. headtopics.com

Ver TwitterApós um livre lateral, João Palhinha sentiu uma dor num músculo e prontamente lançou-se ao relvado. O médio não escondeu a apreensão, com a face em lágrimas quer quando ainda estava em campo, quer quando já se encontrava no banco de suplentes, após ser substituído devido à incapacidade física de prosseguir. A cinco dias do dérbi contra o Benfica, as lágrimas de Palhinha serão uma grande preocupação para Amorim.

Até final, o técnico do Sporting geriu a equipa, colocando Tiago Tomás, Nazinho ou Ugarte, e o o duelo caminhou com naturalidade para os 90 minutos. No Tondela, Modibo Sagnan ia evitando males maiores com vários cortes decisivos, demostrando o central cedido pela Real Sociedad o seu talento.

Com a lesão de Palhinha, um dos pilares de Rúben Amorim, como único contorno negativo da partida, o Sporting aumentou a sua série vitoriosa numa exibição que pode ser descrita como rotineira, na qual a equipa impôs a sua superioridade de forma natural. E essa capacidade para manter o sorriso como hábito é um dos melhores elogios a fazer a Rúben Amorim.

Consulte Mais informação: Expresso »

Decisão 22: o confronto entre António Costa e André Ventura na íntegra - CNN Portugal

CNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Vacina contra a covid-19 para as crianças entre os cinco e os 11 anos “é segura”. Mas será útil?A opinião sobre a vacinação das crianças não é consensual entre os médicos. Especialistas afirmam que a segurança da vacina não está em causa, a questão é avaliar os ganhos que pode trazer às crianças entre os cinco e os 11 anos. É mesmo? —“page 11” parágrafo 3 Considerando que as crianças saudáveis têm “zero” problemas graves com este vírus, compensará o risco?

Rui Rio ganha vantagem entre as primeiras concelhias a divulgar resultadosAtual líder social-democrata tem pouco menos de quatro pontos percentuais de vantagem sobre o eurodeputado Paulo Rangel quando falta ainda apurar 160 concelhias.

Fábio Cardoso entre os mais rodados no plantel do FC PortoFC Porto - Fábio Cardoso entre os mais rodados no plantel do FC Porto

Jogo da Liga Revelação entre Belenenses SAD e Marítimo adiadoDecisão da FPF surge após a polémica levantada em torno do jogo entre o Belenenses SAD e o Benfica

'O jogo da vergonha': As reações da imprensa internacional ao jogo entre Belenenses SAD e BenficaFormação azul entrou em campo este sábado frente aos encarnados com apenas nove jogadores, sendo que dois deles são guarda-redes, depois de um surto de Covid-19. Quando é que param de chamar Belenenses a um clube que não é o Belenenses Até no futebol somos um meme Sinceramente...já n sei que dizer O Benfica ao constatar a vergonha do dirigismo, devia no mínimo dos mínimos ter-se apresentado com o mesmo número dos jogadores do Belenenses. Aí, sim... seria DIGNO desportivamente. Até o NOJENTO resultado é uma autêntica COBARDIA.

Entrevista a Caetano Veloso: “Desejo ver uma integração mais eficaz entre o Brasil e Portugal”Depois de dez anos sem apresentar um álbum de inéditos, lançou “Meu Coco”, descodificando o enigma de um trabalho que não pára de iluminar a música brasileira. Com mais de seis décadas de carreira, Caetano Veloso diz-se um “otimista programático”. O seu programa é não deixar cair a importância do Brasil no mundo