Rui Rio Psd Marcelo Paulo Rangel Encontro

Rui Rio Psd Marcelo Paulo Rangel Encontro

Encontro de Rangel com Marcelo é 'muito estranho', diz Rio

27/10/2021 14:21:00

O presidente do PSD, Rui Rio, criticou, esta quarta-feira, o facto de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter recebido em Belém Paulo Rangel, candidato à liderança dos sociais-democratas.“Quando me colocaram essa questão aqui eu não sabia que o Presidente da República tinha recebido um candidato à liderança do PSD”, confessou Rui Rio aos jornalistas, à margem do debate do Orçamento do Estado, que decorre na Assembleia da República.

Idade da reforma em Portugal deve aumentar cerca de dois anos até 2050 Covid-19. ACNUR defende que vacinação forçada é inaceitável, mas quer multas para quem recusar Ómicron expande-se

“Obviamente que acho muito estranho. Acho muito estranho que o Presidente da República receba um putativo candidato à liderança de um partido. Se for verdade o que vem nos jornais a dizer que, ainda por cima, aquilo que lá foram tratar é a data das legislativas tendo em vista as diretas do PSD, significa que então vamos condicionar o país às diretas do PSD”, acrescentou.

Rio sublinhou ainda o facto de que os partidos não terem sido ainda ouvidos sobre eventuais prazos para as legislativas antecipadas, caso se confirme o chumbo do Orçamento do Estado.“Se assim foi, peço desculpa, tenho o máximo respeito pela figura do Presidente da República, pelo professor Marcelo Rebelo de Sousa, mas tenho de discordar frontalmente”, disse. headtopics.com

“Acho que não é minimamente aceitável num país qualquer - e particularmente num país europeu - que o chefe do Estado receba e possa combinar uma coisa dessas com um líder da oposição interna”, considerou.Recorde-se que uma nota publicada no site oficial da Presidência da República informava que “o Presidente da República recebeu esta tarde [terça-feira] em Belém, a pedido deste, o Eurodeputado Paulo Rangel”.

Consulte Mais informação: Jornal SOL »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Marcelo recebeu Rangel e procurou solução para Orçamento, Rio irritado com PresidentePaulo Rangel pediu para ser ouvido em Belém e audiência ocorreu esta terça-feira - ao mesmo tempo que decorria o debate do primeiro dia do fim da geringonça. Rio e Rangel querem calendários diferentes e é Marcelo que decide os timings RuiRioPSD a oeste nada de novo. Cotovelo. Balsemão na mouche

Marcelo ouviu Rangel sobre prazos eleitorais e tentará não atropelar processo interno do PSDPresidente da República ouviu o candidato à liderança do PSD e se dissolver o Parlamento tentará não prejudicar os processos eleitorais em curso no PSD e no CDS. Marcelo não deu garantias, mas foi sensível ao argumento de que 15 dias podem fazer diferença. Havendo eleições antecipadas, a sua elasticidade é restrita mas pode marcá-las para 13 de fevereiro, no limite. Se o PSD antecipar o Congresso, tanto melhor … pior mesmo que o Marcelo é Rangel. A dimensão do problema é tal que Ventura e Cotrim esfregam já as mãos… Mas o que é que interessa ao Marcelo, o país ou o PSD? Xô Presidente, como é o último mandato, o país que se lixe, é? Diz a ' jornalista' sem vergonha instalada no jornal.

Rio nega tentativa de adiamento das eleições internas e passa culpa a Rangel pela 'confusão'Candidatura de Rui Rio lamenta que Paulo Rangel tente passar 'notícias falsas e contrainformação', procurando criar cenários especulativos em nome da Direção do Partido sobre marcação de um possível Conselho Nacional extraordinário para adiar as 'diretas'. O cenário negado por Rio já foi admitido por Mota Pinto, líder da Mesa do Congresso do PSD

Rangel acusa PSD de Rui Rio de não denunciar falta de computadores?O Polígrafo SIC dá a resposta.

Rui Rio deixa duras críticas a Marcelo por receber Rangel. 'Não é minimamente aceitável'Rui Rio não poupou nas críticas a Marcelo por receber um candidato à liderança do PSD num momento em que o país enfrenta a pior crise política dos últimos anos. O líder social-democrata considera que o encontro é uma forma de 'condicionar o pais às eleições diretas do PSD'.

Rangel avisa que 'irresponsabilidade do PS pode deixar país sem rumo'O candidato à presidência do PSD Paulo Rangel afirmou que a 'irresponsabilidade do PS pode deixar o país sem rumo', reiterando que tal implica que o seu partido tenha um líder 'fortemente legitimado'.irresponsabilidade do PS pode deixar o país sem rumo. A haver crise política, temos de correspon AIIIAIIIIIAIIIIQUE MEDO,,, Uiii Ke Benha a TROIKA. pá. Assim reduzam se a criadinhos de qm sabe governar. este gajo está sem rumo aos anos, desde que desapareceram os submarinos do portas, coitadinho parece uma pena penada A pinga é boa.