Amy Davies, Georgie, Reino Unido, Animais, Animais, İnteresse Humano

Amy Davies, Georgie

Encontram gata desaparecida há 12 anos devido ao novo coronavírus

Insólitos - Encontram gata desaparecida há 12 anos devido ao novo coronavírus

05/08/2020 17:55:00

Insólitos - Encontram gata desaparecida há 12 anos devido ao novo coronavírus

Animal fugiu durante férias em família, em 2008. A pandemia da covid-19 e o acaso permitiram descoberta insólita.

Uma família reencontrou a sua gata, desaparecida há 12 anos, devido à pandemia do novo coronavírus. O caso da gata ‘Georgie’, que era procurada pela família Davies desde 2008, está a dar que falar na no Reino Unido.Numas final de umas férias em outubro, no parque de campismo de Loch Lomond, na Escócia, os Davies estavam a preparar tudo para voltar a casa quando Georgie, na altura com três anos, desapareceu. Apesar de procurarem vários dias pelo animal, não o voltaram a encontrar. Até agora.

«Benfica é muito maior que o City!»: as imagens inéditas do adeus de Rúben Dias no balneário Portugal prolonga estado de contingência até ao dia 14 de outubro após aumento de casos de Covid-19 Jorge Amaral: “Se calhar estiveram a tentar tirar a tattoo de dragão”

A gata ficou naquela zona do Parque Florestal Rainha Isabel II e acabou por ser ‘adotada’ e alimentada por funcionários do parque e turistas, tornando-se mascote do local. Acreditado que se tratava de um animal abandonado, o staff do parque descobriu a identidade da gata depois dos efeitos da pandemia de Covid-19 começar a manifestar os seus efeitos no turismo.

O parque de campismo teve que fechar e um funcionário, preocupado com a gata, resolveu entrega-la temporariamente a um abrigo. Voluntário descobriram que Georgie tinha chip e, quando o analisaram, verificaram que a gata tinha dona.Amy Davies conta ao Daily Star que todos na família ficaram"devastados" com o desaparecimento da gata e que a descoberta"foi uma surpresa enternecedora". Lynsey Anderson, responsável do abrigo que recebeu Georgie, sublinha a importância de ter os animais devidamente identificados e com a informação do chip atualizada.

Apesar de a notícia ter sido recebida com grande felicidade. Amy diz que talvez o reecontro físico com a gata Georgie terá que ficar para mais tarde."O meu primeiro instinto foi saltar para o carro e ir busca-lo, mas acontece que agora temos outro gato, com 9 anos. Falei com o centro e percebi que não tínhamos espaço para ter mais um gato, fora que a Georgie, segundo o abrigo, não está habituada a partilhar atenções com outros animais", conta Amy.

"É muito triste que, ao fim de todo este tempo, não nos reencontremos imediatamente. Tenho que fazer o que é melhor para a Georgie", termina a inglesa, residente em Manchester, não descartando a hipótese de voltar para visitar a ‘velha amiga’ de quatro patas.

Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

Portugal recebe mais de 12 mil milhões de euros com o Portugal 2020Este valor corresponde a 46,5% do valor programado, mantendo-se o país no quinto lugar entre os Estados-membros que mais receberam

Venda de cimento cai 12% na Madeira

Julho foi o mês com mais mortes dos últimos 12 anos em PortugalE a Covid-19 só representa 1,5% do total de óbitos. ...

Este foi o mês de julho com mais mortes dos últimos 12 anosDGS aponta ondas de calor como responsáveis, mas especialistas alertam que falta de acessos aos serviços de saúde devido ao confinamento.

TdC. Contrato de compra de 12 aeronaves em 2006 não foi cumprido

Cerveja, gaming e Ikea. Como está a China ao fim de sete meses de covid?Desde 17 de maio que o país não anuncia vítimas mortais devido ao novo coronavírus, mas há dois surtos ativos quando caminha a passos largos para a normalidade.