Diplomacia, China, Embaixador

Diplomacia, China

Embaixador dos EUA em Lisboa diz que Portugal tem de escolher entre EUA e China

Embaixador dos EUA em Lisboa diz que Portugal tem de escolher entre EUA e China

26/09/2020 03:03:00

Embaixador dos EUA em Lisboa diz que Portugal tem de escolher entre EUA e China

O embaixador norte-americano em Lisboa defende que Portugal tem de escolher entre os 'amigos e aliados' EUA e o 'parceiro económico' China , alertando que escolher a China em questões como o 5G pode ter consequências em matéria de Defesa.

SubscreverO embaixador admite que Portugal é uma vítima do conflito comercial entre EUA e China ao fazer parte do"campo de batalha" na Europa, onde uma das frentes de conflito é a nova tecnologia 5G, relativamente à qual Portugal equaciona trabalhar com a chinesa Huawei, ainda que não em aspetos fundamentais da rede, mas apenas na distribuição do sinal de rádio.

Egito anuncia descoberta de sarcófagos com mais de 2.500 anos Mais 271 mortos e 15.383 casos diários de Covid-19 no Brasil Governo suspende proposta sobre uso obrigatório da “app” StayAway Covid e máscaras

Glass é taxativo ao dizer que os EUA preferiam que Portugal não tivesse qualquer equipamento da Huawei na rede de 5G."Se não tivermos parceiros confiáveis na rede de telecomunicações portuguesa, mudará a forma como interagimos com Portugal em termos de segurança e de Defesa. Temos feito chegar esta mensagem alto e bom som: a forma como trabalhamos com a NATO ou como trocamos informação classificada será afetada. Se tivermos confiança nas telecomunicações, seremos capazes de continuar a relacionar-nos como no passado. Se não tivermos, teremos de mudar a forma como comunicamos com Portugal", disse o embaixador.

Há outras empresas chinesas com posições de capital em empresas portuguesas - como a China Three Gorges na EDP e a CCCC que recentemente entrou no capital da Mota-Engil, que"vendeu 30% da companhia por 30 moedas de prata" -- a dificultar a relação entre Portugal e EUA, sendo que em relação à Mota-Engil o embaixador norte-americano admite a possibilidade de sanções.

Remeteu, no entanto, mais esclarecimentos para essas questões para o subsecretário norte-americano da Economia, Keith Krach, que vai estar na próxima semana em Lisboa.Sobre a importância do"incrivelmente estratégico" porto de Sines para a distribuição do gás natural liquefeito americano, Glass disse esperar que a construção e gestão do novo terminal"não vá para os chineses"

. Se for, isso compromete a distribuição, admitiu."Acho que tem de comprometer. Se fosse para os chineses, afetava a nossa visão daquilo que Sines se pode tornar. Vimos no passado que, se os operadores forem chineses, eles têm a capacidade de negar acesso a navios norte-americanos. Isso não pode acontecer. Sobretudo se pensarmos em Portugal como o 'hub' de gás e centro da segurança energética europeia", declarou.

George Glass admitiu ainda que os EUA têm trabalhado com Portugal no sentido de"guiar" o investimento estrangeiro no país e diminuir o peso do investimento chinês."Acho que agora são mais duros com a China. Quando cheguei a Portugal, as entidades estatais chinesas tinham 28% da EDP e agora têm 21%. Vai na direção certa. Mas precisa de ser menos", acrescentou.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

E SE TE FOSSES......................EMBORA? Essencialmente, é como dizer a um pedinte que tem de escolher entre quem lhe promete abrigo se chover ou quem lhe dá todos os dias dinheiro para comer. 🤪isto das escolhas tem muito que se lhe diga.....😜 Está na hora de ir para casa... E fez muito bem. Quando é para se defenderem pensam logo nos EUA, mas como estão todos vendidos ao capital chinês, já ladram. Estão todos presos pelo rabo. Os chineses compram tudo. Até a falta de vergonha

Portugal é um país livre!Deve continuar livre. Os EUA não mandam no mundo!! Não se permitam apequenar por um um império capitalista, reacionário e explorador. Parece que já tardava! Sr Embaixador: Caso não tenha dado por isso, Pt é parte da Europa. Logo a escolha nacional, natural e óbvia de Pt é a Europa! E a Europa escolherá! Entre a ditadura chinesa e a perigosa estupidez eleitoral americana, optará pela Paz, pela humanidade e por energias renováveis.

China claramente pelo menos enquanto Trump o inconsequente mental la estiver Nenhum! Os USA (como de costume) com a direita lá no poder, a 'jogarem sujo'...😠 A ignorância é atrevida Caladinho declama poemas... País socialista, enquanto portugal não virar à direita vai continuar assim Se o DT ganhar ( espero que não) isto vai ser um virote de chantagens por aí fora a este nível e, não só com Portugal.... Espero que os Americanos tenham juízo e “Vote Him Out”

Portugal é um paìs livre e não deve permitir ser chantageado por outro. Infelizmente a China jà està dentro. Acabem com as lojas chnesas que não pagam contribuiçőes ao pais. Mas depender dum país que deixa morrer a população e nega a alteração climática também não. Isso é um País democrático? Por isso o Trump vai perder e o mundo vai ganhar.

Diria que desde 20 de Dezembro de 1999 a escolha já foi mais do que feita... Portugal está invadida de comerciantes chinos ,mais oportunidades para os portugueses em sua terra este não foi o que fez a festa na embaixada em plena quarentena...? ao que chegamos... The virus from China! Nem um nem outro. Fora fachos ignorantes e Trumps 😠

Tá alinhado com o embaixador americano no Brasil... Acreditam mesmo que Trump será reeleito. Esquerdalhas...logico Cuba China Coreia do Norte...😅😂 🖕 Um diplomata que não sabe escolher as palavras ou é burro ou é um reles arruaceiro ou ambas as coisas. Em qualquer caso, a gloriosa nação que são os Estados Unidos já teve melhor representação em Lisboa...

O país que traz melhores benefícios econômicos deve ser privilegiado. É uma questão de reciprocidade.

China indignada com acusações dos EUA sobre a pandemia: ''Já chega!''Durante uma reunião por videoconferência do Conselho de Segurança da ONU, o governo chinês acusou o governo liderado por Trump de 'mentir e enganar'. Sim, e são culpados Sim...

Na nova guerra fria entre América e China a parte mais fraca ainda é a asiáticaDepois de se ouvir o discurso de Donald Trump na ONU e a resposta de Xi Jinping no mesmo palco (neste ano virtual, por culpa da covid-19), uma guerra entre Estados Unidos e China , consequência do desafio do país asiático à tradicional supremacia global americana, parece cada vez mais difícil de evitar, resta saber se será quente ou fria, como durante o meio século de rivalidade entre a América e a União Soviética.

''Enquanto mulher negra, estou cansada'': a emoção e a revolta nos protestos nos EUAMilhares de pessoas voltaram a sair à rua contra o racismo, a violência policial e as decisões da justiça. a SIC e tao mentirosa , é a maior mentirosa , editam as perguntas parvas k os repórteres da CNN fazem sobre perguntas hipotéticas ao Trump , como se fossem perguntas firmes e mostram a Kamala k foi cilindrada por todos nas primárias e o Biden k nem sabe em k terra está e a kamala é mentirosa como a SIC ela não é negra é uma mistura de indiano com índio da jamaica. é escura mas não é negra

Campanha eleitoral nos EUA cada vez mais centrada em ataques pessoaisTrump diz que não é fã de Meghan Markle.

Dois polícias baleados nos EUA em protestos sobre a morte de Breonna TaylorForam realizados protestos em cidades norte-americanas, contra a decisão das autoridades de não acusarem os agentes envolvidos na morte da afro-americana.

Senado dos EUA compromete-se com transição de poder pacíficaDonald Trump volta a lançar dúvidas sobre processo de votação nas presidenciais.