E se os alienígenas de Vénus forem terrestres? Meteoros podem ter dado boleia à vida até ao nosso vizinho

E se os alienígenas de Vénus forem terrestres? Meteoros podem ter dado boleia à vida até ao nosso vizinho

29/09/2020 01:32:00

E se os alienígenas de Vénus forem terrestres? Meteoros podem ter dado boleia à vida até ao nosso vizinho

Investigadores de Harvard calculam que pelo menos 600 mil meteoros cruzaram ilesos a atmosfera da Terra e viajaram até Vénus. Trata-se de veículos cósmicos que podem ter dado boleia às hipotéticas formas de vida anaeróbicas presentes nas nuvens do gémeo infernal do nosso planeta

JornalistaA teoria é conhecida como panspermia e pressupõe que a vida pulula no Universo, resiliente o suficiente para ser transportada em viagens interplanetárias através de meteoros, cometas ou outros corpos errantes. A hipótese de não estarmos sozinhos no Sistema Solar está mais quente do que nunca e os

Grupo ″hacker″ português reivindica ataque a 61 sites do Brasil EUA. Líder da maioria republicana no Senado, amigo de Biden há quase 25 anos, mantém silêncio sobre transição. O que quer isto dizer? Sondagem. Ir a restaurantes deixou de ser opção para mais de 60% dos portugueses

indícios mais prometedores chegam precisamente do escaldante gémeo terrível da Terra, onde a superfície é uma fornalha aquecida a 460º celsius, onde as densas nuvens opacas estão carregadas de ácido sulfúrico e onde um dia se demora mais do que um ano.

Se por um lado o solo venusiano é completamente inóspito, pelo menos para a vida tal como a conhecemos, microorganismos anaeróbicos podem encontrar as condições ideais na atmosfera temperada do nosso vizinho planetário mais próximo, onde recentemente foram encontradas evidências de fosfina, uma molécula que na Terra está intrinsecamente ligada à existência de vida. A investigação contou com a participação da astrofísica molecular portuguesa Clara Sousa-Silva, que,

em entrevista ao Expresso, afirmou que “esta é a descoberta do século”.As deteções de fosfina ainda carecem de análises mais detalhadas mas as novas revelações reaqueceram o interesse por Vénus como possível albergue para seres alienígenas. Mas e se estes microorganismos tiverem viajado desde a Terra à boleia de meteoros?

O cenário é levantado por dois investigadores de Harvard, Amir Siraj e Avi Loeb, que calculam que 600 mil meteoros cruzaram a atmosfera do nosso planeta e viajaram ilesos, numa odisseia de 0,28 unidades astronómicas, até mergulharem na atmosfera venusiana.

Isto leva a que os especialistas acreditem que pequenos micróbios tenham sido capturados por meteoros na atmosfera terrestre, veículos cósmicos que podem ter transportado e semeado a vida em Vénus. O artigo foi publicado na plataforma Arxiv.org e ainda aguarda a revisão da comunidade científica.

“Pelo menos 600 mil asteroides passaram na atmosfera da Terra sem serem significativamente aquecidos e posteriormente impactaram Vénus”, concluem os investigadores, acrescentando que este fenómeno pode ter ocorrido durante um período de aproximadamente 100 mil anos.

Médico intensivista teme que doentes não-Covid sejam mais afetados na segunda vaga Covid-19. A lista da Bloomberg que ordena os 50 países que respondem melhor à pandemia. Portugal fora dos 30 primeiros Violência sobre as mulheres aumentou durante a segunda vaga

“Como resultado, a origem de possível vida venusiana pode ser fundamentalmente indistinguível da vida terrestre”, defendem os autores do estudo.Relacionados“Esta é a descoberta do século”: uma história sobre Vénus e uma investigadora portuguesa

Consulte Mais informação: Expresso »

Facebook foi impedido de mandar dados para os EUA e isso deve-se a Max SchremsEntrevista ao cidadão austríaco que conseguiu travar dois acordos que permitiam que serviços os secretos americanos acedessem a dados de milhões de europeus

Saiba o que fazer para baixar o empréstimo do crédito à habitaçãoCerca de 400 mil famílias podem baixar o empréstimo ao banco.

O ultimato norte-americano e o fumo do dragãoO que me parece indiscutível é que, talvez face a uma quase irrelevância internacional do nosso burgo, os EUA não se aperceberam de que já tomámos a opção chinesa.

“H\u00e1 bancos que podem ter de vir a realizar aumentos de capital”, alerta Faria de Oliveira

Nagorno-Karabakh. Pelo menos 39 mortos em 24 horas de combatesO número de vítimas mortais poderá ser muito superior, uma vez que ambos os lados do conflito afirmam ter infligido centenas de baixas à oposição.

O fantasma a agarrar-se à vida em “O Ano da Morte de Ricardo Reis”João Botelho transpôs com risco e audácia “O Ano da Morte de Ricardo Reis” para o grande ecrã. Estreia-se na quinta-feira