Rui Rio, Psd

Rui Rio, Psd

Diálogo entre líder da oposição e primeiro-ministro é ″vital″, diz Rio

Diálogo entre líder da oposição e primeiro-ministro é 'vital', diz Rio

29/09/2020 02:56:00

Diálogo entre líder da oposição e primeiro-ministro é 'vital', diz Rio

O presidente do PSD considerou que 'mal vai o país' se o líder da oposição e o primeiro-ministro deixarem degradar de tal forma a sua relação pessoal e política que quebrem todas as vias de diálogo.

O presidente do PSD considerou que"mal vai o país" se o líder da oposição e o primeiro-ministro deixarem degradar de tal forma a sua relação pessoal e política que quebrem todas as vias de diálogo.Numa curta entrevista à RTP gravada na passada sexta-feira e transmitida na segunda-feira, na última edição do programa"Prós e Contras", Rui Rio é questionado se"tem ou não uma relação de amizade" com o líder do PS e primeiro-ministro, depois de ser recordada uma emissão que juntou ambos em 21 de março de 2011 (na altura, autarcas de Porto e Lisboa, respetivamente).

Cristiano Ronaldo mostra como treina e deixa mensagem motivacional A hora vai mudar no domingo. Saiba porquê e as confusões que já causou Trump tem conta em banco chinês, onde pagou impostos durante anos

"O equilíbrio que se deve fazer é o seguinte: não deixar afetar qualquer relacionamento pessoal positivo que possa haver da função política, mas também não degradar completamente essa relação por força da função política", respondeu. Para Rio, uma democracia desenvolvida"carece que não se quebre a relação política e pessoal entre o líder da oposição e o primeiro-ministro".

"Mal vai o país se o líder da oposição e o primeiro-ministro pura e simplesmente degradarem a relação e não há diálogo possível. É muito mau para o país e isso, quem tiver sentido de Estado, procura evitar", disse. Rio admitiu que haverá muitas pessoas que discordarão desta visão e que ao longo da história"a maior parte das vezes" tal não foi conseguido.

"Eu, da minha parte, faço esse esforço, penso que ele também faz, porque há momentos decisivos para o país em que pode ser necessário que se seja capaz de dialogar, isso é vital", afirmou.Questionado sobre o voto do PSD na generalidade no próximo Orçamento do Estado para 2021, o líder do PSD respondeu que"será muito difícil estar de acordo", mas disse querer aguardar pelo documento.

"Até seria mau para o país estar de acordo com uma coisa completamente construída à esquerda. Então que alternativa é que havia para isto tudo", questionou.As declarações de Rio à RTP foram gravadas antes de o Presidente da República, na sexta-feira à tarde, à margem de uma visita a São Brás de Alportel, no Algarve, ter afirmado que, se não for possível uma aprovação do Orçamento do Estado com"apoio à esquerda", então"a oposição, sobretudo a oposição que ambiciona liderar o Governo", deve viabilizá-lo, como fez quando liderou o PSD.

Interrogado se este era um recado para Rui Rio, o chefe de Estado respondeu que estava a"dizer aquilo que é de bom senso meridiano" e que significa que"há um limite para aquilo que é próprio da democracia, que é a livre escolha dos partidos e dos políticos".

Marcelo Rebelo de Sousa reconheceu que ao PSD pode"custar muito viabilizar o Orçamento", por"discordar disto ou daquilo", mas sustentou que"importa aprovar o Orçamento".Horas depois, à entrada para uma reunião do Conselho Nacional do PSD, também no Algarve, em Olhão, que viria a aprovar uma moção de apoio à eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa nas presidenciais de 2021, Rui Rio respondeu às palavras do chefe de Estado.

Governo confirma lotação máxima de 27.500 espectadores no GP de F1 Darren Fletcher compara Bruno Fernandes a Cristiano Ronaldo e a Eric Cantona Mau tempo veio para ficar. Tempestade Epsilon poderá atingir Portugal no fim do mês

O presidente do PSD recusou nessa ocasião sentir-se pressionado pelo Presidente da República e disse que quem está sob pressão são"PCP, BE, PS ou PS só com um", enquanto o seu partido"está, por assim dizer, na bancada à espera que o jogo se inicie".

"O líder do PS, neste caso também primeiro-ministro, foi muito claro, não podia ter sido mais claro, quando disse que no dia que precisasse do PSD para aprovar o Orçamento do Estado o seu Governo deixa de fazer sentido", salientou Rui Rio, referindo-se a declarações doe António Costa em entrevista ao jornal Expresso.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

Rio diz que “mal vai o país” se líder da oposição e primeiro-ministro não conseguirem dialogarPara Rio, uma democracia desenvolvida “carece que não se quebre a relação política e pessoal entre o líder da oposição e o primeiro-ministro”, mas o presidente do PSD admitiu que haverá muitas pessoas que discordarão desta visão. Quanto ao diálogo não sei mas 4 décadas de ps e PSD era ....... A todos sem dó nem piedade o país está na merda e podemos agradece ló a eles todos , na realidade num barco para o desterro era o que era preciso isso ou então fechar as portas da casa da 'democracia ' .....

Pinto da Costa e o apoio de Costa a Vieira: «Estão sempre a meter milhões nos bancos...»FC Porto - Pinto da Costa e o apoio de Costa a Vieira: «Estão sempre a meter milhões nos bancos...»

Primeiro-ministro avisa que é necessário minimizar os impactos adversos da pandemiaEm causa está a crise económica que o país enfrenta.

Primeiro-ministro diz que sete medalhas na canoagem são 'orgulho para Portugal'Desporto - Primeiro-ministro diz que sete medalhas na canoagem são 'orgulho para Portugal'

António Costa: “Haver uma crise política era absolutamente insano e injustificado”A pressão está aí, em plenas negociações para o Orçamento com a esquerda. “Quando não há maioria há que negociar”, diz o primeiro-ministro

Gustavo Veloso vence prólogo em Fafe e é o primeiro líderO ciclista espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto) venceu este domingo o prólogo inaugural da edição especial da Volta a Portugal em bicicleta, em Fafe, vestindo a primeira camisola amarela da prova, à frente de Rafael Reis (Feirense), segundo classificado.