Caryn Pfeifer, World Trade Center, Saúde, Cancro, Distúrbios, Guerras E Conflitos, Terrorismo, Morte, Guerrilha

Caryn Pfeifer, World Trade Center

Dezoito anos depois da tragédia, o 11 de Setembro continua a matar

Mundo - Dezoito anos depois da tragédia, o 11 de Setembro continua a matar

11/09/2019 10:55:00

Mundo - Dezoito anos depois da tragédia, o 11 de Setembro continua a matar

Pela primeira vez, existe um memorial pelas vítimas do ataque terrorista que morreram muito depois de este ter acontecido.

08:54RelacionadasCapturado em 2003, mentor do 11 de Setembro conhece data do julgamento. Terrorista acusado de matar três mil pessoasQuando esta quarta-feira se assinalar o 18.º aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, seis monólitos de granito recordarão as vítimas que ainda podem morrer: as que sofrem de doenças provocadas pelos detritos do World Trade Center.

Bruxelas diz que Portugal tem que melhorar sistema judicial e combate à corrupção Propostas do Chega para tamanho do Governo e referendo sobre redução de deputados são inconstitucionais Rui Rio diz que há “falhas gravíssimas” na assistência a doentes não-covid

O memorial só foi erigido em abril deste ano. Irá ajudar pessoas como Caryn Pfeifer, cujo marido bombeiro contraiu cancro no rim enquanto lutava pelo financiamento para programas de saúde destinados a socorristas e outras vítimas colaterais do 11 de setembro. Em 2017, Ray Pfeifer também morreu."Agora temos um sítio onde ir e nos sentarmos, pensar em todos, e rezar pelo pobre próximo a morrer", afirmou Caryn à

NBC.Este ano, o Congresso aprovou o financiamento ao fundo de compensação das vítimas, que ajuda bombeiros, polícias e outros que morreram ou adoeceram depois de terem sido expostos a toxinas libertadas no ataque, até 2090. Também existe um seguro de saúde destinado aos que trabalharam no local.

Este ano, também foi revelado um estudo que liga o cancro da próstata e o pó libertado no World Trade Center. Em junho, investigadores do Mount Sinai Health concluíram que o pó desencadeou inflamações crónicas nas próstatas dos socorristas que trabalharam no local, que podem ter contribuído para que estes padecessem de cancro.

Além de cancro, as pessoas foram afetadas por problemas digestivos ou respiratórios, ligados ao pó inalado ou engolido.Em junho de 2018, segundo o jornalThe Guardian, tinham sido registadas 10 mil pessoas diagnosticadas com cancro ligado ao atentado. Mais de 43 mil sofrem de problemas de saúde relacionados com o ataque terrorista. 51 mil pessoas pediram adesão ao fundo de compensação de vítimas que sofram de doenças.

Em 2018, outro estudo não detetou taxas de morte superiores ao normal entre os socorristas e outras pessoas expostas ao fumo e ao pó, mas indicou uma maior tendência para cancros no cérebro, linfoma não-Hodgkin e outras doenças.

13 filhos de bombeiros mortos no 11 de setembro vão tornar-se… bombeirosA 24 de setembro, 13 pessoas – 12 homens e uma mulher – vão tornar-se bombeiros do Corpo de Bombeiros de Nova Iorque. O que têm em comum? Todos são filhos de bombeiros mortos no 11 de setembro.

Primeiro doente que ficou curado do VIH morreu de cancro Rui Costa: «Daqui a 300 anos ainda se falará de Ronaldo» Cinco papagaios “escondidos” do público num zoo britânico por dizerem palavrões Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

Dezoito anos depois, o 11 de Setembro continua a fazer vítimasAlém das mais de 2600 pessoas mortas e 6000 feridas, os nova-iorquinos continuam a ser afetados pelo colapso das Torres Gémeas do World Trade Center .

Bin Laden reivindica os atentados do 11 de SetembroUm ano depois do 11 de Setembro, o líder da organização terrorista Al-Qaeda reivindicava abertamente os ataques de 11 de setembro de 2001 nos EUA, que fizeram quase três mil mortos e mudaram o mundo.

SEF abre mais 11 mil vagas para agendamento de pedidos de residênciaNo primeiro semestre deste ano foram atendidas mais de 155 mil pessoas, o que representa um aumento de mais 30 mil em relação a 2018. Por este andar vamos ter que mudar ou o nome dos cidadãos (portugueses),ou então mudar o nome do país, por exemplo para'Banglaporto'

Apple apresenta geração do iPhone 11 com três modelos mas há mais novidadesFotogalerias - Apple apresenta geração do iPhone 11 com três modelos mas há mais novidades

Apple lança novo iPhone 11Preços em Portugal ficam na casa dos 1.200 euros.

FOTOGALERIA | Nova Iorque e o mundo mudaram para sempre há 18 anos. As imagens da tragédia do 11 de SetembroFotogalerias - FOTOGALERIA | Nova Iorque e o mundo mudaram para sempre há 18 anos. As imagens da tragédia do 11 de...