De walkie-talkies ilegais a corrupção: as doze acusações contra Aung San Suu Kyi

De walkie-talkies ilegais a corrupção: as doze acusações contra Aung San Suu Kyi

Myanmar, Birmânia

06/12/2021 03:18:00

De walkie-talkies ilegais a corrupção: as doze acusações contra Aung San Suu Kyi

Mais de dez meses após o golpe militar que a derrubou, antiga líder birmanesa aguarda ainda conhecer o primeiro veredicto. Se for condenada por todos os crimes de que é acusada, arrisca uma pena de 116 anos de prisão.

© AFPNo dia 3 de fevereiro, dois dias depois de os militares terem derrubado a liderança civil de Myanmar (antiga Birmânia), era conhecida a primeira acusação contra a então conselheira de Estado (na prática primeira-ministra) Aung San Suu Kyi: violação das leis de importação e exportação devido à presença de walkie-talkies na sua casa. Um crime punível com quatro anos de prisão. Mas, dez meses depois, as acusações continuam a amontoar-se - serão já uma dúzia, incluindo mais graves como corrupção ou fraude eleitoral - sem que tenha sido proferido qualquer veredicto. Se for condenada por todos os crimes de que é acusada, a ex-líder birmanesa, de 76 anos, arrisca uma pena de 116 anos de prisão.

″Temos de olhar com otimismo para o futuro. Estamos cada vez mais imunes ao vírus″

O primeiro veredicto era esperado no dia 30 de novembro, mas o tribunal da Junta Militar adiou a decisão para esta segunda-feira, sem dar mais pormenores.Os julgamentos da Prémio Nobel da Paz de 1991 têm decorrido à porta fechada, sem a presença de jornalistas, com os advogados da antiga líder a estarem proibidos de falar com os media.

No mesmo dia em que houve a indicação do adiar do veredicto, Suu Kyi e o ex-presidente Win Myint foram acusados de mais crimes de corrupção, relacionados com o mau uso de um helicóptero alugado para situações de gestão de desastres naturais. Arriscam 15 anos de prisão por este crime. headtopics.com

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

O debate entre António Costa e Inês de Sousa Real na íntegra - CNN Portugal

CNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Taiwan: luta de titãs nas cadeias de abastecimento globais de semicondutoresCom um território que é cerca de 40% do português e uma história marcada por várias crises político-militares, é surpreendente o sucesso de Taiwan. O conflito comercial EUA-China e a pandemia de covid-19 provocaram abalos nas cadeias de abasteciment

Mais de 1,5 milhões de doses de reforço administradas em PortugalA Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou este domingo que já foram administradas mais de 1,5 milhões de doses de reforço da vacina contra a covid-19 e mais de 2.060.000 de doses contra a gripe.

Voo de repatriamento de Moçambique: passageiros surpreendidos por terem de fazer teste à chegada a LisboaGoverno diz que se trata de uma medida de precaução. É evidente que os testes feitos em Moçambique não oferecem qualquer confiança às autoridades portuguesas. Mas os moçambicanos também não têm qualquer confiança na organização dos serviços públicos portugueses. Os muceques têm melhor organização.

Detetados dois casos positivos de covid-19 no voo de repatriamento vindo de Moçambique

Teresa Ponce de Leão: “Necessitamos de mais investimento em postos de abastecimento [elétricos]”A mobilidade elétrica está a crescer, mas ainda tem problemas por resolver. Na lista está o investimento na rede de carregamento, mas também a alteração do quadro legal e garantir que a eletricidade consumida é renovável. Precisamos de mais médicos e demais técnicos de saúde, de melhores estradas nacionais e camarárias, de mais transportes públicos, de melhor justiça, de impostos mais baixos...

Há casos positivos de covid-19 entre os passageiros do voo de repatriamento de MoçambiqueAinda se desconhece se algum dos casos positivos diz respeito à variante Ómicron