Covid-19. Pedidos de testes registam aumento exponencial - Unilabs no limite da capacidade

01/04/2020 23:26:00
Covid-19. Pedidos de testes registam aumento exponencial - Unilabs no limite da capacidade

Covid-19. Pedidos de testes registam aumento exponencial - Unilabs no limite da capacidade

Covid-19. Pedidos de testes registam aumento exponencial - Unilabs no limite da capacidade

Com 12 centros de rastreio em sistema 'Drive Thru' instalados no país, a Unilabs Portugal registou uma avalanche de pedidos de testes à covid-19 nos últimos três dias. Luís Menezes, direitor-geral do laboratório, pede paciência aos portugueses por a capacidade instalada ser de 1000 testes/dia

O diretor-geral da Unilabs adianta que a capacidade limite de produção de testes do laboratório é de 1000 testes por dia, sublinhando que é “ineficaz, de momento, estar a acelerar e produzir mais colheitas de rastreio, perante uma capacidade laboratorial finita”. “A limitação de meios não é apenas da Unilabs, mas do país e do mundo", frisa o responsável do laboratório privado, localizado no Porto.

A funcionar no máximo da capacidade, em coordenação conjunta com as autoridades de saúde, Luís Menezes diz que a Unilabs teve a preocupação de descentralizar o rastreio da população, não se restringindo aos grandes centros urbanos. “Mesmo que nos acarrete mais custos e recursos humanos, preferimos fazer menos testes em Lisboa e no Porto e descentralizar o rastreio em 12 locais, com o apoio das câmaras municipais”, refere o ex-deputado do PSD.

Consulte Mais informação: Expresso » Covid-19: Morreu antiga glória do boxe português Mário Lino

Covid-19: Morreu antiga glória do boxe português Mário LinoTinha 71 anos. Os meus pesames.

Covid-19: Zilina, da Eslováquia, despede 17 jogadoresEm causa está o facto dos jogadores não terem aceite a redução de salários devido à pandemia da Covid-19

Covid-19: Autarca do Equador tenta impedir aterragem de avião?O 'Polígrafo SIC' dá a resposta.

Covid-19: Doentes tratados ficam imunes?

Covid-19: Doentes tratados ficam imunes?Foi uma das perguntas colocadas pelos telespectadores ao Poligrafo SIC. alguém pàra esta macacada ?

Os porta-vozes da pandemia nos países mais afetados pela Covid-19São uma espécie de Graça Freitas, diretora-geral da Saúde em Portugal, com a missão de enfrentar a ansiedade de milhões e pessoas, dia após dia, com as notícias da Covid-19.

Menino de 14 anos com Covid-19 morreu devido a meningite

Menino de 14 anos com Covid-19 morreu devido a meningiteO jovem de 14 anos com Covid-19, que faleceu no domingo no hospital da Feira, foi vítima de uma meningite, segundo familiares de Vítor Godinho, após os resultados da autópsia. Tirem a fotografia do miúdo se fazem favor!!!!! Jmrpportugal Tirem a foto pelo amor de Deus! Batia-vos com um pau!

Nos últimos três dias, desde que a prioridade do Governo passou a ser “testar, isolar e proteger” para evitar a contágio do novo coronavírus, a Unilabs verificou um aumento exponencial de solicitações para marcação de testes de rastreio, a rondar os 2000 contactos por dia.Amor e família em tempos de Covid-19 e isolamento Mário Lino, antiga glória do boxe português, morreu esta segunda-feira, aos 71 anos, infetado pela Covid-19, anunciou a federação portuguesa daquela modalidade (FPB).• Foto: Zilina .140 mortos e 6.

“A situação tem criado dificuldades de marcação a milhares de pessoas, mas o nosso Call Center tem atendido todas as chamadas possíveis e continua aberto a marcações, sempre que exista disponibilidade”, garante ao Expresso Luís Menezes, que pede a compreensão dos portugueses num momento tão difícil para o país e para os profissionais e instituições de saúde. O diretor-geral da Unilabs adianta que a capacidade limite de produção de testes do laboratório é de 1000 testes por dia, sublinhando que é “ineficaz, de momento, estar a acelerar e produzir mais colheitas de rastreio, perante uma capacidade laboratorial finita”. O organismo deixa"os sinceros sentimentos à família e amigos e pede uma última homenagem a um dos atletas e treinador mais antigos da modalidade". “A limitação de meios não é apenas da Unilabs, mas do país e do mundo", frisa o responsável do laboratório privado, localizado no Porto. O Zilina, segundo classificado do campeonato de futebol da Eslováquia, anunciou esta segunda-feira ter despedido 17 dos 51 jogadores com quem tem contratos assinados, por não aceitarem a redução de salário devido à pandemia de covid-19. A funcionar no máximo da capacidade, em coordenação conjunta com as autoridades de saúde, Luís Menezes diz que a Unilabs teve a preocupação de descentralizar o rastreio da população, não se restringindo aos grandes centros urbanos.Dos casos de infeção, pelo menos 148. “Mesmo que nos acarrete mais custos e recursos humanos, preferimos fazer menos testes em Lisboa e no Porto e descentralizar o rastreio em 12 locais, com o apoio das câmaras municipais”, refere o ex-deputado do PSD. A medida do Governo visa evitar novos focos de contágio.

O primeiro Centro de Rastreio 'Drive Thru', que permite a recolha de amostras em segurança sem os utentes saírem do carro, testes gratuitos quando referenciados pelo Serviço Nacional de Saúde e ainda de pessoas suspeitas de infeção com prescrição médica, arrancou há mais duas semanas no Porto, modelo também instalado em Lisboa, Guimarães, Braga, Valongo, Famalicão, Lousada, Viseu, Gondomar, Famalicão, a funcionar a partir de segunda-feira, mas também em Bragança e Mirandela. Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia. "Recebemos uma proposta do clube com a qual não concordámos, mas queríamos chegar a acordo. “Estamos todos no mesmo barco e a região de Trás-os-Montes não pode ser esquecida.” Além do rastreio nos centros móveis, Luís Menezes adianta que a Unilabs Portugal tem de responder a solicitações de outras entidades também consideradas prioritárias no contexto atual, como os hospitais públicos, lares de idosos, bem como outras entidades de saúde cujo normal funcionamento necessita destes testes. “Somos o único laboratório privado a produzir testes no norte do país e, por mais que se queira aumentar a capacidade instalada, esbarrámos na falta de equipamentos laboratoriais, reagentes de análises e de proteção individual”, afirma. "Os jovens do clube, que mostraram boa vontade e solidariedade, terão assim oportunidades" no caso de o campeonato ser reatado, acrescenta o Zilina. “Todos os grupos laboratoriais privados estão juntos nos esforços de combate ao surto, apoiando a resposta nacional”, assegura Luís Menezes, que elogia a coordenação que está a ser feita pelas autoridades de saúde.

Apesar de a prioridade do Governo ser a realizar o maior número de diagnósticos para conter a propagação do vírus, Luís Menezes lembra que, para já, a capacidade total de testes no país e com resultados em tempo útil é de seis a sete mil por dia”, contando com os três mil do sector. Mais Artigos .500 são considerados curados.