Covid-19: médico de saúde pública apresenta três soluções possíveis para assegurar votação de infetados - SIC Notícias

16/01/2022 20:41:00

O médico de Saúde Pública, Bernardo Gomes, relembra a importância do isolamento.

Covid-19: médico de saúde pública apresenta três soluções possíveis para assegurar votação de infetados

O médico de Saúde Pública, Bernardo Gomes, relembra a importância do isolamento.

A primeira solução apresentada por Bernardo Gomes passa pelavotação a partir de casa, não quebrando o isolamento e a segunda seria “o voto volante”, em que osinfetados poderão exercer esse direito no carro.A solução mais arriscada seria o Governo

abrir a possibilidade dos infetados quebrarem o isolamento e dirigirem-se em massa para as mesas de voto.“A mensagem que se coloca relativamente à importância do isolamento. Na prática acaba por ser difícil abrir esta exceção, porque depois começam a abrir-se outras”.

Consulte Mais informação:
SIC Notícias »

A solução para quem quer votar é mesmo a partir de casa . As demais alternativas deveriam ser inseridas em crime público. Pq não se pode andar a brincar como se anda com a saúde coletiva . Responsabilidades teriam q ser imputadas . Não se pode por a vida das pessoas em risco . A mídia socialista está cega, surda e muda.

O que deveriam é mandar as baixas e altas por doença de covid que têm pendentes

Covid-19: Marinha esclarece que vacinação já era requisito e que não há obrigatoriedade - SIC NotíciasGouveia e Melo ordenou na sexta-feira a vacinação contra a covid-19 dos militares das unidades operacionais da Marinha.

Covid-19: Áustria torna vacinação obrigatória a partir de fevereiro - SIC NotíciasInfração será punida com coimas que variam entre os 600 e os 3.600 euros. Absurdo A partir de qual dose a vacina obrigatória se torna eficaz? ❤️❤️❤️❤️❤️ jaaaa das ist der Geist!

Portugal com mais 32.271 novos casos de covid-19 e 33 mortes - SIC NotíciasPortugal com mais 32.271 novos casos de covid-19 e 33 mortes Tanta gente a morrer todos os Santos dias…

Covid-19: Risco de morte com vacinação completa é três a seis vezes menor - SIC NotíciasO risco de morte nas pessoas com a vacinação completa contra a covid-19 foi, em dezembro, três a seis vezes menor em relação às não vacinadas ou sem o 0,003 para 0,001. Um estudo norte americano, noticiado também por vós, diz que, com a omicron já é 90% menor o risco de morte e 75% menor o risco de doença grave, mesmo para não vacinados. Como tal é pouco relevante agora estas 3 a 6 vezes menor o risco de morte! 😂😂😂😂💉🦠☠️⚰️

Covid-19: risco de hospitalização ou morte reduz 25% com Ómicron face à Delta - SIC NotíciasEstudo comparou 5.144 pacientes infetados com covid-19 durante a quarta vaga. Estudo comparou 5.144 pacientes infetados com covid-19 durante a quarta vaga. Acorda portugal

Covid-19: Tottenham-Arsenal é o 21.º jogo adiado na Liga inglesa - SIC NotíciasCovid-19: Tottenham-Arsenal é o 21.º jogo adiado na Liga inglesa

.A Marinha esclareceu este domingo que a vacinação já era um “requisito de aprontamento” para as missões que envolvem os seus operacionais e que, no caso da covid-19, não há obrigatoriedade de inoculação para todos os militares do ramo.Lusa A Áustria vai ser o primeiro país da Europa a tornar a vacinação contra a covid-19 “obrigatória” para adultos, aplicando multa pesada a quem não o cumpra, comunicou este domingo o chanceler austríaco.SIC Notícias Nas últimas 24 horas, Portugal registou 32.

Contudo, a hipótese de votação desta fatia populacional ainda está a ser estudada e Bernardo Gomes, médico de Saúde Pública apresenta algumas soluções para o dia 30 de janeiro. A primeira solução apresentada por Bernardo Gomes passa pela votação a partir de casa , não quebrando o isolamento e a segunda seria “o voto volante”, em que os infetados poderão exercer esse direito no carro. A responsável esclarece que a ordem emitida pelo almirante Gouveia e Melo na sexta-feira determina a vacinação, “como medida de proteção”, que “deve constituir um requisito no aprontamento sanitário dos militares que sejam colocados em unidades operacionais”. A solução mais arriscada seria o Governo abrir a possibilidade dos infetados quebrarem o isolamento e dirigirem-se em massa para as mesas de voto. A medida divide profundamente a sociedade austríaca, numa altura em que 71,5% da população elegível tem o ciclo de vacinação completo, um número baixo se comparado com o de outros países europeus. “A mensagem que se coloca relativamente à importância do isolamento. “Esta medida de proteção e prevenção dos militares quando colocados em unidades operacionais já acontece no aprontamento sanitário para as missões fora do território nacional”, escreve. Na prática acaba por ser difícil abrir esta exceção, porque depois começam a abrir-se outras”.974 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, Estando este domingo ativos 327.

MEMBROS DAS MESAS DE VOTO COM DOSE DE REFORÇO O Governo anunciou na quinta-feira que a Administração Eleitoral está a recolher informações junto das câmaras municipais e juntas de freguesias relativas à identificação dos membros das mesas de voto e funcionários das juntas que prestam apoio ao ato eleitoral, que pretendam receber o reforço da vacina. “A Marinha está a rever os requisitos de aprontamento sanitário dos militares que prestam serviço nas unidades operacionais de forma a mitigar, na máxima extensão possível o impacto da doença provocada pelo SARS-CoV-2, em conformidade com as normas das autoridades de saúde, de forma que um militar para desempenhar funções numa unidade operacional deve estar vacinado contra a covid-19”, justifica ainda a responsável da Armada. Multas podem chegar aos 3. SAIBA MAIS .