Covid-19: Centro Europeu pede reforço de vacinação para evitar 500 mil internamentos - SIC Notícias

Apenas 50% da população adulta da UE recebeu a dose de reforço.

27/01/2022 15:53:00

Covid-19: Centro Europeu pede reforço de vacinação para evitar 500 mil internamentos

Apenas 50% da população adulta da UE recebeu a dose de reforço.

só atingiu 50% da população adultaesta vacina adicional poderá reduzir entre 500 mil a 800 mil internamentos devido à variante de preocupação altamente contagiosa Ómicron,“O alargamento do programa de reforço a todos os indivíduos anteriormente vacinados poderia reduzir as admissões em mais 300 mil a 500 mil”, acrescenta a agência europeia.

tendo atingido apenas 70%” até terça-feira.A posição surge numa altura de eelevada transmissibilidade da variante Ómicron.Ainda segundo os dados do centro europeu que tem por base as notificações dos Estados-membros,

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Covid-19: centro europeu não exclui aparecimento de novas variantesCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Visão | Covid-19: Pessoas infetadas e vacinadas adquirem 'super imunidade', segundo um estudoAs pessoas com infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e que estão vacinadas adquirem uma 'super imunidade' que é muito superior à proteção imunológica de quem apenas recebeu a vacina, sugere um estudo hoje divulgado Os mortos também adquirem super imunidade 👍

Covid-19: imunidade de grupo 'é uma miragem', diz infeciologista - SIC NotíciasO infeciologista Fernando Maltez considera, aliás, que “é um bocadinho perigoso” começar já a falar de endemia.

Dinamarca elimina restrições da Covid-19 na próxima semana apesar do recorde de novos casos'Estamos prontos para sair da sombra do coronavírus, despedimo-nos das restrições e saudamos a vida que tínhamos antes', anunciou o governo.

Covid-19: São Tomé e Príncipe prorroga estado de calamidade, após pico da quarta vagaContudo, o Governo considera que “há ainda a necessidade imperiosa de se consolidar esses resultados, assumindo medidas que permitam a diminuição dos níveis de contágio” e por isso decidiu prorrogar a situação de calamidade até ao dia 15 de fevereiro.

Portugal com mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortesO boletim diário desta terça-feira apresenta mais 57.657 casos de covid-19 e 48 mortes nas últimas 24 horas.