Costa fala em sondagens e lembra ″experiência dolorosa″ das autárquicas

O secretário-geral do PS fez novo apelo à mobilização dos socialistas.

Campanha Eleitoral, António Costa

21/01/2022 23:56:00

Costa fala em sondagens e lembra 'experiência dolorosa' das autárquicas

O secretário-geral do PS fez novo apelo à mobilização dos socialistas.

O secretário-geral do PS pediu esta sexta-feira aos eleitores da área socialista para que não se deixem iludir pelas sondagens referentes às legislativas e invocou a"experiência dolorosa" do seu partido nas anteriores eleições autárquicas.

"Já tivemos uma experiência muito dolorosa ainda há pouco tempo nas eleições autárquicas, quando muita gente, fiando-se nas sondagens, teve medo ou achou que não era necessário votar no PS", declarou António Costa na parte final do longo discurso que proferiu no comício da Guarda.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Costa pede que ninguém se iluda com sondagens e lembra “experiência dolorosa” das autárquicas - SIC Notícias'Muita gente, fiando-se nas sondagens, teve medo ou achou que não era necessário votar no PS”, declarou o secretário-geral do Partido Socialista. 'Muita gente, fiando-se nas sondagens, teve medo ou achou que não era necessário votar no PS”, declarou o secretário-geral do Partido Socialista. É so nao votar no PS que costa vai embora. Não podemos deixar a direita voltar ao poder

António Costa volta pedir uma vitória que não faça o PS ficar dependente de outros partidosO secretário-geral do PS critica quem tenta fazer da maioria absoluta “um papão”, contrapondo que o partido evitou a confrontação no “Verão Quente” de 1975 e uniu os portugueses contra a pandemia

Costa apela ao voto no PS para ″haver tranquilidade outra vez na vida dos portugueses″'Os que não votarem no domingo, que votem no dia 30, e que votem bem para dar estabilidade ao país para os próximos quatro anos, para haver tranquilidade outra vez na vida dos portugueses', salientou. votar em ti nunca, foda se tu fechas tudo .....

Polícia admite que ativista que ″calou″ Costa podia não ser o ″promotor″ do protestoFrancisco Pedro, conhecido por 'Kiko', está a ser julgado em Lisboa por desobediência qualificada. Caso remonta a 2019, quando o primeiro-ministro discursava na condição de secretário-geral do PS.

Costa lembra que já teve maioria absoluta em Lisboa e correu bemO líder do PS voltou a apelar à maioria absoluta, desta vez para lembrar que já a teve quando era autarca em Lisboa e que, ainda assim, nunca deixou de 'procurar consensos'. No entanto, o tom adotado por António Costa no comício de Faro não foi de consenso, mas de desafio e críticas tanto à Esquerda como à Direita. Mas era menos mentiroso na altura Correu bem para quem? Pare ele e para os amigos talvez! Pois pois Lisboa era Portugal 🇵🇹 os cofres serviam para os dois (PS e Amiguinhos ) 😱😱

Costa: ″No dia em que o Governo dependesse do PSD, o Governo acabava″O líder socialista e primeiro-ministro recusou, esta quinta-feira, um acordo de governação com os sociais-democratas, alegando que isso levaria à queda do Governo. 'Sempre disse que, no dia em que o Governo dependesse do PSD, o Governo acabava', afirmou António Costa, no debate da TSR/RR/Antena1. Costa prefere governar com maioria absoluta ou 'à Guterres'. Mais uma uma declaração utópica. Um novo PSD está em gestação para os próximos anos.... Um PSD... NOVOS TEMPOS..... Com uma nova classe aguerrida.

Eleições legislativas 2022 O secretário-geral do PS pediu esta sexta-feira aos eleitores da área socialista para que não se deixem iludir pelas sondagens referentes às legislativas e invocou a"experiência dolorosa" do seu partido nas anteriores eleições autárquicas. "Já tivemos uma experiência muito dolorosa ainda há pouco tempo nas eleições autárquicas, quando muita gente, fiando-se nas sondagens, teve medo ou achou que não era necessário votar no PS" , declarou António Costa na parte final do longo discurso que proferiu no comício da Guarda. O líder socialista apontou depois que, em consequência desse excesso de confiança, no dia seguinte às eleições autárquicas, muitos eleitores socialistas"acordaram surpreendidos porque, afinal, o PS tinha perdido aquela câmara, ou não tinha ganho aquela outra câmara". Fechar