Convicções da IL “não estão nem nunca estarão à venda”

23/01/2022 14:15:00

Convicções da IL “não estão nem nunca estarão à venda”

Convicções da IL “não estão nem nunca estarão à venda”

Há aqueles que são 'arrogantes e achavam que as eleições estavam ganhas” e os “humildes” que trabalham para conquistar cada voto, disse João Cotrim de Figueiredo.

“a oportunidade para acabar” com a geringonçaque, durante seis anos, juntou PS, PCP e BE a “destruir” o país. “Não podemos perder esta oportunidade”, advertiu.O liberal salientou que a IL faz falta para pôr os portugueses a pagar menos IRS, a reformar o Sistema Nacional de Saúde (SNS) acabando com a “vergonha” das listas de espera e “emagrecer” o Estado, desde logo, privatizando a TAP. “

Queremos construir um Portugal para todos e onde todos poderão realizar os seus projetos de vida, independentemente da cor da pele, orientação sexual, país de origem ou nome de família”, ressalvou.Ao longo de um discurso de 20 minutos, Cotrim Figueiredo pediu a quem o ouvia para, nesta última semana, dizer às pessoas que “Portugal precisa de crescer, para crescer precisa de mudar e para mudar precisa da Iniciativa Liberal”. Porque, acrescentou, o atual governo não faz ideia de como pôr o país a crescer senão já o tinha feito.

Consulte Mais informação: ECO »

rancuca33 A IL são a venda Se Cotrim Figueiredo se considera humilde... Veremos... Vamos ver se fazem ou não parte do governo e se mantêm a coerência... Não, claro que não. Só aos ricos e às empresas. Maçonaria em peso na Il! 😂😂👇👇👇

Legislativas: Cotrim de Figueiredo (IL) dá a palavra em como não fará governo com o ChegaAinda bem....nada a favor do sistema....este é mais do mesmo...mais uma mosca para a mesma m...å

Líderes do PS e do PSD a Norte, CDU, BE e IL em Lisboa este domingoPolítica - Líderes do PS e do PSD a Norte, CDU, BE e IL em Lisboa este domingo

IL apela ao voto porque 'futuro de Portugal depende da escolha de cada português' - SIC NotíciasJoão Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar. João Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar.

IL procurou mochila para carregar peso de mudar o país'É muito pesada a responsabilidade de mudar Portugal', disse o líder do Iniciativa Liberal, de visita a uma feira, onde procurou uma mochila para carregar o peso de 'mudar' o país.

CDS ouve elogios inesperados e IL avisa que voto em 'Rio' pode ir parar 'a Costa'Francisco Rodrigues dos Santos desvaloriza a ausência de antigos presidentes do partido na campanha centrista. O Chega esteve em Braga na maior arruada até agora nesta campanha.

IL quer despedir 'treinador' António Costa por descer Portugal de divisãoPolítica - IL quer despedir 'treinador' António Costa por descer Portugal de divisão Despedimento é com a IL mesmo È inútil votar na IL. Cotrim é mais do mesmo. Vocês já viram este fulano alguma vez falar em corrupção?

Cotrim Figueiredo disse que domingo, dia 23 ou 30 de janeiro, é “a oportunidade para acabar” com a geringonça que, durante seis anos, juntou PS, PCP e BE a “destruir” o país.O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores.Lusa 07:25 Os nove líderes partidários juntaram-se no último debate televisivo, que ficou marcado pela questão dos acordos pós-eleições Legislativas de dia 30 FOTO: RTP Os líderes do PS e do PSD estão este domingo a Norte, no sétimo dia da campanha eleitoral, enquanto a CDU e o BE estão em Lisboa, no dia em que poderão votar antecipadamente mais de 315 mil eleitores.eleições legislativas de 30 de janeiro porque o próximo governo está nas “suas mãos”.

“Não podemos perder esta oportunidade”, advertiu. O liberal salientou que a IL faz falta para pôr os portugueses a pagar menos IRS, a reformar o Sistema Nacional de Saúde (SNS) acabando com a “vergonha” das listas de espera e “emagrecer” o Estado, desde logo, privatizando a TAP. “ Queremos construir um Portugal para todos e onde todos poderão realizar os seus projetos de vida , independentemente da cor da pele, orientação sexual, país de origem ou nome de família”, ressalvou. Ao final da tarde, em Braga, está agendado um comício no Theatro Circo e um outro, mais tarde, em Viana do Castelo (Teatro Sá de Miranda). Ao longo de um discurso de 20 minutos, Cotrim Figueiredo pediu a quem o ouvia para, nesta última semana, dizer às pessoas que “Portugal precisa de crescer, para crescer precisa de mudar e para mudar precisa da Iniciativa Liberal”. Porque, acrescentou, o atual governo não faz ideia de como pôr o país a crescer senão já o tinha feito. Cotrim de Figueiredo disse ainda esperar que as pessoas que estejam em isolamento se sintam “suficientemente” seguras para irem votar.

https://eco. Leia também Pedro Nuno Santos e Luís Montenegro juntam-se aos líderes partidários no sexto dia da campanha À tarde, em Viana do Castelo, Rio participa nas Conversas Centrais sobre o Mar, na companhia de Filipe Girbal Brandão.sapo.pt/2022/01/23/conviccoes-da-il-nao-estao-nem-nunca-estarao-a-venda/ Continuar a ler.. O líder parlamentar do PCP, João Oliveira, vai votar em Évora de manhã, e segue para Vila Franca de Xira, para participar na ação"O futuro é CDU - crianças e pais com direitos", rumando depois para a capital para um desfile/comício no Largo do Intendente.. Nas anteriores legislativas, em 2019, mais de 50.

Assine o ECO Premium No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal. Rui Rio e André Ventura desencontrados entre Viseu e Guarda A porta-voz do PAN, Inês de Sousa Real, participa de manhã numa reunião com a Associação Coolabora Crl, na Covilhã, para abordar a temática da violência doméstica no interior do país e, na Guarda, irá fazer uma visita aos Bombeiros Voluntários para abordar a temática da valorização dos bombeiros voluntários e proteção das florestas. Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível. . À tarde, exerce o seu direito de voto na Cidade Universitária, em Lisboa.