Cidadania

Cidadania

24/09/2021 04:06:00

Cidadania

É urgente educar para que cada um seja capaz de identificar as grandes causas da humanidade e bater-se por elas. Só assim teremos cidadãos capazes de valorizar a pessoa humana.

No momento em que Portugal perdeu Jorge Sampaio, é justo dizer que o seu legado mais marcante foi o seu permanente combate, e exemplo, para que cada um de nós pudesse ser verdadeiro cidadão.Foi assim nas suas escolhas de jovem, foi assim no exercício do poder e na forma como o fez, continuou a ser assim, de forma marcante, nos últimos 15 anos.

Ricardo Salgado já admite ser condenado mas pede pena suspensa OE2022. BE reúne-se hoje com Governo com lista de exigências entregue Infarmed alerta para dois `sites` de venda ilegal de medicamentos

Como disse o actual Presidente da República, referindo-se a Jorge Sampaio, “… No humanismo fundado numa ética de compaixão, de partilha e de serviço. Compaixão não condescendente, não sobranceira, não assistencial. Antes de identificação plena com o sofrimento, a privação, o abandono sem esperança. E, por isso, partilha integral e compromisso de serviço dos outros”.

A verdadeira cidadania constrói-se pela educação e pelo exemplo.Quando os Direitos, Liberdade e Garantias, mesmo nas sociedades democráticas, estão ameaçados por fundamentalismos e radicalismos de diversa ordem, é obrigatório educar para a tolerância, para o respeito pelo outro na individualidade diversa de cada um, para o respeito e promoção da dignidade da pessoa humana. headtopics.com

Quando somos “assaltados” por uma aparência de informação – casuística, parcelar, enviesada –, é urgente educar para que cada um seja capaz de identificar as grandes causas da humanidade e bater-se por elas.Só assim teremos cidadãos capazes de valorizar a pessoa humana, os seus direitos fundamentais, num ambiente de solidariedade e fraternidade com o seu semelhante.

Esta educação para a cidadania é uma das principais responsabilidades que a Escola Pública e os curricula aprovados não podem postergar.E é também uma obrigação das instituições cívicas que pela sua força moral, credibilidade e exemplo dos seus membros, a sociedade respeita.

Trabalhos há que nunca estão concluídos e há combates que nunca estão ganhos em definitivo. A afirmação e vivência plena da cidadania e o respeito pela dignidade da pessoa humana são alguns deles.Manuel Alegre escreveu, num tempo histórico diferente do que vivemos,

Mas há sempre uma candeia dentro da própria desgraçaHá sempre alguém que semeia canções no vento que passaMesmo na noite mais triste em tempo de servidãoHá sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não. headtopics.com

Trump avança para tribunal contra divulgação de documentos sobre assalto ao Capitólio MNE alerta para efeitos de uma crise política na imagem externa do país Gasolina aditivada com mais taxa de carbono em Janeiro

Tal como a obra literária é eterna, também o é a defesa e afirmação da cidadania. Consulte Mais informação: Jornal Económico »

O P3 não é só de quem o faz, é de quem o lêA linha editorial do P3 e a sua representação gráfica começou por ser discutida, ao longo de dois anos, com um grupo de estudantes de Jornalismo e de Belas-Artes.

Hulk e o penálti falhado frente ao Palmeiras: «Assumo a responsabilidade, só erra quem tenta»Avançado brasileiro poderia ter dado a vantagem ao Atlético Mineiro contra a equipa de Abel Ferreira na Libertadores

Só houve recuperação da atividade assistencial porque os “utentes não chegaram aos hospitais”Alerta é lançado pelo bastonário da Ordem dos Médicos. 'Temos muitos doentes para tratar que não sabemos quem são. É este o desafio que temos pela frente', admite.

Pinto Luz e Rangel juntos só falam de autárquicas e recusam ''especulações''Pinto Luz e Rangel juntos só falam de autárquicas e recusam “especulações“

Só há 31 professores de Informática disponíveis para centenas de pedidosDesde o início de Setembro já foram colocados mais 11 mil professores, mas segundo a Fenprof serão ainda mais de cem mil os alunos que ainda não têm todos os seus docentes.

Mácaras obrigatórias só em locais de risco ou grandes concentraçõesPortugal passa do estado de contingência para situação de alerta a partir de 1 de outubro. Escolas com máscara obrigatória.