Touradas, Covıd-19, Campo Pequeno

Touradas, Covıd-19

Cavaleiros e forcado acorrentam-se no Campo Pequeno em protesto

Cavaleiros e forcado acorrentam-se no Campo Pequeno em protesto

01/06/2020 17:50:00

Cavaleiros e forcado acorrentam-se no Campo Pequeno em protesto

Setor tauromáquico critica Governo por não autorizar a reabertura das touradas nesta fase de desconfinamento e promove uma concentração de protesto esta segunda-feira ao fim da tarde.

Três cavaleiros e um antigo forcado acorrentaram-se esta manhã à porta do Campo Pequeno, em Lisboa, em protesto contra as restrições que impedem o regresso da tauromaquia. António Ribeiro Telles, Luís Rouxinol e Rui Fernandes são os cavaleiros tauromáquicos que participam no protesto, com o antigo forcado, José Luís Gomes, num dia em que a

Nélson Veríssimo: ″Devíamos sair daqui contentes″ Mais tarjas no Estádio da Luz: «Treinador foi para a rua mas a m... continua» Aníbal Pinto: 'Vieira entregou o Benfica à morte'

Prótoiro também convocou uma manifestação, a partir das 18.00, no Campo Pequeno, espaço onde a partir desta segunda-feira decorrerá o espetáculo"Deixem o Pimba em Paz", com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo.

Os cavaleiros, como todo o setor da tauromaquia, consideram que estão reunidas as condições para o regresso dos espetáculos tauromáquicos, como acontece com outra atividades culturais, resume o siteAs praças de touros não foram autorizadas pelo Governo a retomar os espetáculos nesta fase de desconfinamento.

A Prótoiro contesta a decisão. Hélder Milheiro, secretário-geral da associação, critica o Governo, adiantando queo setor tauromáquico só pode"interpretar esta situação como forma de censura e discriminação, o que é inaceitável em pleno século

XXI". Milheiro diz que sempre se disponibilizaram para dialogar com o executivo e com a DGS , entidades que"nunca colocaram obstáculos à retoma dos espetáculos taurinos". A PróToiro afirma que existem artistas e famílias a passar por dificuldades e acusa o governo de"desprezar o sofrimento destes trabalhadores".

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

A tauromaquia faz parte da nossa cultura popular, quer se goste ou não. Deviam autorizar os espetaculos taurinos com os condicionamentos decorrentes da pandemia. Podiam ir trabalhar a sério pois o vício de torturar os toiros vai acabar ..... e desta vez penso que será de vez ..... pelo menos em Portugal .......que se pirem para a América Latina !!! aqui não tem espaço ......

O mundo está a mudar. As touradas estão fora, fazem parte do passado Meus caros acorrentados, numa crise onde nos encontramos fazem comparações absurdas.. se pensam que touradas é importante, são completamente ignorantes. O importante é o emprego e crescimento da economia, não uma vergonha de uns a fazer mal a um animal. Cresçam oh meninos da mamã

Assassinos, fiquem aí até que venha um touro e vos coma 🤬 O Neanderthal no seu habitat natural. Hominideos demonstram como era viver há 20.000 anos atrás e provam parentesco com Australopithecus ao atirar fezes aos visitantes. 😆😆😆 Cavaleiros e toureiros devem ser dilhos de um Deus menor A realidade dos forcados desconheço. Agora os cavaleiros ... onde estão os €€ que ganham ano após ano Não tem um pé de meia para se aguentarem nesta altura Boas vidas !!! Chapa ganha chapa gasta, não é Temos pena !!!

A caminho para lhes espetar os cornos! Deviam ficar aí presos e trata-los como eles tratam os animais! Nojo de gente! Para mim, está gente não existe. Podem ficar acorrentados a vida toda, não vai fazer a mínima diferença. Acho que sim, agora é chamar os touros e eles tratam disso, mas sem o abate e corte da orelhas aos acorrentados.

Toureiros acorrentados à porta do Campo Pequeno

César Peixoto e Diana Chaves passam dias no campo

Tiago Dantas: «Cheguei a entrar em campo com Miccoli e Saviola»Benfica - Tiago Dantas: «Cheguei a entrar em campo com Miccoli e Saviola»

Uma missa como nunca viu: Fiéis enchem campo de futebol em Braga para manter distância social. Veja as imagensVídeos - Uma missa como nunca viu: Fiéis enchem campo de futebol em Braga para manter distância social. Veja... Queima das fitas! Tem que ser, já começa a faltar dinheiro na igreja...

Homem ferido com gravidade em acidente com alfaia agrícola em Macedo de CavaleirosVítima terá ficado entalada na alfaia agrícola, tenho ficado com ferimentos considerados graves numa perna.

Homem ferido com gravidade em acidente com trator em Macedo de CavaleirosUm homem, com cerca de 40 anos, ficou ferido com gravidade num acidente com um trator, esta manhã de segunda-feira, quando estava a trabalhar na aldeia de Edroso, no concelho de Macedo de Cavaleiros.