Cabo Verde enfrenta intoxicação alimentar antes de defrontar o Senegal

Cabo Verde enfrenta intoxicação alimentar antes de defrontar o Senegal

Taça Das Nações Africanas

25/01/2022 03:26:00

Cabo Verde enfrenta intoxicação alimentar antes de defrontar o Senegal

A seleção de futebol de Cabo Verde está limitada por uma intoxicação alimentar que afeta a sua preparação para o jogo de terça-feira com o Senegal, dos oitavos de final da Taça das Nações Africanas (CAN).

O médico da seleção, Humberto Évora, falou em"surto de 10-12 jogadores" com diferente tipo de gravidade, um problema que afetou igualmente a equipa da Gâmbia, que partilha o mesmo hotel."Há situações de diferente gravidade, estando todos a ser medicados. Há atletas com gastroenterite, vómitos, diarreias e cólicas abdominais. Uns não treinaram e outros fizeram-no de forma condicionada. Vamos tentar recuperá-los para poderem fazer um bom jogo", disse o clínico.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

As crianças podem brincar com armas de plástico? E encenar conflitos? Psicóloga responde a estas e outras questões neste Dia Internacional do Brincar - CNN Portugal

CNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Consulte Mais informação >>

Cabo Verde enfrenta intoxicação alimentar de 18 elementos antes de defrontar o SenegalCAN - Cabo Verde enfrenta intoxicação alimentar de 18 elementos antes de defrontar o Senegal

Mota-Engil com carteira de projetos em Cabo Verde de 30 milhões de eurosO consórcio luso-cabo-verdiano constituído pelas empresas Mota-Engil e Empreitel Figueiredo vai construir o Terminal de Cruzeiros do Mindelo, uma das maiores obras públicas dos últimos anos em Cabo Verde.

Mota-Engil com carteira de projetos em Cabo Verde de 30 milhões de eurosAlém do Terminal de Cruzeiros do Mindelo, de quase 27 milhões de euros, a Mota-Engil está também ligada à construção de um projeto do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi).

Especialista cabo-verdiano dá nome a monte que resultou da erupção no Fogo de 1995

Produção de vinho verde cresce em ano derecorde de exportações - presidente

Pedro Simões assume direção geral da Novo VerdeLicenciado em Engenharia do Ambiente pela Nova SBE, Pedro Simões ingressou em 2017 na entidade gestora de resíduos de embalagens. Hoje chega a diretor-geral.

"No domingo, 23 de janeiro, a delegação cabo-verdiana nos Camarões enfrentou, e ainda enfrenta, um surto de gastroenterite por intoxicação alimentar que afetou 18 pessoas, sendo 14 jogadores", informou hoje a federação cabo-verdiana. O médico da seleção, Humberto Évora, falou em"surto de 10-12 jogadores" com diferente tipo de gravidade, um problema que afetou igualmente a equipa da Gâmbia, que partilha o mesmo hotel. "Há situações de diferente gravidade, estando todos a ser medicados. Há atletas com gastroenterite, vómitos, diarreias e cólicas abdominais. Uns não treinaram e outros fizeram-no de forma condicionada. Vamos tentar recuperá-los para poderem fazer um bom jogo", disse o clínico. O selecionador de Cabo Verde, Pedro 'Bubista' Leitão, admite que vai ter de"esperar até à hora do jogo" para ver qual a equipa que vai poder usar, afirmando, ainda assim, que o único foco dos 'tubarões azuis' está no apuramento. "Ninguém sabe se foi da água, dos alimentos ou de outra situação. Temos é de arranjar soluções, os que puderem jogar estarão o mais coesos possível. Entraremos com confiança máxima. Vamos mostrar ao nosso povo a nossa coragem, enfrentando este jogo difícil com a máxima responsabilidade", completou. JN/Agências