Defesa, Internacional, Base Das Lajes

Defesa, Internacional

Bombardeiro furtivo B-2 dos EUA reabastece na base das Lajes

Bombardeiro furtivo B-2 dos EUA reabastece na base das Lajes

10.9.2019

Bombardeiro furtivo B-2 dos EUA reabastece na base das Lajes

Aeronave vai participar num exercício de interoperabilidade com os aliados europeus face à crescente ameaça militar da Rússia

A aeronave partiu da base aérea de Whiteman, no Missouri, com destino à base aérea britânica de Fairforth, mas parou na ilha açoriana da Terceira - onde Washington mantém uma presença militar - para um abastecimento 'hot pit' (com os motores ligados) que demorou cerca de duas horas.

Os exercícios combinados dos EUA com aliados da NATO ocorrem num período de crescente ameaça militar da Rússia à Europa e de fortes dentro da Aliança devido às posições da Administração Trump.

Consulte Mais informação: Diário de Notícias

Bombardeiro furtivo B2 da Força Aérea dos EUA reabastece na base das LajesEsta não foi a primeira vez que um bombardeiro B2 fez escala na base das Lajes, mas há vários anos que tal não acontecia.\r\n

Bombardeiro furtivo B2 dos EUA aterra pela 2.ª vez na Base das LajesExercício de prontidão poderá relançar a importância da base nos Açores como plataforma de apoio aos Estados Unidos.

Secretário do Tesouro norte-americano afasta perspetiva de recessão nos EUASteven Mnuchin garante que o abrandamento da expansão mundial tem “um impacto moderado na economia norte-americana”

EUA realizaram em 2017 operação secreta para retirar espião da RússiaA missão justificou-se em parte pelas preocupações levantadas pela forma como Donald Trump e o seu Governo repetidamente trataram informação classificada, afirma a CNN, que cita fontes oficiais com conhecimento direto sobre a operação

Alta Comissária da ONU acusa EUA e México de violarem direitos humanosMichelle Bachelet falou sobre a crise dos migrantes. Que lata... Sexo com Arabes da nisto, a Libia vende escravos, o Irão prende mulheres por decadas por causa de um lenço, os refugiados violam quem querem, e o Mexico e os USA, por não aceitarem ilegais boom. Hipocrisia.

Guerra comercial EUA-China afeta mais de 3% do comércio mundialSe a escalada na guerra comercial entre as duas maiores potências não for travada, no final do ano todos os fluxos de exportação e importação entre EUA e China estarão abrangidos por medidas protecionistas. Valem 3,4% do comércio mundial

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

10 setembro 2019, terça-feira Notícia

Notícias anteriores

Elisa Ferreira nomeada comissária europeia para Coesão e Reformas

Próxima notícia

Mais crianças até três anos no pré-escolar, financiamento abaixo da média da OCDE
Notícias anteriores Próxima notícia