Coronavírus, Jair Bolsonaro, Brasil, América Do Sul, Covid-19, Governo, Saúde Pública, Impeachment

Coronavírus, Jair Bolsonaro

Bolsonaro desafia o seu próprio governo para mandar brasileiros ir trabalhar

Coronavírus: Bolsonaro desafia o seu próprio governo para mandar brasileiros ir trabalhar

30/03/2020 00:07:00

Coronavírus : Bolsonaro desafia o seu próprio governo para mandar brasileiros ir trabalhar

O Presidente e os seus ministros acordaram que o chefe de Estado se iria refrear para não fragilizar a gestão da crise pandémica. Mas de nada adiantou.

 para travar a propagação do coronavírus, argumentando que a economia não pode parar. O Brasil registou este domingo o segundo maior aumento diário de casos confirmados, mais 487 nas últimas 24 horas, de acordo com o Ministério da Saúde. Há já 3904 pessoas infectadas, 569 estão hospitalizadas, e 117 mortes. A maioria das mortes (84) e casos (1406) foram registados no estado de São Paulo, onde o governador, João Doria, decretou a quarentena obrigatória. 

Investigação revela que Pequim escondeu dados no início da pandemia Brasileiros avançam que Jorge Jesus renovou com o Flamengo por mais uma temporada China. A lei de segurança poderá aplicar-se a Macau e a Hong Kong

O aumento dos casos tem contrastado com as palavras do Presidente, que já caracterizou o vírus como “gripezinha”, quem fica em casa como “covarde”. O Ministério da Saúde aconselha os brasileiros a isolarem-se socialmente, evitando todo o contacto social desnecessário. Além disso, a

s críticas de Bolsonaro aos governadoresque decretaram medidas de isolamento social têm dificultado a coordenação entre as autoridades federais e as estaduais. A discrepância entre o discurso do Presidente e as medidas do executivo, como o encerramento das fronteiras, está a enviar mensagens confusas e a dificultar as acções no terreno,

com a Justiça brasileira a suspender decretos presidenciais.Foi a falta de coordenação que dominou a reunião de sábado entre os ministros e o Presidente no Palácio da Alvorada. Segundo aFolha de São Paulo, ficou combinado que o Presidente se absteria de fazer declarações durante o fim-de-semana - mas algo o puxou para a rua.

"Acho que está havendo uma falta de coordenação no final”, admitiu em entrevista àFolha de São Pauloo vice-presidente, general Hamilton Mourão, optando por responsabilizar os governadores: “Têm de entender os limites e buscar uma coordenação com o Governo federal”. 

Mas o Presidente está cada vez mais isolado, ainda que Mourão tenha classificado como “mero linguajar” as declarações polémicas de Bolsonaro, apesar de discordar do chefe de Estado ao dizer que o coronavírus é “sério”. “Busca passar certo grau de confiança para a população. Aí a turma fica com raiva e quer pular na jugular dele”, disse Mourão. Salientou que Bolsonaro foi mal interpretado por apenas querer realçar a preocupação pela economia. 

As polémicas de Bolsonaro têm tido um objectivo político bastante claro: mobilizar os seus apoiantes, depois de o gabinete digital da Presidência ter detectado um enfraquecimento do discurso pró-Governo nas redes sociais, diz a

Ator da série Riverdale preso durante protesto contra o racismo Pinto da Costa: «FC Porto poderia estar a lutar pelo tricampeonato» Zuckerberg não vai tomar medidas contra ‘posts’ “profundamente ofensivos” de Trump no Facebook. Dois funcionários da empresa já se demitiram

Folha de São Paulo Consulte Mais informação: Público »

Por favor, não divulguem mais notícias sobre esse presidente asno /inculto /palhaço. Não merece ser o líder da Grande Nação Brasileira. Bolsonaro é a maior ameaça à segurança e à saúde do povo brasileiro, maior até do que o próprio coronavírus. Bolsonaro foi eleito democraticamente por mais de 57 milhões de brasileiros. Ele tem o dever/dureito de governar e não vocês da imprensa, muito menos a de outro país. Vão cuidar de vossas vidas.

BolsonaroGenocida ForachapaBolsonaro BolsonaroEnlouqueceu

Para onde vais, Israel?Para Benjamin Netanyahu, acima do seu país está ele próprio, e todos os meios, mesmo a actual pandemia, servem esse único objectivo.

Drones sobrevoam marginal do Porto para mandar pessoas regressar a casaDois 'drones' vão sobrevoar a cidade do Porto, a partir de sábado e 'durante o tempo que for justificado', avisando a população que deve ficar em casa face à situação provocado pela pandemia de Covid-19 . espero q a uma altura q permita cortar cabeças gente estupida... 'so acontece aos outros'!

PSP está a mandar parar condutores que querem viajar para o sulCondutores estão a ser parados um a um e aconselhados a voltar para trás nos casos em que estão a fazer viagens de lazer. Praias da Costa de Caparica estão fechadas como forma de dissuasão

Ministro da Saúde desafia e pergunta a Bolsonaro se está preparado para ver camiões a carregar mortos por coronavírusMundo - Ministro da Saúde desafia e pergunta a Bolsonaro se está preparado para ver camiões a carregar... candamarcoss A resposta 👇👇👇👇👇 Retirem-no da presidência e ponham o asno num asilo.

Governo estuda soluções para garantir conteúdos para todos os alunos no 3.º períodoCanais “do estilo youtube” ou televisão por cabo são hopóteses admitidas pelo ministro Pedro Siza Vieira.

Pais apoiam solução da escola por TV Cabo mas querem mais medidas Governo procura encontrar a melhor solução para transmitir os conteúdos educativos do terceiro período.