Bayern Munique em 'choque': «Nunca vi um falhanço coletivo como este»

De Salihamidzic a Müller, ninguém quer acreditar no que aconteceu na Taça

Bayern Munique, Thomas Müller

28/10/2021 02:17:00

Bayern Munique - Bayern Munique em 'choque': «Nunca vi um falhanço coletivo como este»

De Salihamidzic a Müller, ninguém quer acreditar no que aconteceu na Taça

1...A palavra humilhação ecoou na imprensa internacional após o adeus do Bayern Munique à Taça da Alemanha, com umagoleada por 5-0 perante o Borussia M'Gladbach, e no seio do Bayern Munique o sentimento é o mesmo. De Hasan Salihamidzic a Thomas Müller, poucos têm palavras certas para analisar o jogo, ainda que ambos concordem numa coisa: foi um dia para esquecer, um bloqueio completo.

"Estou absolutamente chocado. Não estivemos em campo, simplesmente. Eles foram mais fortes do que nós em todas as ocasiões. Foi um apagão completo. É inexplicável. Sabemos o quão difícil é sempre com o Gladbach, falámos disso antes, mas é tudo difícil de explicar, tenho de ser honesto", disse o diretor desportivo Hasan Salihamidzic, à ARD.

RelacionadasBayern humilhado pelo Borussia M'Gladbach e eliminado da Taça da AlemanhaSalihamidzic desvalorizou ainda a influência que a ausência de Julian Nagelsmann teve neste desfecho."Claro que preferíamos ter o treinador aqui, mas esta derrota tem pouco a ver com o Dino [Toppmöller], mas sim com o facto de não termos estado lá para os duelos... Tudo o que podia ter corrido mal, correu. O treinador tem pouca culpa hoje." headtopics.com

Sociedade Recreativa. Um Tartufo em São Bento

Quanto a Müller, assume que esta noite viveu algo inédito."Nunca tinha vivido uma situação assim. Nunca vi um falhanço coletivo como este num jogo importante. Não conseguimos encontrar aquele ponto de revolta... Se tirarmos o Manu [Neuer], foi uma atuação catastrófica de todos e temos de resolver isto. Podem perguntar sobre tudo hoje e estarão sempre certos", disse o avançado de 32 anos.

Já Dino Toppmöller, que foi o treinador da equipa na ausência de Julian Nagelsmann, explicou a opção tomada de não mexer na equipa ao intervalo, pese embora a desvantagem de 0-3."Não tinha a ver com uma questão de sistema. Tivemos simplesmente um dia negro. Nos próximos dois ou três dias temos de aguentar a malícia e o ridículo", disse.

Consulte Mais informação: Diário Record »

Alaba foi protagonista no ‘El Clásico’: O defesa que não deixa de fazer o gosto ao péEspanha - Alaba foi protagonista no ‘El Clásico’: O defesa que não deixa de fazer o gosto ao pé

Kimmich torna-se questão de estado: ministro deixa conselho ao médio Bayern Munique - Kimmich torna-se questão de estado: ministro deixa conselho ao médio

Tribunal espanhol suspende execução de pena de prisão a Lucas HernándezO Tribunal Provincial de Madrid suspendeu a execução da pena de seis meses de prisão imposta ao jogador francês do Bayern Munique , por violação de uma medida restritiva por violência doméstica.

Mãe de bebé agredida na creche em Oeiras está 'em choque'Mulher teve conhecimento da situação através de um email geral, sem saber que era a filha.

O autoconsumo coletivo como oportunidade perdida do OE22?O autoconsumo coletivo de energia pode ser a resposta mais viável a crises, mas mais do que isenções é preciso investimento. O arranque financeiro dos projetos necessita disso e também do envolvimento de parceiros do setor público.

O legado da pandemiaÉ apontada a leitura como instrumento de desenvolvimento de conhecimento a incrementar em todos os níveis de aprendizagem, assim como as tutorias em pequenos grupos, em momentos depois das aulas.