Autárquicas: PS alerta que maioria absoluta de Rui Moreira seria ''arrogante''

Declarações são do candidato do PS à Câmara do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro.

23/09/2021 02:56:00

Autárquicas: PS alerta que maioria absoluta de Rui Moreira seria “arrogante“

Declarações são do candidato do PS à Câmara do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro.

À margem de um jantar da Comissão de Honra da sua candidatura, Tiago Barbosa Ribeiro salientou o"progressivo definhamento" do Porto sob a égide de Rui Moreira.Numa noite em que os pesos pesados do PS - Porto foram chamados à campanha, o destaque foi para a presença de último presidente da Câmara Municipal do Porto eleito pelo PS, Fernando Gomes.

Governo afasta demissão de Costa em caso de chumbo do OE Governo tenta salvar Orçamento de morte anunciada, mas PCP não quer ceder ''Aí está a crise política'' perto do ''fim da Geringonça'': será a culpa de Jerónimo?

"É muito importante para mim ter ao meu lado inequivocamente aquele que foio melhor presidente da Câmara Municipal do Porto até hoje. É para mim uma honra indescritível ter comigo Fernando Gomes que, enquanto presidente da Câmara Municipal do Porto,

em nome do PS, trouxe verdadeiramente o Porto para o século XXI", considerou.Tiago Barbosa Ribeiro recorreu à memória e à história da cidade para elencar"a marca" do ex-autarca."Foi com Fernando Gomes e com a sua equipa que tivemos projetos estruturantes que ainda hoje marcam, em 2021, a nossa cidade headtopics.com

: o metro do Porto, a Capital Europeia da Cultura, Casa da Música, Coliseu, Rivoli, Teatro Campo Alegre, Porto Património Mundial, a eliminação de três mil barracas, o Parque da Cidade, o Parque da Pasteleira e podia continuar aqui a noite toda", enumerou.

Confrontado com mais um apelo de Rui Moreira para uma maioria absoluta, o candidato socialista não mostrou preocupação com esse cenário:"Essa questão não se vai colocar porque nós estamos aqui para disputar a presidência da Câmara Municipal do Porto

e para vencer as eleições no próximo domingo", respondeu.No entanto, e caso o cenário de maioria absoluta para Rui Moreira se confirme, o socialista" traçou aquela que considera que seria a realidade:"Dou um exemplo muito recente que teve a ver com a destruição do Museu do Romântico. Foi feita nas costas da cidade, sem consulta ao Conselho Municipal de Cultura, sem nenhum diálogo sobre aquilo que é a visão que os portuenses têm direito a ter sobre aquele que é o seu património", começou.

"Sendo um caso simbólico muito recente (...) é bem representativo do que seria uma maioria sem contrapeso,uma maioria arrogante, sem capacidade de escrutínio e de intervenção política de outras forças", terminou. headtopics.com

Madeira: PS pede baixa de impostos e aproximação a taxas dos Açores no IRS e IVA Astrónomos podem ter descoberto primeiro planeta de outra galáxia Polícia federal brasileira desmantela esquema de tráfico que enviava drogas para Portugal

Isto porque, acusou, o atualpresidente teve no último mandato"tiques que não são compagináveis com aquilo que deve ser a cidade do Porto, uma cidade aberta, tolerante, uma cidade participada".Já à mesa, ladeado pelo candidato à Assembleia Municipal, Fernando Martins, e pelo ex-presidente da autarquia Fernando Gomes, o cabeça de lista do PS, que se congratulou por ter na sua Comissão de Honra figuras de vários quadrantes da sociedade, fez questão de salientar a

presença de Fernando Araújo, presidente do Conselho de Administração do Hospital de S. João, e Rui Sarmento e Castro, responsável pela equipa anti-covid-19 do Hospital de Santo António."Representantes de um setor responsável por aquilo que de melhor tem acontecido no combate à pandemia.

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem sido uma marca distintiva no combate à pandemia, de valorização do Estado Social, daqueles que são os valores fundacionais, perenes, do PS", explicou.Os cabeças de lista para a Câmara Municipal do Porto nas eleições de domingo são Rui Moreira (movimento independente"Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Arrogância é tudo o que o atual ps faz com uma nuance de sadismo e safadeza.

Catarina Martins ataca campanhas às autárquicas do PS e PSDLíder do Bloco de Esquerda encontrou mercado vazio em Guimarães.

Autárquicas: PS em ''posição ingrata''Opinião é do secretário-geral socialista e primeiro-ministro, António Costa. Coitadinho do ps é uma vítima de violência eleitoral, e o TC em vez de condenar estes agressores ainda dá uma reprimenda ao costa.

Porto: sondagem dá maioria absoluta a Moreira e PS a cair dez pontosCDU de Ilda Figueiredo manterá o mandato. O BE ocupará a quinta posição, à frente do PAN e do Chega, empatados. Apesar de garantir o segundo melhor resultado, o PS poderá perder pelo menos um mandato e dez pontos percentuais. Fui só eu que viu esta outra sondagem hoje à tarde? O Porto não pode parar. E infelizmente neste segundo mandato Rui Moreira “parou”. E os pilaretes vieram dar uma ajuda “fantástica” 🤦‍♂️

Sondagem autárquicas: Rui Moreira com maioria absoluta no Porto e PS cai 10 pontos face a 2017PS poderá perder mandatos, PSD surge em terceiro lugar Se aquela sensação da católica dar percentagens inferiores aos partidos da direita e melhores para o ps do os resultadosem votos... este arrisca-se a ver infeliz o Feliz à sua frente.

Galp. Rui Rio diz que Costa líder do PS desmente Costa governante

O que se passa com António Costa e o PS?A campanha do PS estava destinada a ser um passeio, mas as sondagens mostram que há muitos municípios que podem mudar de cor e o governo acabou a dar uma ajuda aos candidatos socialistas. A oposição queixa-se. Como a política é gestão de expectativas e elas jogam contra os interesses de quem as coloca muito alto, talvez tenha tocado o alarme no Largo do Rato. Ou terá sido em São Bento? Neste episódio, conversamos com a repórter Liliana Valente que acompanha a caravana socialista