As novas instalações da ESAP vão começar a funcionar já no próximo ano lectivo

06/04/2021 23:16:00

Porto: As novas instalações da ESAP vão começar a funcionar já no próximo ano lectivo

Porto, Ensino Superior

Porto : As novas instalações da ESAP vão começar a funcionar já no próximo ano lectivo

As obras para o novo edifício da ESAP já começaram e prevê-se que terminem no final de 2022. Depois de décadas no centro histórico do Porto , a escola muda-se agora para as Antas de forma a melhorar as suas condições de ensino.

FotogaleriaEsboço das novas instalações da ESAPAs obras para o novo espaço que vai albergar a Escola Superior Artística do Porto (ESAP) já se iniciaram. Depois de o turismo ter “empurrado” a escola emblemática, classificada pela UNESCO, do

centro histórico do Porto, a ESAP encontrou uma nova casa nas Antas, em frente à Escola Artística Soares dos Reis. Embora esteja previsto que a empreitada só termine no final de 2022, as novas instalações vão abrir as suas portas a alunos e docentes no próximo ano lectivo.

Consulte Mais informação:
Público »

Câmara de Lisboa aprova projeto para instalação de videovigilância na Cidade UniversitáriaCâmaras vão ser instaladas nos próximos meses.

Altas temperaturas batem recordes em MoscovoOs meteorologistas afirmam que os termómetros vão continuar a subir nos próximos dias.

Processo legislativo anticorrupção só terminará no final do anoAudições de especialistas, interrupção para férias e campanha autárquica vão marcar trabalhos parlamentares nos próximos meses.

Governo vai reforçar fiscalização e avançar com testagem massiva nos concelhos de riscoOs concelhos de risco vão ter um reforço da fiscalização nos próximos 15 dias, assim como mecanismos de testagem massiva da população.

Esboço das novas instalações da ESAP Fotogaleria Esboço das novas instalações da ESAP As obras para o novo espaço que vai albergar a Escola Superior Artística do Porto (ESAP) já se iniciaram.A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, por unanimidade, um projeto para a instalação de um sistema de videovigilância para pontos estratégicos da Cidade Universitária.A cidade de Moscovo registou, esta terça-feira, o dia de abril mais quente, com os termómetros a chegar aos 21ºC.A interrupção da actividade parlamentar será este ano mais alargada por causa da campanha autárquica LUSA/MANUEL DE ALMEIDA O debate parlamentar sobre as propostas para reforçar o combate à corrupção e melhorar o funcionamento da justiça só deverá estar terminado no final do ano ou início do próximo por causa da sua complexidade e pelo ritmo dos trabalhos na Assembleia da República.

Depois de o turismo ter “empurrado” a escola emblemática, classificada pela UNESCO, do centro histórico do Porto , a ESAP encontrou uma nova casa nas Antas, em frente à Escola Artística Soares dos Reis. Embora esteja previsto que a empreitada só termine no final de 2022, as novas instalações vão abrir as suas portas a alunos e docentes no próximo ano lectivo. Foram 563 assinaturas na petição"Por uma Universidade Segura" a solicitar a instalação. Em 2020, a directora académica da ESAP, Eduarda Neves, já tinha referido ao PÚBLICO que . Apesar do entusiasmo geral que o calor fora de época traz, á também um preço: os peritos insistem que é a mais evidente consequência das alterações climáticas provocadas pelo aquecimento global. As novas instalações trazem consigo 20 ateliês e salas de aula, quatro oficinas e quatro laboratórios nas áreas de multimédia e design , estúdios de fotografia e cinema, dois auditórios e uma residência universitária, entre outras valências. A instalação das câmaras será feita somente nas zonas do domínio privado da universidade. Segundo Eduarda Neves, estas são condições “há muito desejadas”, uma vez que o antigo edifício, presente no Largo de São Domingos, “era pequeno, os espaços não eram os melhores para os alunos e não se podia intervir devido à sua localização”.

Instalações da ESAP no Largo de São Domingues, centro histórico do Porto Paulo Pimenta Instalações da ESAP no Largo de São Domingues, centro histórico do Porto Paulo Pimenta Fotogaleria Paulo Pimenta As novas instalações na Rua do Major David Magno – onde também estarão presentes os serviços administrativos da Cooperativa de Ensino Superior Artístico do Porto (CESAP) – vão ocupar uma área total de mais de oito mil e quatrocentos metros quadrados e compreendem a intervenção numa fábrica de têxteis e a construção de um novo edifício, cuja ligação será feita através de um pátio exterior polivalente.. Os meteorologistas dizem que o recorde desta terça-feira pode ser ultrapassado nos próximos dias, uma vez que o calor em Moscovo vai manter-se durante o resto da semana. A ideia central do projecto é criar “um equipamento fortemente caracterizado pela utilização colectiva dos diferentes espaços”, onde o interior e o exterior se complementam. Para além destas valências, está prevista a criação de um outro edifício que vai albergar a Galeria de exposições e a Biblioteca da ESAP e estabelecer a ligação com a Avenida Fernão de Magalhães. O projecto está a ser desenvolvido por um grupo de docentes da escola e foi, exclusivamente, financiado pela CESAP. Devido à proximidade geográfica, a parceria com a Escola Artística Soares dos Reis vai ser reforçada, mas, para já, Eduarda Neves não avança com grandes detalhes.

“Estamos a concluir o plano nesse sentido, o qual, a partir de Abril, pretendemos implementar. Este parece-nos ser o momento mais adequado, pois coincidirá com a fase prevista das obras em curso e, portanto, conferirá a este processo uma visibilidade reforçada.” A ligação com o centro histórico, local onde tudo começou em 1982, não foi esquecida. A galeria Dínamo, que vai ocupar integralmente os dois pisos do espaço que partilha com a escola, vai manter a relação umbilical com a ESAP, constituindo um local “expositivo fundamental para a dinâmica institucional” e para o território onde pretendem intervir - o das artes contemporâneas. Neste momento, a galeria encontra-se com a actividade suspensa devido à pandemia, mas a próxima exposição será inaugurada a 9 de Abril.

Brevemente, será aberta uma open call nacional e internacional para artistas e curadores. Texto editado por Ana Fernandes .